1 INTRODUÇÃO 3

2 INTRODUÇÃO À COMPRAS NO ONCLICK 4

I. SOLICITAÇÃO DE COMPRA 5

II. SUGESTÃO DE COMPRA 12

III. COTAÇÃO DE COMPRA 24

Digitação da Cotação pelo Fornecedor 35

IV. PEDIDO DE COMPRA 43

V. RECEBIMENTO DE COMPRA 56

VI. NOTA FISCAL DE ENTRADA 62

FUNÇÕES NA ENTRADA DE NOTAS FISCAIS 75

Aba Outras Informações 84

Aba Condição de Pagamento 87

Aba Custos e Preços 90

VII. HISTÓRICO DE COMPRAS B.I. (BUSINESS INTELLIGENCE) 104

3 GERENCIAMENTO DOS PEDIDOS DE COMPRA 108

4 PREÇOS E OFERTAS DOS FORNECEDORES 110

5 CADASTRO DOS TIPOS DE SOLICITAÇÃO DE COMPRA 113

6 NOTA DE IMPORTAÇÃO 116

6.1 Configuração 117

6.1.1 Fornecedores 117

6.1.2 CFOP (Código Fiscal de Operações e Prestações) 118

6.1.3 INCOTERM (International Commercial Terms) 120

6.2 Nota de Entrada 125

6.3 Declaração de Importação (DI) 146

6.4 Configurações e Observações 152

Configurações 152

Dicas 153

7 DEVOLUÇÃO DE COMPRA 154

1 INTRODUÇÃO

A gestão de compras de uma empresa envolve não só o processo de comprar e receber a mercadoria, mas sim decisões baseadas em pesquisas, controles e análises que visam garantir a compra do material correto, na quantidade correta, evitando desperdícios, e buscando reduzir seu custo.

Sendo assim, é de grande importância que o processo de requisição de materiais siga um ciclo que compreenda: analisar as requisições de compra e sua real necessidade; selecionar os fornecedores mais adequados, analisando o prazo de entrega, preço e qualidade, garantindo as melhores condições para a empresa; emitir os pedidos de compra; acompanhar o cumprimento dos prazos pré-estabelecidos; receber as mercadorias e conferi-las; e aprová-las para o pagamento do fornecedor.

A correta gestão das compras é vista como um fator estratégico dentro das empresas. Neste manual será explicitado o funcionamento do processo de compras dentro do sistema ONCLICK.

2 INTRODUÇÃO À COMPRAS NO ONCLICK

O sistema ONCLICK oferece uma rotina completa para realização dos processos relacionados à Compra, contemplando praticamente todas as regras de negócio das diferentes empresas que compõem seus parceiros. O que sugerimos abaixo é uma sequência lógica e que recomendamos que seja seguida. Apesar de alguns passos não estarem presentes em algumas empresas (como a questão do Recebimento de Compras, por exemplo), reforçamos que tais passos devem ser seguidos para que não surja nenhuma lacuna nos processos da empresa. Além disso, os passos I e II não precisam ser feitos simultaneamente; tais procedimentos destinam-se a cumprir funções específicas, sendo essencial estudar quais dessas funções se adaptarão da melhor forma às regras de negócio praticadas pelo usuário. Assim, a ordem sugerida é:

Solicitação de Compra;

Sugestão de Compra;

Cotação de Compra;

Pedido de Compra;

Recebimento de Compra;

Nota Fiscal de Entrada;

Histórico de Compras B.I. (Business Intelligence).

Segue abaixo algumas orientações quanto aos passos acima, especificando suas principais funcionalidades, e a outros processos relativos à Compra.

SOLICITAÇÃO DE COMPRA

(Compras >> Sugestão e Cotações de Preço >> Solicitação de Compra >> Tela [0511] SOLICITAÇÃO DE COMPRA).

  • Para a execução dos procedimentos relativos à Solicitação de Compra, é necessário ao usuário possuir permissão de acesso, localizada em (Utilitários >> Perfil e Usuários >> Perfil >> Tela [0984] CADASTRO DE PERFIL >> Permissões >> Tela [0645] PERFIL – PERMISSÃO DE ACESSO >> 5.Compras >> Agrupamento 4. Solicitação de Compra >> 4.1 CADASTRO).

A solicitação de compra permite que o usuário do sistema faça um requerimento dos produtos que deverão ser adquiridos na empresa. A partir da Tela [0511] SOLICITAÇÃO DE COMPRA, será possível especificar a demanda por produtos, indicando a necessidade de compra destes – desde aquisição de materiais para indústria até produtos para comercialização e uso interno da empresa. Essa solicitação de compra é realizada, por exemplo, quando um dos colaboradores da empresa deseja a aquisição de determinado produto.

Assim, na Tela [0511] SOLICITAÇÃO DE COMPRA, clicando em Incluir , os campos do rodapé da Tela ficarão habilitados para edição. Podem ser informados produtos já constantes no sistema, bem como podem ser solicitados produtos que ainda não foram inclusos no sistema. Entretanto, para essa segunda hipótese, recomendamos que as informações sejam as mais específicas possíveis.

Figura 001 – Tela [0511] SOLICITAÇÃO DE COMPRA.

  1. Campo CÓDIGO: Informe o código do produto caso tal produto já esteja cadastrado no sistema, sendo possível informar diferentes códigos presentes em seu cadastro – código de barras, auxiliar, fabricante, etc. Caso necessite, utilize os botões à direita desse campo: o botão abre a Tela [0074] PROCURA PRODUTOS, permitindo consultar os diferentes produtos cadastrados; o botão abre a Tela [0293] CADASTRO DE PRODUTOS, permitindo acessar todas as funções inerentes à essa Tela (inclusão, alteração, exclusão, acessar histórico, etc.); e o botão permitirá atualizar o produto informado, de modo a atualizar sua descrição, marca, tipo, grupo, etc, de acordo com o cadastro do produto.
  • Uma vez que podem ser solicitados produtos que não estejam cadastrados no sistema, não é obrigatório preencher o campo CÓDIGO. Caso a solicitação de compra refira-se a um produto não incluso no sistema, deixe este campo em branco; entretanto, caso o produto já esteja cadastrado, informe este campo.
  1. Campo DESCRIÇÃO: Informe uma descrição para o produto; caso tenha informado um código já existente no sistema, constará nesse campo a informação presente do cadastro do produto. Caso a solicitação de compra refira-se a um produto não cadastrado no sistema, digite a descrição do mesmo, de maneira clara, de forma a identificá-lo com facilidade posteriormente.
  2. Campo UN: Informe a unidade de medida para a compra do produto selecionado. Exemplo: unidade (UN), peça (PÇ), caixa (CX), etc.
  3. Campo MARCA: Informa a marca do produto. Tal campo não estabelece relação com o cadastro de marca (Tela [0308] CADASTRO DE MARCA), mas oferece indicativos para que tal cadastro seja realizado futuramente.
  4. Campo QTDE COMPRA: Neste campo deverá ser informada a quantidade de compra do produto. Tal informação deverá ser preenchida com a quantidade desejada para aquisição do produto informado.
  5. Campo PREÇO MÁXIMO: O usuário informará nesse campo, o preço máximo a ser pago no produto solicitado.
  6. Campo TIPO: Informe o tipo de solicitação de compra – cadastradas na Tela [0898] CADASTRO DOS TIPOS DE SOLICITAÇÃO, acessada através do caminho (Compras >> Sugestão e Cotações de Preço >> Tipos de Solicitação de Compra >> Tela [0898] CADASTRO DOS TIPOS DE SOLICITAÇÃO DE COMPRA).
  7. Agrupamento ESTOQUE: Nesse agrupamento, serão informadas as quantidades presentes daquele produto em específico (caso já esteja cadastrado) para cada uma das suas categorias de estoque. Em COMPRA será mostrada a quantidade de itens inseridos em um Pedido de Compra; em ATUAL constará a quantidade de itens que atualmente está presente no estoque da empresa, sendo a soma do estoque disponível mais o estoque reservado; em RESERVADO teremos a quantidade de produtos que estão inclusos em um Pedido de Venda; e em DISPONÍVEL, teremos a quantidade real dos itens disponíveis para a Venda, que constam no estoque da empresa e não estão reservados em nenhum pedido de venda.
  8. Campo GRUPO: Informe, se for o caso, um grupo ao qual o produto já esteja cadastrado ou para o qual se sugere que seja cadastrado – os grupos mostrados neste campo são os cadastrados em (Cadastros >> Produtos >> Tabelas Diversas >> Grupo >> Tela [0310] CADASTRO DE GRUPO).
  9. Campo SOLICIT. FUNC.: Informe nesse campo qual é o funcionário solicitante do produto informado na solicitação de compra – os funcionários são cadastrados em (Cadastros >> Funcionários >> Funcionários >> Tela [0128] CADASTRO DE FUNCIONÁRIOS). Somente serão exibidos os funcionários que tenham a opção FUNCIONÁRIO e a opção COMPRADOR marcadas em seu cadastro.
  10. Campo SETOR: Informe o Setor para o qual se destinará os produtos solicitados – setores são cadastrados em (Indústria >> Produção >> Setor de Produção >> Tela [0232] SETORES DE INDÚSTRIA).
  11. Campo CENTRO CUSTO: Informe qual será o centro de custo do qual serão descontados os valores para aquisição do(s) produto(s) informado(s) – centros de custo são cadastrados em (Financeiro >> Tabelas Financeiras >> Centro de Custo >> Tela [0133] CENTRO DE CUSTO). Os centros de custos são constituídos por setores ou áreas da empresa que executam atividades homogêneas e que permitem a apuração dos gastos dessa atividade.
  12. Campo NECESSIDADE MATERIAL: Clique nesse campo para que seja aberta uma pequena Tela auxiliar para seleção do dia e mês para o qual se deseja o(s) produto(s) solicitado(s).
  13. Campo OBSERVAÇÃO: Nesse campo será possível digitar uma observação qualquer para a Solicitação de Compra em questão. Esta observação poderá ser impressa no Relatório de Solicitação de Compra, através do botão IMPRIMIR, caso na Tela [0511] SOLICITAÇÃO DE COMPRA, a opção □ EXIBIR AS OBSERVAÇÕES esteja marcada.
  • Visualize no Agrupamento ESTOQUE (item 8) a quantidade daquele produto que consta em estoque, evitando, em alguns casos, uma solicitação de compra desnecessária.

Com as alterações realizadas, clique em Gravar para incluir a solicitação de compra. Clique em Cancelar caso não seja mais necessário realizar aquela solicitação de compra.

A função de incluir uma solicitação de compra é a base dessa Tela. Além disso, teremos a opção de visualizar o histórico daquele produto solicitado, bem como de realizar a importação de um orçamento registrado anteriormente.

  • Botão Histórico : Na Tela [0511] SOLICITAÇÃO DE COMPRA, clique no botão Histórico para abrir a Tela [0086] HISTÓRICO DE COMPRA E VENDA DO PRODUTO. Esta Tela pode ser aberta a qualquer momento, tanto na inclusão de uma solicitação, como depois da solicitação de compra estar salva no sistema. Ao clicar no botão Histórico, enquanto estiver incluindo uma solicitação, a Tela [0086] HISTÓRICO DE COMPRA E VENDA DO PRODUTO será aberta mostrando o histórico do produto que está sendo incluso; se o botão Histórico for acessado fora de uma inclusão de solicitação, será aberta a Tela [0086] HISTÓRICO DE COMPRA E VENDA DO PRODUTO mostrando o histórico do produto da solicitação de compra selecionada na grid. Tal função será possível de execução somente se o produto incluso na solicitação de compra já estiver cadastrado no sistema; caso contrário, será apresentada a mensagem “Não há histórico para este produto”.

Na Tela [0086] HISTÓRICO DE COMPRA E VENDA DO PRODUTO, é necessário informar um período para visualização do histórico. Nela será possível visualizar um Resumo de Vendas (Aba RESUMO DE VENDAS), as Saídas deste produto no período informado (Aba SAÍDAS DO PERÍODO), as Últimas Compras Realizadas (Aba ÚLTIMAS COMPRAS), quantos produtos daquele foram Produzidos (tal visualização se aplicará somente se a empresa realizar a industrialização do Produto) (Aba PRODUZIDOS), o Preço por Fornecedores (Aba PREÇOS POR FORNECEDORES), os Pedidos no Período (Aba PEDIDOS NO PERÍODO) no qual estão presentes o produto, e as O.S. (Ordens de Serviço) do Período informado (Aba O.S. NO PERÍODO), além do estoque, preço de venda, promoção, etc. (visíveis no rodapé dessa Tela). Recomendamos a consulta à essa Tela quando realizar uma solicitação de compra; alterne entre suas diferentes Abas e relacione com as informações disponibilizadas na metade inferior dessa Tela, realizando sua leitura das relações estabelecidas a partir do produto selecionado.

Figura 002 – Tela [0086] HISTÓRICO DE COMPRA E VENDA DO PRODUTO.

  • Botão Importar : Ainda na Tela [0511] SOLICITAÇÃO DE COMPRA, há a possibilidade de ser importado um orçamento: para esta operação, clique no botão Importar para abrir a Tela [0036] ORÇAMENTO A SER COPIADO. Essa Tela é muito simples, oferecendo somente um campo para informar o número do Orçamento que se deseja importar; os orçamentos possíveis para a importação a partir dessa Tela são os cadastrados na Tela [0587] ORÇAMENTOS, localizada em (Vendas >> Pedidos e Orçamentos >> Orçamento >> Tela [0587] ORÇAMENTOS).

Figura 003 – Tela [0036] ORÇAMENTO A SER COPIADO.

Informe o número registrado para aquele orçamento, disponível na coluna Número da Tela [0587] ORÇAMENTOS ou no campo NÚMERO. Após informar tal dado, clique no botão Processar para que o orçamento seja importado para a Tela [0511] SOLICITAÇÃO DE COMPRA.

  • Apesar desse tipo de orçamento ser cadastrado no produto específico para Vendas, será possível importar tal orçamento para as solicitações de compra. Isso se deve, por exemplo, à possibilidade de um vendedor oferecer produtos que não constem em estoque, sendo necessário então realizar solicitação para sua aquisição.
  • Botão Imprimir : É possível imprimir a grid da Tela de Solicitação de Compra através do botão Imprimir, onde tais informações serão ordenadas por solicitante

Figura 004 – Impressão Solicitação de Compra

SUGESTÃO DE COMPRA

(Compras >> Sugestão e Cotações de Preço >> Sugestão de Compra >> Tela [0336] SUGESTÃO DE COMPRA).

Além da rotina da solicitação de compra explicitada anteriormente, temos a possibilidade de consultar diferentes tipos de sugestões de compra, para assim auxiliar na aquisição de material. Ao contrário da Solicitação de Compra, onde é possível incluir produtos em uma solicitação que não estejam cadastrados no sistema; a partir da sugestão, só podemos trabalhar com produtos que já estejam cadastrados. A partir da Tela [0336] SUGESTÃO DE COMPRA, é possível realizar diferentes TIPOS DE SUGESTÃO – esses tipos já estão cadastrados no sistema, não sendo passíveis de configuração.

Por padrão, ao abrir esta Tela, não será exibida nenhuma informação em sua grid de exibição de resultados. Utilize os filtros disponíveis e somente após pesquisar, os itens desejados serão exibidos.

  • Alguns valores presentes nessa Tela, principalmente os que referem-se ao estoque, provém das configurações realizadas em telas como a Tela [0592] ALTERAÇÃO DO ESTOQUE (MÍNIMO, MÁXIMO E SEGURANÇA) e na Tela [0324] INCLUSÃO / ALTERAÇÃO DE PRODUTOS.

Figura 005 – Tela [0336] SUGESTÃO DE COMPRA.

  1. Os TIPOS DE SUGESTÕES são: 1-Estoque disponível menor que estoque mínimo, 2-Estoque disponível igual ou menor que estoque mínimo, 3-Estoque disponível igual a zero, 4-Estoque disponível menor que zero, 5-Estoque disponível menor ou igual a zero, 6-Estoque disponível menor que estoque de segurança, 7-Estoque disponível igual ou menor que estoque de segurança, 8-Média de vendas/consumo e 9-Análise de venda (mês a mês).

Os TIPOS DE SUGESTÕES de números 1 a 7 são muito parecidos: suas regras são baseadas nas configurações definidas para o estoque daquele produto, designadas no próprio nome do tipo de sugestão. Em (Estoque >> Estoque >> Estoques auxiliares >> Tela [0952] ALTERAÇÃO DO ESTOQUE (MÍNIMO, MÁXIMO E SEGURANÇA)) será possível configurar os estoques mínimo, máximo e de segurança para cada produto digitando os valores diretamente na grid de exibição de resultados. No Cadastro de Produtos, em (Cadastros >> Produtos >> Produtos >> Tela [0293] CADASTRO DE PRODUTOS >> Incluir / Alterar >> Tela [0324] INCLUSÃO/ALTERAÇÃO DE PRODUTOS >> aba Dados Gerais >> Agrupamento Estoque) – também será possível configurar os estoques mínimo, máximo e de segurança. Estas 2 telas apresentam as mesmas informações, onde caso seja alterada a quantidade de estoque em uma tela, automaticamente na outra Tela, a quantidade para tal produto será atualizada.

Abaixo, conceituamos cada uma das situações de estoque:

ESTOQUE MÍNIMO: Refere-se ao estoque que sempre deve constar na empresa. Ele se destina a atender as necessidades básicas e imediatas, impedindo que os negócios praticados sejam prejudicados pela falta daquele produto. É a quantidade mínima que o produto pode atingir antes de sua Compra. Deve ser uma quantidade onde tenha tempo necessário para o produto chegar do fornecedor.

ESTOQUE MÁXIMO: É uma quantidade suficiente para atendimento de um determinado período. Na compra acima dessa quantidade, o produto poderá ficar estocado por um tempo muito alto, e dependendo do produto poderá ter seu prazo de validade vencido. Utilizado também para auxiliar um novo comprador a se basear no quanto ele pode comprar.

ESTOQUE DE SEGURANÇA: O estoque de segurança indica a quantidade de determinado produto que você deve/pode dispor para que não seja surpreendido pelas demandas dos clientes. Pode acontecer também de, para alguns produtos, o Fornecedor não estar sempre disponível: assim, a idéia em adquirir produtos tendo como parâmetro o Estoque de Segurança é de que nunca faltará aquele Produto. É a quantidade mínima que o produto pode atingir antes de sua Cotação. Deve ser uma quantidade onde tenha tempo necessário do produto ser cotado antes de atingir o estoque mínimo.

Para os Tipos de Sugestões 8-Média de vendas/consumo e 9-Análise de venda (mês a mês), deve ser informado um período de vendas; com essas duas formas de sugestão de compras em específico, o sistema calculará a média de vendas por dia ou por mês e sugerirá uma aquisição com base nessa média. Com essas opções, é possível considerar a sazonalidade das vendas para aquisição dos produtos. Para qualquer uma dessas sugestões de compra, deverá ser informado o campo SUGESTÃO DE COMPRA PARA ___ DIAS nos Filtros da Tela [0336] SUGESTÃO DE COMPRA.

  • Para os tipos de sugestão 8-Média de venda/consumo e 9-Análise de venda (mês a mês) não serão considerados os estoques mínimo, máximo ou de segurança, mas sim as vendas do produto ao longo do período informado.
  1. FORNECEDOR: Para facilitar a pesquisa de sugestão de compras, sugerimos que faça a pesquisa por FORNECEDOR, de modo que os produtos fiquem circunscritos aos oferecidos por aquele fornecedor em específico. Para vincular um produto a um fornecedor, utilize a Tela [0325] FORNECEDORES DESTE PRODUTO, acessada através do caminho (Cadastros >> Produtos >> Produtos >> Tela [0293] CADASTRO DE PRODUTOS >> Funções >> Fornecedores do Produto >> Tela [0325] FORNECEDORES DESTE PRODUTO), ou a Tela [0050] ADICIONAR/REMOVER: FORNECEDOR -> PRODUTOS, acessada através do caminho (Cadastros >> Fornecedores >> Fornecedores do Produto >> Tela [0050] ADICIONAR / REMOVER: FORNECEDOR -> PRODUTOS).
  2. COMPRADOR: Utilize esse filtro para indicar o comprador responsável. Tal filtro passa a ser mais efetivo caso o campo COMPRADOR RESPONSÁVEL da Tela [0349] CADASTRO DE SUBGRUPO tenha um Comprador designado para realizar as compras daquele subgrupo de produtos. Tal configuração permite agilizar a rotina, informando um comprador determinado para realizar as transações relativas àqueles produtos indicados. Tais configurações são realizadas em (Cadastros >> Produtos >> Tabelas Diversas >> Subgrupo >> Tela [0349] CADASTRO DE SUBGRUPO >> COMPRADOR RESPONSÁVEL), sendo necessário indicar o funcionário como comprador, em (Cadastros >> Funcionários >> Funcionários >> Tela [0128] CADASTRO DE FUNCIONÁRIOS >> Incluir/Alterar >> Tela [0152] INCLUSÃO / ALTERAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS >> Agrupamento CARGO/FUNÇÃO >> opção COMPRADOR).
  • Caso a empresa tenha mais de um comprador, é recomendável que trabalhe dessa forma – dividindo os produtos em subgrupos para então proceder à sua aquisição, sendo esta responsabilidade de diferentes compradores.
  1. ARMAZENAGEM: Filtro para a pesquisa de produtos que estão armazenados em determinado local, sendo necessário digitar o local de armazenagem para a procura.

Segue abaixo as opções da Tela [0336] SUGESTÃO DE COMPRA:

Figura 006 – Tela [0336] SUGESTÃO DE COMPRA – Opções disponíveis

  1. Opção CONSIDERAR ESTOQUE NO CÁLCULO DA SUGESTÃO: Se esta opção estiver desmarcada, independentemente da quantidade do cálculo da necessidade de compra, o estoque atual não será descontado como estoque existente.
  2. Opção SELECIONAR TODOS OS PRODUTOS: Essa marcação não é recomendada, a não ser que deseje visualizar/consultar todos os produtos disponíveis na base de dados. Tal rotina pode deixar a pesquisa muito demorada.
  3. Opção SELECIONAR SOMENTE OS PRODUTOS COM VENDA NO PERIODO: Com essa opção marcada, mesmo o produto tendo uma necessidade de compra, se ele não foi vendido no período informado, não será feita a sugestão de compra para o mesmo. Tal opção só ficará habilitada, com os tipos de sugestões Análise de Vendas/Consumo e Análise de Venda (mês a mês).
  4. Opção CONSIDERAR PEDIDO DE VENDA NA MÉDIA DE VENDA: A média de venda calculada leva somente em conta as notas fiscais emitidas. Se essa opção estiver marcada, os pedidos de venda em aberto serão acrescidos à quantidade de venda para cálculo dessa média.
  5. Opção CALCULAR A MEDIA DE COMPRA E VENDA: No tipo de sugestão por estoque mínimo, não é necessário o cálculo da média de venda, porém se o usuário quiser calcular somente para análise visual, deve selecionar essa opção.
  6. Opção CONSIDERAR ORDEM DE PRODUÇÃO NA MEDIA DE VENDA: A média dos produtos é calculada a partir de notas ou pedidos de venda conforme citado acima, porém existem empresas em que os consumos estão na ordem de produção, ou seja, não há venda em notas/pedidos de matéria-prima. Ao marcar nessa opção, a média será calculada pelas ordens de produção que utilizaram esses produtos.
  7. Opção NO CALC. DA MEDIA CONSIDERAR SOMENTE MESES COM MOVIMENTO: Quando o sistema calcula a média dos últimos 6 meses, por exemplo, o sistema soma a venda de todos os meses e divide por 6. Mas vamos supor que em um dos meses não houve venda, se essa configuração estiver marcada, a divisão será por 5, ou seja, a divisão será pelo número de meses que tiveram venda.
  8. Opção LIMPAR PESQUISA ANTERIOR AO REALIZAR NOVA PESQUISA: Com essa opção desmarcada, os produtos passarão a se agrupar na grid de pesquisas conforme sejam feitas diferentes consultas. Utilize tal configuração de acordo com suas necessidades. Marcando essa opção, a grid de exibição de resultados será esvaziada (“zerada”) sempre que clicar no botão Pesquisar .
  9. Opção IMPRIMIR CODIGO DO FABRICANTE: Altera na impressão do relatório o código de barras ou de fabricante, mas somente quando a impressão é realizada pela impressora localizada ao lado do botão Opções.
  10. Opção CALCULAR CURVA ABC: [Disponível apenas para o TIPO DE SUGESTÃO de 9-Análise de venda (mês a mês)], habilitará os campos abaixo do botão Pesquisar , permitindo visualizar a curva ABC e modificar seus fatores, caso necessário. Essa curva é disponibilizada levando em conta os produtos que estão visíveis na grid de exibição de resultados da Tela, e não todos os itens cadastrados no sistema. A Curva ABC indica a importância daquele produto para a empresa, nos termos de vendas, sendo que o fator PESO dessa Curva pode ser configurado de acordo com as necessidades do usuário do sistema. Assim, é possível dizer que um grupo de produtos possui peso 2, por exemplo, enquanto outro possui um peso 1,5, influenciando diretamente nas sugestões de compra realizadas. A Curva ABC é calculada pelo histórico de vendas BI. Quando calculamos a Curva ABC através dessa rotina, o cadastro de produto é atualizado. Na sugestão de compra é utilizada essa curva do cadastro do produto.

Figura 007 – Tela [0336] SUGESTÃO DE COMPRA – Curva ABC

  • A curva ABC é um método de classificação de informações, para que se separem os itens de maior importância ou impacto dentro da empresa.
  • Para saber a posição dentre as categorias ABC de um produto selecionado, consulte a coluna ABC na grid de exibição de resultados. Para gerar a Curva ABC dos produtos, recomendamos a geração do relatório de Histórico de Vendas (BI) por Curva ABC de Produtos – em (Vendas >> Notas Fiscais >> Relatórios >> Histórico de Vendas (BI) >> Tela [0312] HISTÓRICO DE VENDAS >> Históricos >> Curva ABC de Produtos), configure na Aba CAMPOS DE PESQUISA quais serão os filtros considerados para geração do presente relatório e clique no botão Pesquisar ; visualize os resultados na Aba CURVA ABC, sendo que os valores atribuídos na coluna Classe da grid de exibição de resultados dessa Aba serão atribuídos àquele produto nas demais telas do Sistema.

Figura 008 – Tela [0336] SUGESTÃO DE COMPRA

  1. Opção ANALISAR FALTAS DE PRODUTOS: Será mostrada ou não a quantidade de produtos que tiveram falta no lançamento dos pedidos de venda. Esta opção será habilitada somente com o tipo de sugestão Análise de Venda (mês a mês).
  2. Opção VISUALIZAR AS OBSERVAÇÕES DOS PRODUTOS: Com esta opção marcada, caso o produto tenha observações em seu cadastro no campo COMPLEMENTO, estas serão mostradas.
  3. Opção MOSTRAR DESCRIÇÃO DE COMPRA DO PRODUTO: Ao marcar essa opção e clicar em Pesquisar , a descrição do produto mostrada na Sugestão será a descrição informada no campo DESCRIÇÃO P/COMPRA do Cadastro do Produto.
  4. Opção SUGERIR AUTOMATICAMENTE QUANTIDADE A SER COMPRADA: Se essa opção estiver desmarcada, o sistema irá mostrar a sugestão da quantidade a ser comprada (coluna SUGESTÃO DE COMPRA da grid de resultados), porém a quantidade a comprar ficará zerada (coluna COMPRAR da grid de resultados), tendo o usuário que digitar a quantidade. Caso a opção esteja marcada, o valor mostrado na coluna SUGESTÃO DE COMPRA, será também mostrado na coluna COMPRAR.

Figura 009 – Tela [0336] SUGESTÃO DE COMPRA – Colunas

  1. A coluna Similares corresponde à quantidade de produtos similares para aquele produto presente no estoque. Produtos similares são os que podem ser substituídos entre eles, por exemplo, são o mesmo produto, porém com marcas diferentes. Será considerado similar todos os produtos que tenham a mesma informação no campo Similar do cadastro de produtos (na Tela [0324] ALTERAÇÃO DE PRODUTOS, aba Dados Gerais, campo SIMILAR). É possível assim, ao invés de sugerir a compra de um produto, consultar o estoque dos Similares deste já presentes na empresa e de posse dessas informações, optar com maior clareza se o produto deverá ou não ser adquirido.
  2. A coluna Faltas será alimentada toda vez que um usuário sem permissão para venda sem estoque tentar fazer um pedido de venda no qual conste um produto que esteja sem estoque. No lançamento de um pedido, onde o usuário não tenha permissão para vender sem estoque, o sistema vai solicitar uma senha de permissão e nesse momento o sistema registra a quantidade que o vendedor digitou para esse produto, e assim alimentará, automaticamente, essa coluna. Tal coluna só será habilitada, com o tipo de sugestão Análise de Venda (mês a mês).
  3. A coluna Dias de estoque indica quantos dias esse produto irá durar no estoque levando em conta as vendas diárias, média de vendas, etc. Essa coluna informa um número que representa uma média dos produtos em relação aos dias previstos, elaborando uma sugestão de compras com base no período informado.
  • Opção NÃO CONSTAR EM SUGESTÃO DE COMPRA: Caso determinado produto não esteja aparecendo na Tela de Sugestão de Compra, verifique se a opção NÃO CONSTAR EM SUGESTÃO DE COMPRA está marcada em seu cadastro, em (Cadastros >> Produtos >> Produtos >> Produtos >> Tela [0293] CADASTRO DE PRODUTOS >> Alterar >> Tela [0324] ALTERAÇÃO DE PRODUTOS >> aba Outras Informações >> 1.5 NÃO CONSTAR EM SUGESTÃO DE COMPRA).
  • Botão Exportar : É possível utilizar o botão Exportar dessa Tela, para que a Sugestão de Compra exibida na grid de resultados seja exportada para a Cotação de Preços, facilitando o processo de cotação. Dessa forma, ao clicar neste botão, automaticamente o(s) produto(s) da Sugestão será(ão) exportado(s) para a Tela de inclusão de Cotação de Preços.
  • O botão Exportar estará habilitado somente se o usuário fizer acesso à Tela [0336] SUGESTÃO DE COMPRA a partir da Tela [0474] INCLUIDO COTAÇÃO DE PREÇOS: (Compras >> Sugestão e Cotações de Preço >> Cotação de Compra >> Tela [0412] COTAÇÃO DE PREÇOS >> Incluir >> Tela [0474] INCLUINDO COTAÇÃO DE PREÇOS >> Sugestão >> Tela [0336] SUGESTÃO DE COMPRA).
  • Botão Histórico : Este botão abrirá a Tela [0086] HISTÓRICO DE COMPRA E VENDA DO PRODUTO, permitindo visualizar o histórico na empresa do produto selecionado na grid de exibição de resultados da Tela de Sugestão de Compra.

 

  • Botão Gerar Pedido : É possível, a partir da Tela [0336] SUGESTÃO DE COMPRA, gerar Pedidos de Compra para os Fornecedores informados. Para isso, clique no botão Gerar Pedido , abrindo a Tela [0765] CONFERÊNCIA DO PEDIDO DE COMPRA. A partir dessa Tela, será possível realizar algumas configurações antes de gerar um pedido de compra; veja abaixo:

Figura 010 – Tela [0765] CONFERÊNCIA DO PEDIDO DE COMPRA.

  1. Campo FORNECEDOR: Informe para qual fornecedor será emitido o(s) pedido de compra(s).
  2. Campo FORMA DE PAGAMENTO: Informe o modo pelo qual o pagamento será realizado (cheque, dinheiro, etc.).
  3. Campo PRAZO: Informe o prazo para o pedido de compra a ser criado. Assim, se o prazo for 30 (trinta) dias, por exemplo, informe “30” nesse campo; se o prazo for até 90 (noventa) dias, em três vezes, informe “30/60/90”, etc.
  4. Agrupar por EMPRESA: Automaticamente a grid de exibição de resultados estará organizada por empresa, caso exista mais de uma empresa registrada na base de dados.

Para finalizar a rotina de geração de um pedido de compra a partir da sugestão de compra, clique no botão Gerar Pedidos . Será exibida uma pequena Tela que indica o progresso do carregamento dos produtos; uma vez finalizado o carregamento, é exibida uma mensagem informando que o pedido de compra para aquele fornecedor foi gerado. Nessa mensagem, será informado o número do Pedido de Compra gerado.

  • Caso existam mais empresas naquela base de dados, será gerado um pedido de compra igual para cada uma das empresas. Será possível visualizar o Pedido de Compra gerado por essa rotina na grid de exibição de resultados da Tela [0419] PEDIDO DE COMPRA.
  • Botão Almoxarifado : Algo possível de acontecer será o usuário do sistema, ao gerar o pedido de compra, informar uma sugestão de compra que não está disponível para seu almoxarifado de acesso. Caso o produto esteja disponível em outro almoxarifado, será possível realizar a transferência entre almoxarifados a partir da Tela [0336] SUGESTÃO DE COMPRA: para isso, clique no botão Almoxarifado , abrindo a Tela [0641] TRANSFERÊNCIA ENTRE ALMOXARIFADOS. A partir dela, será possível incluir as movimentações possíveis.

COTAÇÃO DE COMPRA

(Compras >> Sugestão e Cotações de Preço >> Cotação de Compra >> Tela [0412] COTAÇÃO DE PREÇOS).

  • Para a execução dos procedimentos relativos à Cotação de Compra, é necessário ao usuário possuir permissão de acesso, localizada em (Utilitários >> Perfil e Usuários >> Perfil >> Tela [0984] CADASTRO DE PERFIL >> Permissões >> Tela [0645] PERFIL – PERMISSÃO DE ACESSO >> 5.Compras >> Agrupamento 3. Cotação de Compra >> 3.1 CADASTRO).

Dentre as demais rotinas possíveis para compras a partir do ONCLICK, será possível realizar o procedimento de cotação de compra, consultando os diferentes preços dos fornecedores de um modo estruturado. Na Tela [0412] COTAÇÃO DE PREÇOS, é possível consultar diferentes preços através de diferentes fornecedores para o mesmo produto.

Figura 011 – Tela [0412] COTAÇÃO DE PREÇOS.

  • Recomendamos que seja feita primeiramente uma sugestão de compras na Tela [0336] SUGESTÃO DE COMPRA antes de cadastrar alguma cotação por essa Tela. Isso se deve à possibilidade de importar os dados da Tela [0336] SUGESTÃO DE COMPRA para a Tela [0412] COTAÇÃO DE PREÇOS – veja abaixo como realizar essa operação.

Clique no botão Incluir , abrindo a Tela [0474] INCLUINDO COTAÇÃO DE PREÇOS.

Figura 012 – Tela [0474] INCLUINDO COTAÇÃO DE PREÇOS.

Os botões do cabeçalho da Tela [0474] INCLUINDO COTAÇÃO DE PREÇOS levam à telas nas quais é possível importar pedidos de compra, sugestões de compra e solicitações de compra.

  • Botão Fornecedores : Este botão não abrirá nenhuma Tela nova, mas otimizará o processo de obter informação de qual(is) fornecedor(es) fornece(m) o(s) produto(s) selecionado(s); uma vez que os itens desejados foram inseridos na Tela [0474] INCLUINDO COTAÇÃO DE PREÇOS, clique neste botão para que automaticamente, na grid de exibição inferior, sejam inseridos os Fornecedores dos diferentes produtos selecionados. Para fazer uso da função disponibilizada por esse botão, é necessário anteriormente ter realizado a vinculação entre Fornecedor e Produto. Tal vinculação é realizada em (Cadastros >> Fornecedores >> Fornecedores do Produto >> Tela [0050] ADICIONAR / REMOVER: FORNECEDOR -> PRODUTOS), ou em (Cadastros >> Produtos >> Produtos >> Tela [0293] CADASTRO DE PRODUTOS >> Funções >> Fornecedores do Produto >> Tela [0325] FORNECEDORES DESTE PRODUTO).

Figura 013 – Tela [0474] INCLUINDO COTAÇÃO DE PREÇOS – Fornecedores

  • Botão Pedido Venda : Abre a Tela [0540] IMPORTAR PEDIDO, onde é possível escolher um Pedido de Venda para que seja transformado em Cotação de Compra. Na Tela [0540] IMPORTAR PEDIDO é recomendável que se use os filtros para pesquisa; informe o número do PEDIDO e tecle Enter ou preencha os demais campos possíveis e clique no botão Pesquisar . Os resultados encontrados/coincidentes com os termos pesquisados serão disponibilizados na grid de exibição de resultados, sendo possível selecionar dentre os pedidos filtrados de acordo com as opções do usuário (veja abaixo).

Figura 014 – Tela [0540] IMPORTAR PEDIDO

  1. Grid de exibição PEDIDOS LIBERADOS PARA IMPORTAÇÃO: Nessa grid serão exibidos os itens coincidentes com os termos utilizados na pesquisa – veja acima. Tais resultados poderão ser enviados para a Grid de exibição ESCOLHIDOS utilizando-se das setas para incluir ou retirar pedidos. Após escolhê-lo, clique em Processar para que o(s) Pedido(s) seja(m) importado(s) para a Tela [0474] INCLUINDO A COTAÇÃO DE PREÇOS.
  2. Opção VISUALIZAR AS OBSERVAÇÕES DO PEDIDO: Com essa opção marcada, será exibida na própria grid de exibição de resultados um campo, dedicado às observações presentes na tela para inclusão de pedidos ou orçamento em (Vendas >> Pedidos e Orçamentos >> Pedido >> Tela [0418] ORÇAMENTO/PEDIDO DE VENDA >> Incluir / Alterar >> Tela [0574] INCLUSÃO/ALTERAÇÃO DE PEDIDOS >> Aba OBSERVAÇÕES >> Subaba GERAIS >> Campo OBSERVAÇÃO A SER IMPRESSA).
  3. Opção VISUALIZAR AS OBSERVAÇÕES DO CLIENTE: Com essa opção marcada, será exibida na grid dessa tela as informações presentes em um campo dedicado às observações para aquele cliente, presente na Tela de inclusão ou alteração de clientes em (Cadastros >> Clientes >> Clientes >> Tela [0660] CADASTRO DE CLIENTES >> Incluir / Alterar >> Tela [0057] INCLUSÃO / ALTERAÇÃO DE CLIENTES >> Aba DADOS CADASTRAIS >> Subaba OBS PEDIDO).
  4. Opção IMPORTAR SOMENTE OS ITENS COM ESTOQUE POSITIVO: Com essa opção selecionada, serão importados somente os itens que possuam estoque positivo. Assim, caso haja produtos em pedidos de venda que não tenham estoque, mas o usuário esteja usando essa rotina para adquirir tais produto, é interessante não utilizar esta marcação.
  5. Opções AGRUPAR OS DESCONTOS NOS ITENS, ATUALIZAR OS PRODUTOS EM OUTRAS MOEDAS COM A COTAÇÃO DESTA DATA, e RECALCULAR SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DO(S) PEDIDO(S): A tela de importação de pedido é utilizada em vários processos do sistema. Essas opções são para importações do pedido para a venda, não são utilizadas para nenhuma rotina de compras, não oferecendo assim mudanças na rotina.
  • Caso informe no Filtro PEDIDO algum número e tecle Enter, automaticamente tal pedido de venda será exportado para a grid de exibição de resultados da Tela [0474] INCLUINDO COTAÇÃO DE PREÇOS.
  • Botão Pedido Compra : Abre uma tela para ser informado o número do pedido de compra que deve ser importado (o Pedido de Compra é criado na Tela [0419] PEDIDO DE COMPRA). Informe-o e clique em Ok para que o Pedido de Compra seja importado para a Tela [0474] INCLUINDO COTAÇÃO DE PREÇOS.

Figura 015 – Tela [0282] PEDIDO DE COMPRA.

  • Botão O.S. : Quando um cliente adquire os produtos de acordo com sua demanda de utilização, pode-se importar uma Ordem de Serviço direto para a Cotação de Compra. Ao clicar neste botão, é aberta a Tela [0271] IMPORTAÇÃO DE ORDEM DE SERVIÇO, permitindo filtra as O.S. disponíveis e selecioná-las para a cotação. Esta Tela não apresenta o botão Importar, ao selecionar a O.S., clique em Sair, ou dê um duplo clique sobre a O.S. desejada, que automaticamente a mesma será importada para a Tela [0474] INCLUINDO COTAÇÃO DE PREÇOS.
  • Botão Sugestão : Abre a Tela [0336] SUGESTÃO DE COMPRA para que escolha dentre uma das sugestões de compra possíveis. Uma vez escolhida a sugestão, clique no botão Exportar ; a Tela [0336] SUGESTÃO DE COMPRA será fechada e a sugestão escolhida será exportada para a Tela [0474] INCLUINDO COTAÇÃO DE PREÇO – todos os itens apresentados na Tela [0336] SUGESTÃO DE COMPRA serão exportados para a Tela de Cotação – para maiores informações acerca do processo de Sugestão de Compra, veja o tópico anterior.
  • Botão Solicitação : Abre a Tela [0511] SOLICITAÇÃO DE COMPRA, permitindo que seja escolhida alguma solicitação de compra para que seja exportada para a Tela [0474] INCLUINDO COTAÇÃO DE PREÇO. Na Tela [0511] SOLICITAÇÃO DE COMPRA, dê um duplo clique no item selecionado na grid de exibição de resultados e clique em Sair, ou selecione o item com o botão direito do mouse e clique em Comprar: a solicitação será inclusa automaticamente na Tela [0474] INCLUINDO COTAÇÃO DE PREÇOS– para maiores informações acerca do processo de inclusão de uma Solicitação de Compra no Sistema, veja o primeiro tópico desse manual.

Executando qualquer uma das rotinas acima para incluir itens na Tela [0474] INCLUINDO COTAÇÃO DE PREÇOS, será necessário proceder como descrito abaixo:

Figura 016 – Tela [0474] INCLUINDO COTAÇÃO DE PREÇOS

  1. Informe o TÍTULO DA COTAÇÃO: Esse título é obrigatório, uma vez que irá identificar a cotação realizada na Tela [0412] COTAÇÃO DE PREÇOS.
  2. INÍCIO: Informe a data de início para a cotação e a data final de validade da mesma.
  3. DIAS: Automaticamente será preenchido com o número de dias entre a data inicial e a data final.
  4. COMPRADOR: Informe o nome do funcionário (comprador) que está incluindo a Cotação de Compra.
  5. Os itens escolhidos nas rotinas explicitadas anteriormente estarão disponíveis na grid de exibição de resultados. Caso deseje excluir algum item, basta selecioná-lo na grid e teclar Delete – o item será excluído, sem oferecer mensagem para confirmar a operação. Caso esteja incluindo a cotação manualmente, selecione os itens através do campo Código.
  6. É necessário ADICIONAR O FORNECEDOR que será consultado pelo sistema para realizar a cotação de preços. Selecione, um por um, no campo indicado e envie-o para a grid da parte inferior da Tela usando as setas ( para selecioná-lo para a cotação e para retirá-lo da cotação). Nesta opção, só serão exibidos os fornecedores que estiverem vinculados ao produto. Para vincular um fornecedor ao produto, utilize as Telas [0325] FORNECEDORES DESTE PRODUTO, acessada através do caminho (Cadastros >> Produtos >> Produtos >> Tela [0293] CADASTRO DE PRODUTOS >> Funções >> Fornecedores do Produto >> Tela [0325] FORNECEDORES DESTE PRODUTO), ou Tela [0050] ADICIONAR/REMOVER: FORNECEDOR -> PRODUTOS, acessada através do caminho (Cadastros >> Fornecedores >> Fornecedores do Produto >> Tela [0050] ADICIONAR / REMOVER: FORNECEDOR -> PRODUTOS).

Após realizar as configurações para a cotação, clique em Gravar para registrar a cotação ou clique em Cancelar para descartar a cotação realizada.

Com essa rotina realizada, a Tela [0412] COTAÇÃO DE PREÇOS terá a grid de exibição de resultados preenchida, habilitando alguns dos botões do cabeçalho da Tela.

Figura 017 – Tela [0412] COTAÇÃO DE PREÇOS

Agora, é necessário clicar no botão Iniciar para que sejam habilitados os botões Precificar , email e Excel no cabeçalho da Tela, pois somente clicando no botão Iniciar que será possível digitar os valores dos produtos cotados. Cada um desses botões visa atender a possibilidade do próprio Fornecedor informar o preço do Produto que está sendo requisitado pela empresa de diferentes modos possíveis (veja abaixo as especificidades dos botões citados). Cada um desses botões obedecerá e oferecerá uma rotina para que o Fornecedor informe os preços de seus produtos:

  • Botão Precificar : Abre a Tela [0578] COTAÇÃO DE PREÇOS. A partir dessa Tela, será possível informar os preços que os fornecedores praticam quanto aos produtos escolhidos para compra.

Figura 018 – Tela [0578] COTAÇÃO DE PREÇOS.

  1. Nesse campo, é possível, clicando em , adicionar um arquivo com extensão XLS ou XLSX (Excel), de modo que seja possível importar alguma resposta advinda do Fornecedor para a cotação de preços – tal arquivo pode estabelecer relação com o arquivo gerado pelo botão Excel (veja abaixo). Após selecionar o arquivo desejado, clique em Importar , à esquerda desse campo, para que os dados do arquivo sejam inclusos na grid de exibição de resultados.
  2. O campo TÍTULO DA COTAÇÃO é aquele registrado na Tela [0474] INCLUIDO COTAÇÃO DE PREÇOS (veja acima).
  3. Para visualizar os preços do FORNECEDOR, é necessário alternar entre os fornecedores indicados para aquela cotação utilizando desse campo. Os dados informados na grid de exibição de resultados serão relativos ao Fornecedor indicado aqui.
  4. O Agrupamento VALORES PADRÕES DO FORNECEDOR refere-se ao fornecedor selecionado (veja 3). Esse campo permite que sejam informados padrões que serão válidos para todos os itens adquiridos deste fornecedor – por exemplo, o PRAZO DE ENTREGA (DIAS) refere-se ao tempo que o Fornecedor demorará para entregar-lhe os produtos solicitados, % DESCONTO refere-se a quanto de desconto os itens receberão. São valores fornecidos pelo fornecedor para essa cotação. A vantagem da digitação dessa informação é que será levada como padrão para o lançamento dos itens desse fornecedor.
  5. Esses campos devem ser informados item a item: selecione o produto na grid de exibição de resultados e informe os valores nesses campos abaixo da grid. Tais valores serão válidos somente para aquele produto; clique em Enter até que os valores sejam inclusos na grid de exibição de resultados.

Essa Tela não possui botões de Gravar ou Cancelar; assim, nos campos que puderem ser preenchidos, tecle Enter para incluir a informação nessa Tela e Tab para alterar entre os campos. Realizadas as configurações desejadas, clique no botão Sair – os dados serão registrados no sistema automaticamente.

  • Botão email : Oferece a opção de enviar por e-mail a lista de produtos para cotação. É aberta uma janela que oferece as opções de enviar a cotação por e-mail para o fornecedor Posicionado (será considerado Fornecedor posicionado o escolhido na grid de exibição de resultados no rodapé da Tela [0412] COTAÇÃO DE PREÇOS), para Todos os fornecedores (isto é, todos os fornecedores da cotação) ou Cancelar a operação. Será aberta a Tela [0951] ENVIAR MENSAGEM, trazendo o email do fornecedor informado, o título da cotação como assunto e o arquivo em Excel anexado.
  • O email será enviado, caso haja um gerenciador de email padrão configurado na máquina de envio e caso este esteja corretamente apontado na configuração do terminal, em (Utilitários >> Configurações >> Terminal >> Tela [0461] CONFIGURAÇÃO DE TERMINAL >> 1.Dados Gerais >> 6. PROGRAMA DE EMAIL).
  • Botão Excel : Oferece a opção para gerar uma planilha de Excel a ser disponibilizada ao Fornecedor, permitindo que seja preenchida essa planilha com os valores informados. A tela oferece as opções de gerar planilhas para o fornecedor Posicionado, para Todos os fornecedores ou Can celar a operação. O arquivo será gerado, por padrão, na pasta informada na configuração do terminal – em (Utilitários >> Configurações >> Terminal >> Tela [0461] CONFIGURAÇÕES DE TERMINAIS >> Aba 1. DADOS GERAIS >> campo 9. PASTA P/ GERAÇÃO DE ARQUIVOS).

Figura 019 – Tela [0282] GERAÇÃO DE PLANILHA EXCEL.

Caso seja escolhida a opção TODOS, será gerado um arquivo para cada fornecedor.

  • Há uma opção na Configuração do Sistema que permite configurar o arquivo enviado ao fornecedor, retirando do arquivo o código do fabricante e a marca, tal configuração localiza-se em (Utilitários >> Configurações >> Sistema >> Tela [0030] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA – CADASTRO DE EMPRESAS >> Alterar >> Tela [0444] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA >> 9.Fornecedor/Compra >> 7.1 OCULTAR CÓD.FABRICANTE E MARCA NA GERAÇÃO DE ARQUIVOS P/ FORNECEDORES).

Digitação da Cotação pelo Fornecedor

Outra opção para que os Fornecedores informem seus preços é utilizando um terminal disponibilizado para que seus representantes informem os valores dos produtos. Para isso, é necessário que eles possuam uma senha em seu cadastro de Fornecedores em (Cadastros >> Fornecedores >> Fornecedores >> Tela [0053] CADASTRO DE FORNECEDORES >> Incluir/Alterar >> Tela [0065] INCLUSÃO / ALTERAÇÃO DE FORNECEDORES >> Aba DADOS COMPLEMENTARES >> Campo SENHA PARA O MÓDULO DE COTAÇÃO).

Figura 020 – Detalhe da Tela [0065] INCLUSÃO / ALTERAÇÃO DE FORNECEDORES.

Informe para o seu fornecedor ou representante o Código de Fornecedor (disponível na Tela [0053] CADASTRO DE FORNECEDORES – Coluna Código) e a senha cadastrada (veja acima). Em um terminal ou em um computador designado para isso, dê-lhe acesso à Tela [0531] DIGITAÇÃO DE COTAÇÃO, localizada em (Compras >> Sugestão e Cotação de Preço >> Digitação da Cotação pelo Fornecedor >> Tela [0531] DIGITAÇÃO DE COTAÇÃO).

Figura 021 – Tela [0531] DIGITAÇÃO DE COTAÇÃO: o nome do comprador constará na imagem.

Tendo o Fornecedor informado seu código e sua senha e clicado em Enter, serão habilitados os botões Digitar os Preços e Encerrar . Clicando em Digitar os Preços será aberta a Tela [0578] COTAÇÃO DE PREÇOS para que o Fornecedor proceda informando o valor de seus produtos (semelhante à rotina descrita acima); após realizar as alterações e clicando em Sair , o usuário retorna à Tela [0531] DIGITAÇÃO DE COTAÇÃO com os botões desabilitados.

Após permitir que seu Fornecedor realize a digitação, clique em Sair . Será solicitada uma senha para que se retorne ao ONCLICK – tal rotina existe para que o Fornecedor não termine de informar seus preços e acesse as informações disponíveis na base de dados.

Após receber os arquivos em Excel dos Fornecedores, ter informado manualmente os valores dos Produtos ou permitido que os Fornecedores informassem seus preços a partir de algum terminal disponível, é necessário clicar no botão Gerenciar , para gerenciar os ganhadores da cotação.

  • Botão Gerenciar : Tem a função de eleger os ganhadores, escolher os produtos e fornecedores da cotação. Esse botão abrirá a Tela [0512] COTAÇÃO DE PREÇOS – nome da cotação. Nessa Tela será possível, clicando em cada um de seus itens, comparar os valores e condições informados pelos fornecedores e escolher os produtos utilizando-se dos critérios desejados pelo usuário.

Figura 022 – Tela [0512] COTAÇÃO DE PREÇOS.

Para selecionar o produto, escolha-o na grid de exibição de resultados, compare os dados informados pelos seus Fornecedores e então clique em Eleger Item : o item será marcado em vermelho na grid de exibição de resultados e a coluna G (de ganhador) será modificada de para . Após realizar essa seleção de itens, clique no botão Eleger Ganhadores : será aberta uma confirmação para a operação.

Figura 023 – Tela [0512] COTAÇÃO DE PREÇOS – ganhadores da cotação

Clicando em Sim, serão confirmados os ganhadores – é preciso proceder a essa rotina para encerrar a cotação. Clicando em Sair após realizar os procedimentos descritos acima; será exibida uma mensagem: Deseja encerrar a cotação?, ao clicar em Sim, o Sistema retornará à Tela [0412] COTAÇÃO DE PREÇOS com os botões Iniciar (caso deseje abrir novamente a cotação para disputa entre fornecedores, seguindo a rotina descrita acima) e Pedido habilitados. A situação da cotação neste momento mudará de EM ANDAMENTO para ENCERRADA.

As situações das cotações poderão ser consultadas na Tela [0412] COTAÇÃO DE PREÇOS, a partir da coluna SITUAÇÃO da grid de resultados, onde:

– Ao incluir uma cotação manualmente e clicar em Gravar , ou importá-la através de uma das opções descritas acima, e ainda não ter clicado no botão Iniciar , a situação exibida será: NÃO INICIADA.

Figura 024 – Tela [0412] COTAÇÃO DE PREÇOS – situação da cotação

– Após precificar uma cotação, e voltar à Tela [0412], sem eleger seus ganhadores ainda, a situação exibida será: EM ANDAMENTO.

Figura 025 – – Tela [0412] COTAÇÃO DE PREÇOS – situação da cotação

– Após eleger seus ganhadores, a situação exibida será: ENCERRADA.

Figura 026 – – Tela [0412] COTAÇÃO DE PREÇOS – situação da cotação

  • Botão Pedido : Será aberta uma Tela oferecendo a mensagem Gerar o pedido de compra para o(s) fornecedor (es), sendo possível gerar para o Fornecedor Posicionado, para Todos ou Cancelar a operação. Clicando em Posicionado ou em Todos será oferecida uma mensagem de que os pedidos de compra foram gerados (Pedidos de compra gerados com sucesso). Agora, em Compras, no Agrupamento Nota de Compra, clicando em Pedido de Compra , na Tela [0419] PEDIDO DE COMPRA estarão disponíveis os Pedidos gerados através dessa rotina.

PEDIDO DE COMPRA

(Compras >> Nota de Compra >> Pedido de Compra >> Tela [0419] PEDIDO DE COMPRA).

  • Para a execução dos procedimentos relativos ao Pedido de Compra, é necessário ao usuário possuir permissão de acesso, localizada em (Utilitários >> Perfil e Usuários >> Perfil >> Tela [0984] CADASTRO DE PERFIL >> Permissões >> Tela [0645] PERFIL – PERMISSÃO DE ACESSO >> 5.Compras >> Agrupamento 1. Pedido de Compra >> 1.1 CADASTRO).

Na Tela [0419] PEDIDO DE COMPRA, é possível visualizar os Pedidos de Compra realizados, incluir ou alterar os pedidos de compra já salvos, bem como excluir os que forem desnecessários. Clique em Incluir ou Alterar para abrir a Tela [0572] INCLUINDO/ALTERANDO PEDIDO DE COMPRA.

Figura 027 – Tela [0572] INCLUINDO PEDINDO DE COMPRA.

  1. Selecione o TIPO do Pedido de Compra, sendo possível escolher entre as opções Pedido, Cotação, Troca ou Resíduo. A única diferença entre eles, é que o tipo Cotação não tem seus valores impressos ao utilizar o botão Relatórios da Tela [0419] PEDIDO DE COMPRA. Os demais tipos servem para auxiliar o controle do cliente.
  2. No campo PEDIDO Nº será mostrado o número do pedido de compra, após o mesmo ter sido salvo. Este campo é preenchido automaticamente pelo sistema com a numeração sequencial dos pedidos de compra.
  3. Campo EMISSÃO: Preencha a data de emissão do pedido de compra, a qual será utilizada para localizar tal pedido na Tela [0419] PEDIDO DE COMPRA.
  4. Campo MOEDA: Selecione a moeda pela qual será realizado o pagamento do Pedido de Compra. Moedas são cadastradas em (Financeiro >> Tabelas Financeiras >> Moedas >> Tela [0012] CADASTRO DE MOEDAS).
  5. Campo FORNECEDOR: Selecione o nome do FORNECEDOR do pedido de compra. O botão Cadastra Fornecedor , ao lado do campo, abre a Tela [0053] CADASTRO DE FORNECEDORES, útil para a alteração ou inclusão de um fornecedor sem a necessidade de sair da tela de inclusão do pedido. O campo Fornecedor não é um campo obrigatório, sendo possível gravar um pedido de compra sem informá-lo; nestes casos, o pedido é mostrado na grid da Tela [0419] PEDIDO DE COMPRA com a informação “sem fornecedor definido” na coluna Fornecedor, não havendo a possibilidade deste pedido ser importado para uma nota fiscal de entrada posteriormente. Recomendamos que todas as informações inerentes ao pedido de compra sejam informadas corretamente ao inclui-lo.
  6. Campo CONTATO: Neste campo, poderá ser informado um dos contatos registrados anteriormente no cadastro do fornecedor, em (Cadastros >> Fornecedores >> Fornecedores >> Tela [0053] CADASTRO DE FORNECEDORES >> Incluir/Alterar >> Tela [0065] INCLUSÃO / ALTERAÇÃO DE FORNECEDORES >> Aba DADOS CADASTRAIS >> Subaba CONTATOS). Para utilizá-lo, clique no botão Visualiza os contatos do cliente , ao lado do campo, abrindo a Tela [0513] CONTATOS, na qual serão listados os contatos cadastrados. Selecione o contato desejado e tecle Enter.
  7. Campo EMAIL: Caso o fornecedor tenha um endereço de e-mail cadastrado na Tela [0065] ALTERAÇÃO DE FORNECEDORES, Aba DADOS CADASTRAIS, Sub-Aba TELEFONES/EMAIL, campo E-MAIL, tal endereço de e-mail será mostrado neste campo ao selecionar o fornecedor. Também é possível apagar o campo e-mail, salvando o pedido de compra sem esta informação, ou ainda alterar o e-mail informado, digitando outro. No caso desta alteração, o e-mail do cadastro do fornecedor não será alterado.
  8. Campos ENTREGAR e FATURAR: O campo ENTREGAR define a data de entrega dos itens do pedido de compra. No primeiro campo, selecione a informação referente ao dia da entrega, entre Até dia, No dia, Após dia, Dentro de (dias). Os campos à frente serão habilitados de acordo com a opção selecionada, sendo que se for informada as opções Até dia, No dia e Após dia, será aberto um calendário para a seleção do dia de referência. Se for selecionada a opção Dentro de (dias), será habilitado o campo DIAS para o preenchimento do número de dias limite para a entrega. Já o campo FATURAR terá um funcionamento semelhante ao campo ENTREGAR, mas com a diferença que refere-se ao faturamento do pedido.
  • Os campos FATURAR e ENTREGAR são campos informativos com previsões de datas para o fornecedor. Exemplo, um pedido de compra com data de emissão em 18/03, pode estar com previsão no campo ENTREGAR em Até dia 01/05 e FATURAR Até dia 29/04. Estas datas previstas serão impressas no pedido de compra gráfico e matricial.
  1. Campo ATENDIMENTO: Informe o tipo de atendimento que será considerado para esse pedido. Tipos de atendimento são cadastrados e configurados em (Vendas >>Tabelas Diversas >> Tabelas Diversas >> Tipos de Atendimento >> Tela [0038] TIPOS DE ATENDIMENTO).
  2. Nesse Agrupamento estarão disponíveis os dados do Fornecedor, com as formas de contatá-lo, seu endereço, etc.
  3. A partir desses campos será realizada a inclusão de um produto no Pedido de Compra. Para isso, selecione qual será o código utilizado (sendo possível utilizar as opções Código de Barras, Código do Fabricante, Código Auxiliar e Código Automático) e então, no campo CÓDIGO, informe o código do produto desejado. Para realizar consultas quanto aos produtos já cadastrados no Sistema, é possível utilizar os botões, ao lado do campo CÓDIGO, Pesquisa Produto (que acessa a Tela [0074] PROCURA PRODUTOS) e Cadastra produtos (que acessa a Tela [0293] CADASTRO DE PRODUTOS, permitindo incluir um cadastro de produto ou alterar um cadastro já existente), permitindo consultar o número do produto desejado para digitação. Após informar o código do produto no campo devido, tecle Enter: o produto será incluso na grid de exibição de resultados dessa Tela. Proceda assim, sucessivamente, para os diversos produtos que desejar incluir.
  4. Na Aba CONDIÇÃO DE PAGAMENTO, é preciso informar os dados relativos à forma de pagamento que será realizada. No Campo DESCONTO %, informe, se for o caso, um percentual de desconto sobre o Pedido de Compra ou um valor em números no campo R$, à frente do campo citado. Em FORMA DE PAGAMENTO, selecione o modo como se procederá a operação, qual a forma que será pago o Pedido de Compra, bem como em TIPO DE PAGAMENTO selecione o tipo de pagamento desejado – tipos de pagamento são cadastrados em (Financeiro >> Tabelas Financeiras >> Tabelas Diversas >> Tipos de Pagamento (Contas a Pagar) >> Tela [0160] TIPOS DE PAGAMENTO – CONTAS A PAGAR). Em PRAZO, informe um prazo para recebimento do Pedido. Em VR. ADIANT., é possível visualizar o valor de crédito para o fornecedor em questão.
  5. Nessas outras abas estarão disponíveis outras informações que podem ser interessantes para o preenchimento do Pedido de Compra. Suas funções são amplas e seus usos despenderão da regra de negócio praticada por cada empresa:
  • Aba TRANSPORTADORAS/FRETE: Nesta aba informe a transportadora responsável pelo transporte das mercadorias do pedido de compra, bem como acréscimos e valor do frete.
  • Aba OUTRAS INFORMAÇÕES: No campo COMPRADOR, poderá ser informado o nome do funcionário que incluiu o pedido de compra – só serão mostrados neste campo os funcionários que estejam com a opção Comprador marcada em seu cadastro, em (Cadastros >> Funcionários >> Funcionários >> Tela [0128] CADASTRO DE FUNCIONÁRIOS >> Incluir/Alterar >> Tela [0152] INCLUSÃO / ALTERAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS >> Agrupamento CARGO/FUNÇÃO >> opção COMPRADOR). No campo SOLICITANTE, é possível digitar a informação desejada quanto ao responsável pela solicitação do Pedido de Compra. No campo ALMOXARIFADO, poderá ser selecionado o almoxarifado referente aos itens solicitados no pedido. O estoque entrará no almoxarifado selecionado, e poderá ser visualizado no Cadastro do Produto, clicando na lupa ao lado do campo Compra (vide imagem abaixo). No campo OBSERVAÇÃO, poderá ser digitada uma observação livre que será impressa no pedido de compra gráfico e matricial e também será importada para a nota de entrada, caso o pedido de compra seja faturado.

Figura 028 – Estoque Compra

Figura 029 – Tela [0101] PEDIDOS DE COMPRA

  • Na configuração do Sistema será possível informar observações a serem impressas em todos os pedidos de compra; neste caso, não haverá a necessidade de digitar a observação a cada pedido de compra incluso. As observações podem ser cadastradas em (Utilitários >> Configurações >> Sistema >> Tela [0030] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA – CADASTRO DE EMPRESAS >> Alterar >> Tela [0444] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA >> 9. FORNECEDOR/COMPRA >> Agrupamento 2. PEDIDO DE COMPRA >> 2.4 OBSERVAÇÃO PARA O PEDIDO DE COMPRA e opção 2.8 OBSERVAÇÃO DO RODAPÉ PARA O PEDIDO DE COMPRA).
  • Aba NEGOCIAÇÕES: Poderá ser informado um histórico de negociações com este fornecedor, sendo que o campo presente nessa Aba tem apenas caráter informativo.
  • Aba OBS DO FORNECEDOR: Nesta aba serão exibidas as observações cadastradas no cadastro do fornecedor, em (Cadastros >> Fornecedores >> Fornecedores >> Tela [0053] CADASTRO DE FORNECEDORES >> Incluir/Alterar >> Tela [0065] INCLUSÃO / ALTERAÇÃO DE FORNECEDORES >> aba Dados Cadastrais >> campo OBSERVAÇÕES SOBRE O FORNECEDOR) – caso existam.
  • Aba CENTRO DE CUSTO: Nesta aba será possível incluir uma despesa que corresponda ao pedido de compra, e definir o percentual do pedido de compra que será destinado aos diferentes centros de custo da empresa. Os centros de custo são cadastrados em (Financeiro >> Tabelas Financeiras >> Centro de Custo >> Tela [0133] CENTRO DE CUSTO). As despesas são cadastradas em (Financeiro >> Tabelas Financeiras >> Despesas >> Tela [0418] DESPESAS).
  • Aba BLOQUEIOS: Nesta Aba são mostrados os motivos que resultaram no bloqueio do pedido de compra. Por exemplo, “bloqueio manual”, caso o usuário tenha manualmente clicado no botão Bloquear da Tela [0419] PEDIDO DE COMPRA, ou ‘”fornecedor inativo”, caso o fornecedor escolhido esteja marcado como inativo em seu cadastro.
  • Pode ocorrer de todos os Pedidos de Compra serem salvos como bloqueados, isto deve-se a uma Configuração do Sistema, localizada em (Utilitários >> Configurações >> Sistemas >> Tela [0030] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA >> Alterar >> Tela [0444] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA >> 9.Fornecedor/Compra >> Agrupamento 2.Pedido de Compra >> 2.1 INICIAR PEDIDO). Esta configuração é útil caso o usuário deseje avaliar o pedido de compra antes de seu faturamento, já que não é possível importar para a Nota de Entrada pedidos de compra bloqueados.
  • Para bloquear ou desbloquear um Pedido de Compra, é necessário ao usuário possuir permissão de acesso, localizada em (Utilitários >> Perfil e Usuários >> Perfil >> Tela [0984] CADASTRO DE PERFIL >> Permissões >> 5.Compras >> Agrupamento 1.Pedido de Compra >> 1.1 BLOQUEIA/DESBLOQUEIA O PEDIDO DE COMPRA). Com essa permissão desmarcada, os botões Bloquear e Desbloquear da Tela [0419] PEDIDO DE COMPRA ficam desabilitados.
  • Aba USUÁRIOS E LIBERAÇÕES: Nesta aba será mostrado o nome do usuário que incluiu o pedido de compra, bem como a data e hora de inclusão (campo INCLUÍDO POR). Também é mostrado o nome do usuário, data e horário da última alteração realizada (campo ALTERADO POR), considere alteração como simplesmente clicar no botão Alterar da Tela [0419] PEDIDO DE COMPRA e Gravar da Tela [0572] ALTERANDO PEDIDO DE COMPRA posteriormente, sem a necessidade de ter ocorrido uma alteração efetiva. Também será mostrado o nome do usuário que desbloqueou o pedido e a data e hora em que o pedido de compra foi desbloqueado (campo LIBERADO POR); o usuário aqui será o nome do usuário cuja senha foi digitada na tela de desbloqueio do pedido e não do usuário logado no sistema.
  1. Caso o produto que deseja adquirir esteja com preço superior em relação à última aquisição, esse aviso estará disponível – PRODUTO COM PREÇO SUPERIOR A ÚLTIMA COMPRA.

O Botão Histórico dessa Tela abrirá a Tela [0087] HISTÓRICO DE COMPRAS, possibilitando visualizar o histórico de compras com aquele fornecedor. Tal Histórico apresenta informações sobre Produtos, mas não é um Histórico de Produtos. Nessa Tela estarão disponíveis informações acerca das aquisições realizadas com o Fornecedor selecionado no Filtro FORNECEDOR da Tela [0572] INCLUINDO PEDIDO DE COMPRA, como as notas fiscais registradas para aquele fornecedor, e os itens adquiridos.

A partir do Botão Funções , é possível escolher algumas opções:

  • Importar uma Solicitação de Compra: Abre a Tela [0511] SOLICITAÇÃO DE COMPRA, possibilitando escolher alguma solicitação de compra já inclusa para que seja importada para a Tela [0572] INCLUINDO / ALTERANDO PEDIDO DE COMPRA. Para que um item da Tela [0511] SOLICITAÇÃO DE COMPRA seja disponibilizado para a inclusão em um pedido de compra, na grid de exibição de resultados da Tela [0511] dê um duplo clique sobre o produto desejado: será exibida uma mensagem de confirmação da importação desejada.

Figura 030 – Tela [0511] SOLICITAÇÃO DE COMPRA: confirmação de importação do item.

  • É possível importar a Solicitação de Compra, com os valores zerados, para isto desmarque a opção 2.5 das Configurações do Sistema, em (Utilitários >> Configurações >> Sistema >> Tela [0030] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA >> Alterar >> Tela [0444] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA >> 9.Fornecedor/Compra >> Agrupamento 2. Pedido de Compra >> 2.5 IMPORTAR SOLICITAÇÃO COM VALOR NOS PRODUTOS).
  • Importar uma Sugestão de Compra: Abre a Tela [0336] SUGESTÃO DE COMPRA; nessa Tela, após selecionar os itens de sugestão de compra, clique no botão Exportar para que os itens sejam levados para a Tela [0572] INCLUINDO/ALTERANDO PEDIDO DE COMPRA.
  • OBSERVAÇÃO: Serão exportados todos os itens da grid de exibição de resultados da Tela [0336] SUGESTÃO DE COMPRA para a Tela [0572] INCLUINDO/ALTERANDO PEDIDO DE COMPRA. Para clientes com base de dados multiempresa, o botão pedidos estará habilitado na Sugestão de Compra, pois poderá ser gerado um pedido para cada empresa.
  • ATENÇÃO: Utilizando qualquer uma das funções de importação acima, alguns dados da Tela [0572] INCLUINDO PEDIDO DE COMPRA serão preenchidos com as informações das telas citadas.
  • Importar Pedido de Venda: Abre a Tela [0110] PROCURA PEDIDO, que listará os pedidos de venda presentes no sistema. Para selecionar um pedido, selecione-o e dê enter ou duplo clique, será aberta a Tela [0974] RESUMO DA IMPORTAÇÃO DE ITENS PARA O PEDIDO DE COMPRA, onde serão exibidos os produtos que serão importados para o pedido de compra, clique em Sair e os itens serão importados. Esta função é útil no caso de realizar um pedido de venda de itens que não contém estoque e ser necessário adquiri-los.
  • Importar Ordem de Serviço: Abre a Tela [0271] IMPORTAÇÃO DE ORDEM DE SERVIÇO, permitindo importar uma O.S. para o Pedido de Compra. Selecione a O.S. e dê enter ou duplo clique, será aberta a Tela [0974] RESUMO DA IMPORTAÇÃO DE ITENS PARA O PEDIDO DE COMPRA, onde serão exibidos os produtos que serão importados para o pedido de compra, clique em Sair e os itens serão importados.
  • Importar um arquivo texto: Importa os itens gerados anteriormente a partir de um Pedido de Venda. Para exportar os itens do Pedido de Venda para um arquivo texto, na Tela [0574] ALTERAÇÃO DE PEDIDOS/ORÇAMENTOS em (Vendas >> Pedidos e Orçamentos >> Pedido >> Alterar >> Tela [0574] ALTERAÇÃO DE PEDIDOS/ORÇAMENTOS), clique em Funções >> Exportar itens para um arquivo texto.
  • Copiar e Colar: Estas funções oferecem a possibilidade de copiar os itens de um pedido de compra para outro pedido de compra, sem a necessidade de digitá-los. Para isto, altere o pedido de compra que deseja copiar os itens, na Tela [0572] ALTERANDO PEDIDO DE COMPRA, clique em Funções >> Copiar e depois em Gravar. Na Tela [0419] PEDIDO DE COMPRA, clique em Incluir e em funções >> Colar. Os itens copiados do primeiro pedido de compra serão colados no novo pedido de compra.

O pedido de compra cadastrado dessa forma poderá ser exportado para a Nota Fiscal de Entrada (Tela [0563] NOTA FISCAL DE ENTRADA), otimizando o processo de geração dessa Nota Fiscal.

Voltando à Tela [0419] PEDIDO DE COMPRA, temos:

  • Botão Bloquear/Desbloquear : Um pedido de compra pode ser bloqueado manualmente pelo usuário, impedindo sua importação para a nota fiscal de entrada. Para realizar o bloqueio ou o desbloqueio do pedido, é necessário possuir permissão de usuário, localizada em (Utilitários >> Perfil e Usuários >> Perfil >> Tela [0984] CADASTRO DE PERFIL >> Permissões >> 5.Compras >> Agrupamento 1.Pedido de Compra >> 1.1 BLOQUEIA/DESBLOQUEIA O PEDIDO DE COMPRA).
  • Botão Funções : Nesta opção são disponibilizadas duas funções: EXPORTAR PEDIDO PARA O FTP e ORIGENS DO PEDIDO DE COMPRA. A função EXPORTAR PEDIDO PARA O FTP é utilizado por filiais que incluem o pedido de compra, e o transmite para o FTP da empresa Matriz; a empresa Matriz, através do Importa Internet, importa os pedidos e os transforma em Pedidos de Venda. Já a função ORIGENS DO PEDIDO DE COMPRA, abre a Tela [0975] ORIGEM DO PEDIDO DE COMPRA, apresentando a origem de importação do Pedido de Compra selecionado na grid, por exemplo, caso tenha sido importado de um Pedido de Venda será apresentado na coluna TIPO ORIGEM a informação PEDIDO VENDA, bem como o número do pedido de venda na coluna NÚMERO ORIGEM e o nome do cliente do Pedido de Venda, o mesmo com a importação de uma O.S. Caso o Pedido de Compra tenha sido incluso manualmente, ou colado a partir de outro, será apresentada a mensagem PEDIDO NÃO POSSUI ORIGEM DE IMPORTAÇÃO.
  • Botão Fornecedores : Abre a Tela [0573] FORNECEDORES DESTE PEDIDO, apresentando a relação de fornecedores que já forneceram os produtos que estão dentro do pedido.
  • Botão Documentos : O sistema permite a vinculação de documentos aos pedidos de compra, por exemplo, imagens, documentos relativos ao fornecedor do pedido, etc. Ao clicar em Documentos , será aberta a Tela [0805] CADASTRO DE DOCUMENTOS.

Figura 031 – Tela [0805] CADASTRO DE DOCUMENTOS

Clique em Incluir para habilitar os campos CAMINHO DO ARQUIVO (a partir desse campo, informe a localização do arquivo no computador) e DESCRIÇÃO DO ARQUIVO (insira uma descrição do documento anexado). Após esses procedimentos, clique em Gravar para registrar a operação. Os arquivos anexados passarão a constar no banco de dados do Sistema.

  • Para utilizar a função de Documentos, é necessário ao usuário possuir permissão de acesso localizada em (Utilitários >> Perfil e Usuários >> Perfil >> Tela [0984] CADASTRO DE PERFIL >> Permissões >> Tela [0645] PERFIL – PERMISSÃO DE ACESSO >> 5.Compras >> Agrupamento 1.Pedido de Compra >> 1.1 CADASTRO >> marcar a opção DOCUMENTOS).
  • Botões Email/Matricial/Gráfico: Permitem imprimir ou enviar os pedidos de compra para um endereço de email. O botão Email abre a Tela [0008] ENVIAR RELATÓRIO POR EMAIL, na qual deverá ser informado um ou mais endereços de destinatário; o email será enviado com o pedido de compra em anexo e utilizando o programa de email configurado no caminho: (Utilitários >> Configurações >> Terminal >> Tela [0461] CONFIGURAÇÃO DE TERMINAIS >> 1.Dados Gerais >> 6.PROGRAMA DE EMAIL). Os botões Matricial e Gráfico, irão imprimir o pedido de compra de acordo com a impressora do cliente, sendo que há a possibilidade de personalizar o pedido de compra gráfico, adicionando ou excluindo campos de acordo com a necessidade do usuário. Para utilizar o Pedido de Compra personalizado, vá em (Utilitários >> Configurações >> Sistema >> Tela [0030] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA >> Alterar >> Tela [0444] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA >> 9.Fornecedor/Compra >> 2.9 RELATÓRIO GRÁFICO CUSTOMIZADO >> Definir um relatório), onde ao clicar em Definir um Relatório, será aberto o programa Fast Report, para a configuração dos campos a serem impressos no Pedido Gráfico.
  • A personalização do pedido gráfico pode ser solicitada junto ao nosso setor de Serviços.
  • Botão Relatórios : Apresenta as opções: IMPRIMIR O RESUMO DE PRODUTOS EM PEDIDO, PEDIDO GRÁFICO (INGLÊS), e EXPORTAR ITENS DO PEDIDO PARA O EXCEL. A opção IMPRIMIR O RESUMO DE PRODUTOS EM PEDIDO irá abrir a Tela [0624] RESUMO DE PRODUTOS EM PEDIDO que possibilita emitir um relatório dos produtos que constam em Pedidos de Compra, totalizando por fornecedor, pedido ou produto, permitindo verificar os produtos que ainda não estão em Notas de Entrada. A opção PEDIDO GRÁFICO (INGLÊS) é utilizada para o envio dos Pedidos a fornecedores internacionais. A opção EXPORTAR ITENS DO PEDIDO PARA O EXCEL exporta os itens do pedido de compra selecionado para uma planilha do Excel, possibilitando o envio dessa planilha ao fornecedor por exemplo.
  • As configurações do fornecedor internacional no PEDIDO GRÁFICO (INGLÊS), são feitas em: (Utilitários >> Configurações >> Sistema >> Tela [0030] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA >> Alterar >> Tela [0444] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA >> 9.Fornecedor/Compra >> Agrupamento 3. PEDIDO DE COMPRA (EM INGLÊS)).

RECEBIMENTO DE COMPRA

(Compras >> Recebimento de Compra >> Recebimento de Compra >> Tela [0744] RECEBIMENTO DE COMPRA).

  • Para fazer uso dessa funcionalidade, é necessário que a empresa tenha habilitado o módulo 18. RECEBIMENTO DE COMPRA. Para habilitá-lo, entre em contato conosco.
  • Para a execução dos procedimentos relativos ao Recebimento de Compra, é necessário ao usuário possuir permissão de acesso, localizada em (Utilitários >> Perfil e Usuários >> Perfil >> Tela [0984] CADASTRO DE PERFIL >> Permissões >> Tela [0645] PERFIL – PERMISSÃO DE ACESSO >> 5.Compras >> Agrupamento 2. Recebimento de Compra >> 2.1 CADASTRO).

Para acusar o recebimento de uma compra, na Tela [0744] RECEBIMENTO DE COMPRA, clique em Incluir para abrir a Tela [0768] RECEBIMENTO DE COMPRA.

Figura 032 – Tela [0768] RECEBIMENTO DE COMPRA.

  • OBSERVAÇÃO: nessa Tela não é possível realizar a importação de arquivo XML.
  1. No campo PEDIDO Nº informe o número do pedido de compra já incluso; assim, para facilitar essa operação, clique no botão Consulta Pedidos de Compra para abrir a Tela [0588] PEDIDOS DE COMPRA – nessa Tela serão exibidos os pedidos de compra de modo que possam ser inclusos na Tela [0768]. Com a informação do número do pedido inserida nesse campo, tecle Enter. Abaixo desse campo, será mostrado o nome do Fornecedor para o qual foi emitido o Pedido de Compra.
  2. Com a opção IMPORTAR COM A QUANTIDADE DA NOTA = QUANTIDADE DO PEDIDO marcada, as informações do pedido de compra serão preenchidas nas colunas referentes à aba Nota Fiscal. Entretanto, tal operação não descarta a necessidade de fazer a conferência do recebimento item por item.
  • OBSERVAÇÃO: Os demais itens presentes nessa Tela (abaixo) serão passíveis de edição somente após informar o número do pedido de compra (veja 1).
  1. Campo OBSERVAÇÃO: Nesse campo, será possível informar algumas observações referentes ao recebimento de compra.
  2. Nos Campos DATA DO PEDIDO, PREVISÃO DE ENTREGA e PREVISÃO DE FATURAMENTO teremos, respectivamente, a data na qual o pedido de compra foi incluso no sistema (preenchido automaticamente na sua inclusão), a data de sua previsão de entrega e a data prevista para que seja faturado. Essas datas, apesar de serem importadas do Pedido de Compra, poderão ser editadas para que sejam indicadas corretamente no sistema.
  3. Campo CONDIÇÃO DE PAGAMENTO: Esse campo registra os dados relativos à condição de pagamento. Diferente dos campos relativos às datas, não pode ser editado.
  4. Os campos VALOR TOTAL DO PEDIDO e VALOR TOTAL DA NOTA demonstram respectivamente o valor do pedido de compra e o valor da nota fiscal recebida, esta última sendo atualizada conforme for ocorrendo a digitação dos valores.
  5. Campo SÉRIE e campo NOTA: Para realizar o recebimento de Compra precisamos estar com a Nota Fiscal de Entrada em mãos para conferência. Sendo a Série, o número da série dessa Nota Fiscal, e Nota o número da Nota Fiscal recebida. Tais campos são obrigatórios para gravar o Recebimento de Compra.
  6. Campo COMPRADOR: Nome do Comprador presente na aba Outras Informações do Pedido de Compra.
  7. Coluna Qtde V da aba PEDIDO DE COMPRA: quantidade de produtos que serão convertidos para VENDA.
  8. A presente coluna, sem título, apresentará uma bandeira na cor vermelha ( ) caso os dados não tenham sido conferidos para aquele item no recebimento de compra. Uma bandeira na cor verde ( ) caso o recebimento do item tenha sido conferido, e coincida com o pedido de compra. Uma bandeira na cor amarela ( ) caso o recebimento tenha sido parcial, ou seja, a quantidade recebida não é a mesma do pedido de compra, é menor. Ou, uma bandeira na cor azul ( ), caso o recebimento tenha sido em uma quantidade maior do que o pedido de compra.
  • Caso ocorram diferenças entre o valor do Pedido de Compra e o valor da Nota Fiscal de Entrada, devido a quantidades diferentes por exemplo, é possível gerar um adiantamento ao fornecedor no valor da diferença. Para isto, a configuração do sistema deve estar marcada em (Utilitários >> Configurações >> Sistema >> Tela [0030] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA – CADASTRO DE EMPRESAS >> Alterar >> Tela [0444] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA >> 9. Fornecedor/Compra >> Agrupamento 6. Recebimento de Compra >> 6.4 GERA ADIANTAMENTO AO FORNECEDOR SE ACONTECER DIFERENÇAS NO VR DO PEDIDO).
  1. Coluna Qtde C da aba Pedido de Compra: Refere-se a quantidade de produtos do pedido de compra
  2. Apresenta a bandeira identificando o status do recebimento referente a quantidade de compra. A diferença entre as cores das bandeiras está explicada no item 10.
  3. Coluna Qtde V da aba Nota Fiscal: Representa a quantidade de itens presentes na Nota Fiscal de Entrada, que serão convertidos para venda.
  4. Coluna Qtde C: Representa a quantidade de itens presentes na Nota Fiscal de Entrada que deverão ser digitados. As bandeiras assumirão as cores verde, amarela ou azul de acordo com o valor digitado nesse campo.
  • Se a empresa trabalhar com quantidade de embalagens para conversão, a informação da coluna QTDE V será convertida de acordo com o valor informado no Cadastro do Produto. Exemplo: para o valor 2 informado no campo EMBALAGEM de Compra do Cadastro do Produto; se a quantidade da coluna QTDE C informada no Recebimento de Compra for 15, automaticamente a quantidade da coluna QTDE V será convertida para 30.
  • Caso seja do interesse do usuário, há a possibilidade de configurar o recebimento de compra para atualizar o estoque. Em (Utilitários >> Configurações >> Sistema >> Tela [0030] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA – CADASTRO DE EMPRESAS >> Alterar >> Tela [0444] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA >> 9. FORNECEDOR/COMPRA >> 6. RECEBIMENTO DE COMPRA >> 6.3 ATUALIZA ESTOQUE ATRAVÉS DO RECEBIMENTO DE COMPRA), marque a opção 6.3. Caso essa opção não seja interessante, o recebimento de compra será utilizado somente para realizar a conferência das compras que chegaram, sendo necessário, então, realizar o lançamento em estoque a partir da Nota Fiscal de Entrada.

Também temos nessa Tela o botão Fotos : Clicando nele, será aberta a Tela [0067] FOTO DO PRODUTO, na qual será possível visualizar as fotos cadastradas para o produto, oferecendo essa informação no momento do recebimento de compra. Essa tela permite somente a visualização, não o registro de fotos.

Após essas configurações, clique em Gravar para retornar à Tela [0744] RECEBIMENTO DE COMPRA com o item incluso em sua grid de exibição de resultados.

  • O recebimento de compra não realiza alterações financeiras.
  • Há a possibilidade de ser utilizado o leitor por código de barras para a conferência dos itens. Para isto, deve ser marcada uma configuração do sistema, localizada em (Utilitários >> Configurações >> Sistema >> Tela [0030] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA – CADASTRO DE EMPRESAS >>Alterar >> Tela [0444] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA >> 9. Fornecedor/Compra >> 6. Recebimento de compra >> 6.2 ATUALIZA CONFERÊNCIA POR LEITOR DE CÓDIGO DE BARRAS). Com a opção 6.2 marcada, serão habilitados novos campos na Tela [0768] RECEBIMENTO DE COMPRA, permitindo a utilização do leitor.

Figura 033 – Tela [0768] RECEBIMENTO DE COMPRA – Precificação

  • Também é possível utilizar a precificação (colocar o preço que chegou o produto) na inclusão do Recebimento. Para utilizá-lo, deve-se marcar a opção na Configuração do Sistema, em (Utilitários >> Perfil e Usuários >> Perfil >> Tela [0984] CADASTRO DE PERFIL >> Permissões >> Tela [0645] PERFIL – PERMISSÃO DE ACESSO >> 5.Compras >> Agrupamento 2.Recebimento de Compra >> 2.1.2 PRECIFICA O RECEBIMENTO DE COMPRA)

Voltando à Tela [0744] RECEBIMENTO DE COMPRA, após ter gravado o recebimento, há os botões:

  • Bloquear/Desbloquear: Permite bloquear ou desbloquear um recebimento, impedindo sua importação para a Tela de Nota de Entrada
  • Para bloquear ou desbloquear um Recebimento de Compra, é necessário ao usuário, possuir permissão de acesso, localizada em (Utilitários >> Perfil e Usuários >> Perfil >> Tela [0984] CADASTRO DE PERFIL >> Permissões >> Tela [0645] PERFIL – PERMISSÃO DE ACESSO >> 5.Compras >> Agrupamento 2.Recebimento de Compra >> 2.1.1 BLOQUEIA/DESBLOQUEIA O RECEBIMENTO DE COMPRA)
  • Imprimir : Há a possibilidade de imprimir um comprovante do Recebimento de Compra, através das opções Recebimento de Compra e Romaneio Cego, sendo que a opção Romaneio Cego imprime o recebimento sem os valores de compra, somente com as quantidades.

 

NOTA FISCAL DE ENTRADA

(Compras >> Nota de Compra >> Nota Fiscal de Entrada >> Tela [0563] NOTA FISCAL DE ENTRADA).

  • Para a execução dos procedimentos relativos à Nota Fiscal de Entrada, é necessário ao usuário possuir permissão de acesso, localizada em (Utilitários >> Perfil e Usuários >> Perfil >> Tela [0984] CADASTRO DE PERFIL >> Permissões >> Tela [0645] PERFIL – PERMISSÃO DE ACESSO >> 5.Compras >> Agrupamento 5. Nota Fiscal de Compra >> 5.1 CADASTRO).

A Tela [0563] NOTA FISCAL DE ENTRADA exibe em sua grid de exibição de resultados, a visualização das Notas Fiscais de Entrada presentes no Sistema. Para a inclusão de uma Nota Fiscal de Entrada no sistema, basta clicar no botão Incluir , que será aberta a Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCAIS.

  • É necessário realizar primeiro o lançamento da Nota de Entrada do produto antes de realizar a venda de qualquer produto, para não ocorrer problemas com o estoque.
  • Nem todos os campos são de preenchimento obrigatório para a Nota Fiscal de Entrada. Recomendamos que avalie qual a melhor solução que contemple sua regra de negócio para o preenchimento dos campos dessa Tela.

Figura 034 – Tela [0479] ENTRADA DE NOTAS FISCAIS – Aba DADOS DA NOTA.

  1. Campo SÉRIE: Informe a SÉRIE segundo a qual será gerada a Nota Fiscal de Entrada.
  2. Campo NR NOTA: Informe o Número da Nota, de modo a identificá-la em suas transações/movimentações/relatórios no Sistema.
  3. Campo FORNECEDOR: Informe o fornecedor responsável pelos produtos.
  4. Nesses campos serão mostrados os dados do Fornecedor informado no Campo Fornecedor – tais informações são obtidas a partir de (Cadastros >> Fornecedores >> Fornecedores >> Tela [0053] CADASTRO DE FORNECEDORES >> Incluir / Alterar >> Tela [0065] INCLUSÃO / ALTERAÇÃO DE FORNECEDORES).
  • O botão Funções será habilitado somente após informar os campos SÉRIE, NR NOTA e FORNECEDOR. Já o botão Gravar será habilitado somente após clicar em Confirmar os Preços na Aba CUSTOS E PREÇOS.
  1. Informe a data de EMISSÃO e a data de ENTRADA no Sistema. Atente para o fato de a data de EMISSÃO referir-se à data de emissão da Nota Fiscal pelo fornecedor e a data de ENTRADA referir-se à data de entrada da Nota Fiscal na sua empresa.
  • No arquivo do SPED Fiscal constarão as notas com a data de entrada correspondente ao mês selecionado na geração do arquivo. Exemplo: no caso de uma nota com emissão em 15/05/2015 e entrada em 02/06/2015, tal nota comporá a escrituração do mês de Junho, constando ambas as datas no registro C100. No arquivo do mês de Maio, tal nota não constará.
  1. Campo TOTAL PESO LÍQUIDO: Informe nesse campo o valor total do peso líquido do(s) item(ns) constante na Nota Fiscal. O peso líquido é o peso do produto sem sua embalagem.
  2. Campo QTDE TOTAL DE ITENS: Informe nesse campo a quantidade total de itens presentes na Nota Fiscal de Entrada. Essa deve ser a quantidade de itens, não de tipos diferentes de produtos: por exemplo, com 2 produtos dos quais foram adquiridas 20 unidades, deve-se informar o valor 40 (2 * 20) nesse campo. Caso ao gravar a Nota Fiscal, seja exibida a mensagem: QUANTIDADE TOTAL DE PRODUTOS NÃO CONFERE, pode-se deixar este campo em branco, já que o mesmo não é de preenchimento obrigatório.
  3. Campo NAT DE OPERAÇÃO: Informe a Natureza de Operação (CFOP) para a Nota Fiscal de Entrada. O botão Tabela de Natureza de Operação , ao lado desse campo, abrirá a Tela [0134] NATUREZA DE OPERAÇÃO, permitindo a inclusão ou alteração de uma natureza de operação. Consulte seu contador quanto à natureza de operação e suas configurações caso seja necessário.
  4. Campo DOC. FISCAL: Informe o tipo de documento fiscal que a Nota Fiscal de Entrada será escriturada, sendo possível escolher entre as várias opções mostradas. Tais tipos de documentos fiscais são fixos, não sendo possível cadastrá-los no sistema, e atendem aos modelos de documentos fiscais disponibilizados no guia prático da EFD (Escrituração Fiscal Digital).
  5. Campo TABELA DE PREÇOS: Permite selecionar qual tabela de preço será a considerada para os itens inclusos na nota fiscal. Tabelas de preços são cadastradas em (Cadastros >> Preços >> Tabelas de Preços >> Tela [0301] CRIAÇÃO DE TABELAS DE PREÇOS). O valor do item da Nota Fiscal, alterará o valor do item da Tabela de Preço selecionada neste campo.
  6. Campo DESPESA: Selecione o tipo de despesa que irá classificar a Nota Fiscal de Entrada, enquadrando-a em um tipo de despesa que corresponda à entrada registrada. Tipos de Despesas são cadastrados em (Financeiro >> Tabelas Financeiras >> Despesas >> Tela [0148] DESPESAS). Há a opção de selecionar uma despesa no cabeçalho da nota (corresponde a este campo) e também no item da nota. A despesa do item é a mais importante, a do cabeçalho serve somente como padrão para preenchimento dos itens. O único detalhe é quando colocamos mais de uma despesa por nota, neste caso, Contas a Pagar ficará desmembrado.
  7. Campo ATENDIMENTO: Informe o tipo de atendimento que foi realizado para a Nota Fiscal de Entrada. Tal atendimento irá possibilitar o acompanhamento da Nota Fiscal em outras telas do Sistema, bem como servir de filtro para pesquisas na Tela [0563] NOTA FISCAL DE ENTRADA. Tipos de atendimento, mesmo os destinados às Notas Fiscais de Compra, são cadastrados em (Vendas >> Tabelas diversas >> Tabelas diversas >> Tipos de atendimento >> Tela [0038] TIPOS DE ATENDIMENTO).
  8. Opção VISUALIZAR AS OBSERVAÇÕES DOS PRODUTOS: Com essa opção marcada, caso o produto possua alguma informação em seu complemento, ela será exibida logo abaixo do produto na grid de exibição de resultados. Tais observações estão presentes no campo COMPLEMENTO em (Cadastros >> Produtos >> Produtos >> Tela [0293] CADASTRO DE PRODUTOS >> Incluir / Alterar >> Tela [0324] INCLUSÃO / ALTERAÇÃO DE PRODUTOS).
  9. Caso opte por incluir itens manualmente, um por um, deverão ser utilizados esses campos, informando-se o código que estiver configurado (à esquerda desse campo), sendo possível escolher entre as opções Código do item, Código de barras, Código do fabricante, Código Auxiliar ou Código Automático. Informado o código desejado no campo Código, tecle Enter. É possível utilizar os botões Pesquisa Produto , que abre a Tela [0704] PROCURA PRODUTOS, e Cadastro de Produtos , que abre a Tela [0293] CADASTRO DE PRODUTOS, para consultar o código desejado. Após teclar Enter, será aberta a Tela auxiliar INCLUINDO:

Figura 035 – Detalhe da Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCAIS: Tela Auxiliar Incluindo.

  • Se ao informar o código para inclusão, for exibida a mensagem: INCLUSÃO DE ITEM NÃO PERMITIDA, verifique a seguinte Configuração do Sistema: (Utilitários >> Configurações >> Sistema >> Tela [0030] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA – CADASTRO DE EMPRESAS >>Alterar >> Tela [0444] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA >> 9. Fornecedor/Compra >> Agrupamento 4.Nota Fiscal de Compra >> 4.13 NÃO INCLUIR ITENS NA ENTRADA DE PRODUTOS). Tal opção deve estar desmarcada para que possa ocorrer a inclusão de itens manualmente.

Na Tela Auxiliar INCLUINDO, a maioria dos campos é livre para edição. Devido a isto atente-se para o preenchimento correto dos mesmos. O preenchimento da Nota de Entrada deverá ser realizado de acordo com a nota fiscal enviada pelo fornecedor.

Preencha os campos necessários e tecle Enter: ao final desse processo, essa Tela auxiliar será fechada e você retornará à Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCAIS.

  • Campo DESCRIÇÃO: Exibe a descrição do produto selecionado de acordo com o informado no cadastro do produto, no campo Descrição Completa – em (Cadastros >> Produtos >> Produtos >> Tela [0293] CADASTRO DE PRODUTOS >> Incluir / Alterar >> Tela [0324] INCLUSÃO / ALTERAÇÃO DE PRODUTOS).
  • Campo MARCA: Caso o produto tenha uma marca definida em seu cadastro, a mesma será apresentada neste campo.
  • Campo ESTOQUE ATUAL: Será exibida a quantidade de itens deste produto no estoque atual.
  • Campo NAT. OPERAÇÃO: Será mostrada a natureza de operação vinculada à natureza selecionada no cabeçalho da nota. Esta natureza poderá ser alterada caso seja necessário, de modo que cada item da nota fiscal possa ter uma natureza de operação diferente e estas serem ainda diferentes da natureza do cabeçalho da nota. Consulte seu contador quanto à necessidade de tal configuração. As naturezas de operação deverão ser correspondentes às naturezas da nota enviada pelo fornecedor. É possível realizar o vínculo das naturezas de operação em (Fiscal >> Tabelas Fiscais >> Tabelas Fiscais >> Natureza de Operação >> Tela [0134] NATUREZA DE OPERAÇÃO >> Incluir/Alterar >> Tela [0155] INCLUSÃO / ALTERAÇÃO DE NATUREZA DE OPERAÇAO >> Aba CFOP SIMPLES >> Agrupamento 5. OUTROS CÓDIGOS FISCAIS ASSOCIADOS).
  • Na Configuração do Sistema, podem ser definidos os códigos que por padrão serão utilizados nas operações de Compra, em (Utilitários >> Configurações >> Sistema >> Tela [0030] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA – CADASTRO DE EMPRESAS >>Alterar >> Tela [0444] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA >> 9. Fornecedor/Compra >> Agrupamento 4. Nota Fiscal de Compra >> campos 4.2 a 4.5). Apesar de serem apontados na Configuração do Sistema, estes códigos poderão ser alterados na inclusão da Nota de Entrada.
  • Campo DESPESA: Poderá ser selecionada uma despesa para o item da nota – despesas são cadastradas em (Financeiro >> Tabelas Diversas >> Despesas >> Tela [0148] DESPESAS). Cada item da nota fiscal pode ou não possuir uma despesa diferente. Há a opção de selecionar uma despesa no cabeçalho da nota e também no item da nota. A despesa do item é a mais importante, a do cabeçalho é utilizada apenas como padrão para o preenchimento dos itens. O único detalhe é que quando colocamos mais de uma despesa por nota, o Contas a Pagar ficará desmembrado. O campo DESPESA na inclusão do item só ficará habilitado caso tenha sido selecionada uma despesa no cabeçalho da Nota.
  • Campo CLASS. FISCAL: Exibe o NCM (Nomenclatura Comum do Mercosul) do produto para compra, importando automaticamente a classificação fiscal informada no cadastro do produto, em (Cadastros >> Produtos >> Produtos >> Tela [0293] CADASTRO DE PRODUTOS >>Incluir/Alterar >> Tela [0324] INCLUSÃO / ALTERAÇÃO DE PRODUTOS >> Aba PARÂMETROS FISCAIS >> Sub-aba IPI-ST >> Classificação Fiscal Padrão). Essa classificação poderá ser alterada ao incluir o item na nota, sem alteração da classificação do cadastro do produto. O botão Cadastro de Class. Fiscal , ao lado do campo, abre a Tela [0296] CLASSIFICAÇÃO FISCAL, onde a configuração das classificações fiscais cadastradas poderão ser ajustadas.
  • Campos CST[1] e CST PARA ESCRITURAÇÃO: No campo CST (Código de Situação Tributária) deverá ser digitado o CST correspondente ao CST do item da nota enviada pelo fornecedor; já no campo CST PARA ESCRITURAÇÃO poderá ser informado o CST do item a ser enviado em arquivos fiscais (como o SPED Fiscal). Tais campos poderão ou não receber o mesmo código. É possível realizar uma configuração que preenche automaticamente o campo CST PARA ESCRITURAÇÃO de acordo com uma regra criada pelo usuário, para configurá-la, na Tela [0444] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA, acesse o item 9. FORNECEDOR/COMPRA, Agrupamento 4. NOTA FISCAL DE COMPRA e, no campo 4.16 REGRA PARA SUBSTITUIÇÃO DO CST (NOTAS FISCAIS DE ENTRADA), será possível informar como será o relacionamento entre o CST da nota de entrada e o CST enviado no arquivo fiscal.

Figura 036 – Tela [0444] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA: Campo para criar regras para substituição do CST

Para alimentar este registro, é necessário clicar dentro da caixa 4.16, e teclar Insert: ao fazer isto, será habilitada uma linha onde será possível informar o CFOP (Natureza de Operação) e selecionar, nas colunas de mesmo nome, quais serão o CST fornecido e o CST a ser utilizado (é obrigatório, para utilizar essa funcionalidade, preencher estas colunas devidamente).

  • O preenchimento da coluna CFOP não é obrigatório para criação da regra. Entretanto, caso essa coluna seja deixada em branco, a regra criada será aplicada a todos os Códigos Fiscais de Operações (CFOP) utilizados. Caso seja preenchida com um determinado CFOP, a regra se aplicará somente a este CFOP.

Em síntese, a regra presente no sistema consiste das seguintes informações:

  • CFOP: Código Fiscal utilizado na escrituração da Nota;
  • CST fornecido: Código do CST que consta na Nota Fiscal de Entrada enviada pelo fornecedor;
  • CST a ser utilizado: Código do CST que será enviado no arquivo fiscal.

Com a regra criada, ao incluir um item em uma Nota Fiscal de Entrada através da Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCAIS, o campo CST assumirá o CST do fornecedor e o campo CST PARA ESCRITURAÇÃO será preenchido automaticamente com o CST informado na regra citada; mesmo assim, tal registro poderá ser alterado conforme a necessidade da empresa.

Figura 037 – Inclusão CST para escrituração

Assim, no exemplo da imagem acima, ao dar entrada em uma nota com o CFOP 1.403 e o CST 10, automaticamente o sistema trocará o CST de escrituração para 60 e enviará no arquivo do SPED ICMS/IPI o CST 60 para este produto e esta nota.

  • O CST original do produto não é substituído pela regra cadastrada, apenas seu registro para envio do arquivo fiscal.

Prosseguido com os campos da Tela auxiliar INCLUINDO:

  • Campo UNIDADE: Exibirá a unidade de compra informada no cadastro deste produto.
  • Campo QUANTIDADE: Digite a quantidade deste produto na nota fiscal de entrada.
  • Caso o campo QUANTIDADE DE EMBALAGEM esteja preenchido no Cadastro do Produto, em (Cadastros >> Produtos >> Produtos >> Tela [0293] CADASTRO DE PRODUTOS >> Alterar >> Tela [0324] ALTERAÇÃO DE PRODUTOS >>aba Dados Gerais ao digitar a quantidade do produto na Nota de Entrada, seu valor será multiplicado pela quantidade de embalagens do cadastro, e assumirá outro valor. Exemplo: no cadastro do produto X, o campo EMBALAGEM de Compra está com a quantidade 2. Ao incluir uma Nota Fiscal de Entrada para este produto com quantidade 10 por exemplo, a quantidade apresentada será 20.
  • Campo VOLUME: Informe em quantos volumes o produto está sendo incluso. Os valores dos campos QUANTIDADE e VOLUME podem ser diferentes: por exemplo, um computador adquirido virá em 2 volumes (um com a CPU e outro com monitor, teclado e mouse), apesar da quantia ser 1. Caso este campo esteja desabilitado, verifique o seguinte parâmetro em (Utilitários >> Configurações >> Sistema >> Tela [0030] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA >> Alterar >> Tela [0444] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA >> 7. Vendas >> aba Parâmetros Comuns (nota e pedido) >> Agrupamento 1.Campos Disponíveis >> 1.4 VOLUME DOS PRODUTOS), sendo que a opção 1.4 deve estar marcada.
  • Campo VALOR TOTAL: Digite o valor total deste item na nota fiscal de entrada.
  • Campo DESCONTO: Caso o item possua desconto, poderá ser informado neste campo o percentual de desconto ou o valor a ser descontado. O valor será descontado do valor total do item.
  • Campo VR. ACR. CUSTO: Neste campo, poderá ser informado um valor a ser somado somente ao custo do produto e não à base de cálculo de impostos, nem ao valor total da nota. Por exemplo, um item é lançado com o valor total de 100,00 e o valor de 20,00 no campo VR. ACR. CUSTO, dessa forma o valor total da nota será de 100,00, porém o custo deste produto será de 120,00.
  • Campo BASE ICMS: O campo base do imposto ICMS será preenchido com o valor total do item. Este campo poderá ser editado caso necessário.
  • Campo % ICMS: Deverá ser digitado o percentual de ICMS do item em questão. Este campo, junto com o campo BASE ICMS, pode ficar desabilitado dependendo do CST utilizado.
  • O percentual de ICMS pode ser definido na Configuração do Sistema, em (Utilitários >> Configurações >> Sistema >> Tela [0030] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA – CADASTRO DE EMPRESAS >>Alterar >> Tela [0444] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA >> 9. Fornecedor/Compra >> Agrupamento 4.Nota Fiscal de Compra >> 4.8 ALÍQUOTA PADRÃO DE ICMS PARA COMPRA). Assim, ao incluir a Nota de Entrada, por padrão virá o percentual de ICMS configurado.
  • Campo % REDUÇÃO: Caso haja redução na base de cálculo do ICMS, o percentual deverá ser digitado neste campo.
  • Campo VALOR TOTAL IPI: Neste campo, poderá ser digitado o valor total de IPI para este item – caso tenha. Se o cadastro deste produto possuir um percentual de IPI informado, neste campo será mostrado o valor de IPI baseado no cálculo entre o percentual informado e o valor total do item. O percentual do imposto poderá ser informado em (Cadastros >> Produtos >> Produtos >> Tela [0293] CADASTRO DE PRODUTOS >> Incluir / Alterar >> Tela [0324] INCLUSÃO / ALTERAÇÃO DE PRODUTOS >> Aba PARÂMETROS FISCAIS >> Subaba IPI-ST >> campo % IPI PADRÃO PARA A NOTA FISCAL DE COMPRA).
  • Campo BASE ICMS SUBST: Caso a nota de entrada possua valor de substituição tributária, o valor da base de ST deverá ser informado neste campo. Se este produto possuir uma classificação fiscal em que estejam parametrizados corretamente os dados para o cálculo de ST para o estado do fornecedor, ao passar por este campo, o valor da base de substituição tributária será preenchido automaticamente.
  • Campo ICMS SUBSTITUTO: Caso a nota de entrada possua valor de substituição tributária, o valor do imposto de ST deverá ser informado neste campo. Se este produto possuir uma classificação fiscal em que estejam parametrizados corretamente os dados para o cálculo de ST para o estado do fornecedor, ao passar por este campo o valor de ST será preenchido automaticamente.
  1. Nesses Agrupamentos será possível informar as seguintes condições a serem aplicadas sobre os itens constantes na Nota Fiscal de Entrada:
  • Agrupamento ABATIMENTOS FISCAIS: Caso se aplique, informe valores a serem recolhidos em relação ao IR (campo IR) ou ao INSS (campo INSS). O campo FUNRURAL não pode ser modificado, a não ser que esteja configurado para tal: em (Utilitários >> Configurações >> Sistema >> Tela [0030] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA – CADASTRO DE EMPRESAS >> Alterar >> Tela [0444] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA >> 9. FORNECEDOR / COMPRA >> Agrupamento 4. NOTA FISCAL DE COMPRA >> Marcação □ PERMITE ALTERAR VALOR DO FUNRURAL), com essa opção marcada, pode-se editar o valor do campo FUNRURAL. Além disso, na mesma Tela, no item 4. IMPOSTOS, Agrupamento 4. OUTRAS INFORMAÇÕES, configura-se a alíquota, em percentual, a ser paga sobre os produtos caso o Fornecedor seja um Produtor Rural – ou seja, que esteja com sua inscrição como produtor rural preenchida, em (Cadastros >> Fornecedores >> Fornecedores >> Tela [0053] CADASTRO DE FORNECEDORES >> Incluir / Alterar >> Tela [0065] INCLUSÃO DE FORNECEDORES >> campo INSCR. PRODUTOR).
  • Agrupamento DESCONTOS: Nos campos % e VALOR-R$ é possível atribuir um desconto que será aplicado a todos os itens da nota, independentemente se foram atribuídos descontos a cada um dos produtos inclusos na Nota Fiscal de Entrada. Tais campos são interdependentes: informando-se um valor no campo %, automaticamente o campo VALOR-R$ é preenchido e vice-versa. O campo ITENS demonstrará o valor de desconto já aplicado produto a produto: para visualizá-lo, dê um duplo clique no produto constante na grid de exibição de resultados e consulte, na Tela auxiliar INCLUINDO, o campo DESCONTO.
  • Agrupamento ACRÉSCIMOS: O campo VALOR-R$ desse agrupamento permitirá informar um valor de acréscimo ao valor total da nota fiscal. Tal acréscimo não precisa ser justificado, mas deve ser somado ao valor do campo BASE ICMS do Agrupamento CORREÇÕES, e no campo TOTAL NF, influenciando no valor total da Nota. Já no campo IPI-R$, o IPI é calculado item a item, porem se a nota tiver um acréscimo, pode ser que esse acréscimo influencie na base do IPI. Nessa situação, o do IPI sobre o acréscimo, deverá ser digitado nesse campo.
  • Agrupamento CORREÇÕES: Quando existir diferenças de centavos na base ou no valor do ICMS, o novo valor deverá ser digitado nesse campo.
  • Agrupamento VALOR ICMS ST ITENS: Totais da Base do ICMS ST e Valor do ICMS ST da nota fiscal. Campos somente para consulta.
  1. Nos Campos BASE ICMS, VR ICMS: Valores totais da base de ICMS e do Valor de ICMS calculados pelo sistema de acordo com as informações de alíquota de ICMS, CFOP, e Classificação Fiscal dos itens.
  2. Campos BASE SUBST (ESCRIT.), ICMS SUBST (ESCRIT.): Apresenta os valores da Base de Substituição Tributária e Valor de Substituição Tributária total da Nota de Entrada. Destaca o valor quando a nota tiver Débito ou Crédito de ST, e quando utilizar CST de ICMS 10.
  3. Campo ICMS ST (X60-CUSTO): Campo somente para Compra. Irá destacar quando o produto utilizar CST 60 e no CFOP do item o parâmetro 7.12 ICMS ST (ESCRITURAÇÃO) estiver NÃO e o parâmetro 7.12.1 SOMAR O VALOR DO ICMS ST DAS MERCADORIAS EM OPERAÇÕES COM CST DE ESCRITURAÇÃO X60 estiver MARCADO.
  4. Nos Campos CALCULAR FRETE, ALIQ FRETE, e FRETE – R$ poderão ser inclusas informações relativas ao frete envolvido no pagamento da Nota Fiscal de Entrada, configurando o modo pelo qual o cálculo do frete deve ser realizado, onde com a opção Mesma base/alíquota dos itens soma-se o valor do frete (digitado no campo FRETE – R$) na base de ICMS (mesma base dos itens) e o valor de ICMS é calculado pela alíquota do item; o valor total da nota será a base de ICMS com o frete agregado. Na opção Com base/alíquota próprios utiliza-se a base própria do frete (digitada no campo FRETE – R$) e a alíquota do frete (digitada no campo ALIQ FRETE), onde o valor do FRETE – R$ é somado na base de ICMS, e o resultado do cálculo FRETE – R$ * ALIQ FRETE soma-se no VR ICMS; o valor total da nota será a base de ICMS com o frete agregado. Na opção Sem compor base de cálculo, mesmo informando um valor de frete no campo FRETE – R$, tal valor não entrará na base de cálculo do ICMS, não alterando portanto seu valor; porém o valor de frete entrará no valor total da nota fiscal.
  5. Campo PRODUTOS: Nesse campo será demonstrado o valor dos produtos inclusos na Nota Fiscal de Entrada. Não é possível editar esse campo, uma vez que ele é um totalizador do valor dos produtos inclusos na grid de exibição de resultados dessa Tela.
  6. Campo IPI: Exibirá o valor total de IPI dos itens da nota, caso este imposto tenha sido preenchido no lançamento dos itens.
  7. Campo SERVIÇO: Se uma nota de entrada tem o total de SERVIÇO junto com produtos, poderá ser adicionado o valor do SERVIÇO somente para ajustar o valor total da nota, uma vez que não temos o lançamento do serviço por item.
  8. Campo TOTAL NF: Indica o valor total dessa Nota Fiscal de Entrada. Geralmente, o valor deste campo irá coincidir com o valor presente no campo BASE ICMS (veja o item 16); caso o valor não coincida com o valor desse campo, será apresentada uma mensagem informando que o valor está diferente. Esta mensagem é meramente informativa, permitindo ainda assim a gravação da nota.

FUNÇÕES NA ENTRADA DE NOTAS FISCAIS

(Compras >> Nota de Compra >> Nota Fiscal de Entrada >> Tela [0563] NOTA FISCAL DE ENTRADA >> Incluir >> Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCAIS).

Caso deseje realizar a importação dos dados de algum Pedido de Compra, Nota Fiscal (de saída ou entrada), arquivo XML ou de algum Recebimento de Compra, clique no botão Funções . Esse botão será habilitado somente após informar, no cabeçalho da Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCAIS, as informações necessárias nos campos SÉRIE, NR NOTA e FORNECEDOR. Nele, teremos as seguintes opções em destaque para importação de informações para a nota fiscal de compra:

  • Importar Pedido de Compra: Com essa função, é aberta a Tela [0588] PEDIDO DE COMPRA, oferecendo filtros para pesquisar os pedidos de compra já cadastrados no sistema. Com o item selecionado na grid de pesquisas dessa Tela, dê um duplo clique ou tecle Enter: será fechada a Tela [0588] PEDIDOS DE COMPRA e exibida uma mensagem de confirmação para importação do Pedido de Compra. Confirmando a importação, os itens do Pedido de Compra preencherão a grid da Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCAIS. Há uma permissão de usuário que permite a importação do Pedido de Compra para a Nota de Entrada, tal permissão localiza-se em (Utilitários >> Perfil e Usuários >> Perfil >> Tela [0984] CADASTRO DE PERFIL >> Permissões >> Tela [0645] PERFIL – PERMISSÃO DE ACESSO >> 5.Compras >> 5.3 PERMITE A IMPORTAÇÃO DO PEDIDO DE COMPRA).
  • Importar Nota de Entrada: Abre a Tela [0535] NOTA A SER IMPORTADA, que permite informar a SÉRIE, o NR NOTA e o FORNECEDOR para que seja copiada (clicando em Processar ) uma Nota já gerada – ainda assim é necessário confirmar os preços na Aba CUSTOS E PREÇOS. Tal Tela possui os campos SÉRIE, NR NOTA e FORNECEDOR para a pesquisa das notas fiscais já registradas no Sistema. Também é possível clicar no botão Procurar , onde será aberta a Tela [0321] PROCURA NOTA FISCAL DE COMPRA, possibilitando localizar a nota que deseja copiar.

Figura 038 – Detalhe da Tela [0535] NOTA A SER IMPORTADA.

  • Importar Nota de Saída: A Tela [0563] NOTA A SER IMPORTADA permite copiar as informações de um Nota Fiscal de Saída já emitida pela empresa. Insira a SÉRIE e o NÚMERO da Nota Fiscal de Saída a ser copiada e clique em Processar – ainda assim é necessário confirmar os preços na Aba CUSTOS E PREÇOS. Nesse campo, informe a SÉRIE da qual se deseja importar a Nota e qual o NÚMERO dessa Nota. Também é possível localizar a nota de saída a ser importada, clicando no botão Procurar , abrindo a Tela [0109] PROCURA NOTA FISCAL, oferecendo os filtros para a pesquisa da nota. A opção Selecione a Conexão dessa Tela é utilizada em empresas que tem o Replicador habilitado, onde a filial faz uma nota fiscal de transferência para a matriz, possibilitando a importação de uma nota de saída para a entrada.

Figura 039 – Detalhe da Tela [0536] NOTA A SER IMPORTADA.

  • Importar Nota de Saída (TEXTO): Abre a Tela [0282] IMPORTA NOTA DE SAÍDA, que contém unicamente o campo NÚMERO DA NOTA para que seja informado o número da Nota Fiscal de Saída e para que seus dados sejam copiados. Após informar o número da Nota, clique no botão Ok. Para realizar a importação utilizando esta função, antes deve ser selecionada a nota de saída na Tela [0565] NOTA FISCAL, acesse na Tela [0565] NOTA FISCAL o botão Funções e Relatórios , opção Exportação para Importação na Nota Fiscal de Entrada. Ao clicar nesta opção, será apresentada a mensagem “Exportar todas as notas da lista selecionada?”, clicando em Sim, será gerado um arquivo em formato TXT na pasta ARQTEMP nomeado como NF000000000 (onde 000000000 é o número da nota de saída); este arquivo contém os dados dos itens da nota selecionada e que serão importados para a Nota de Entrada.

Após a geração do arquivo, retorne à Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCAIS, e realize a importação do arquivo TXT através da opção Funções >> Importar Nota de Saída (TEXTO).

Figura 040 – Detalhe da Tela [0282] IMPORTA NOTA DE ENTRADA.

  • Importar Recebimento de Compra: Abre a Tela [0745] IMPORTAÇÃO DO RECEBIMENTO DE COMPRA; assim, caso exista um recebimento de compra previamente cadastrado (pela Tela [0744] RECEBIMENTO DE COMPRA) para aquele Fornecedor, esse recebimento estará disponível na grid de exibição de resultados da Tela [0745]. Dando um duplo clique sobre o recebimento, ou selecionando-o e teclando Enter, o recebimento será importado para a Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCAIS – por esse motivo que sugerimos que o recebimento de compras seja realizado previamente à geração da Nota Fiscal de Entrada. Há uma permissão de usuário que permite a importação do Recebimento para a Nota de Entrada, tal permissão localiza-se em (Utilitários >> Perfil e Usuários >> Perfil >> Tela [0984] CADASTRO DE PERFIL >> Permissões >> Tela [0645] PERFIL – PERMISSÃO DE ACESSO >> 5.Compras >> 5.2 PERMITE A IMPORTAÇÃO DO RECEBIMENTO DE COMPRA).

Figura 041 – Detalhe da Tela [0282] IMPORTA NOTA DE ENTRADA.

  • Importar Nota Fiscal Eletrônica: Abre a Tela [0866] IMPORTAÇÃO/VISUALIZAÇÃO DE ARQUIVOS XML DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA, permitindo que seja feita a importação de um arquivo em formato XML. Esta função é bastante útil para o preenchimento de notas de entrada, pois permite o preenchimento da nota através da importação do arquivo XML emitido pelo fornecedor, não sendo necessária a digitação de todos os dados. Para utilizar esta função, deve-se primeiramente possuir o arquivo XML da nota em questão salvo na máquina; com o arquivo salvo, acessar a Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCAIS e digitar a SÉRIE, o número da nota no campo NR NOTA, do mesmo modo que consta no arquivo XML, e selecionar o fornecedor da nota.

Figura 042 – Detalhe da Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCAIS.

Acesse então, no botão Funções , a opção Importar Nota Fiscal Eletrônica, acessando a Tela [0866] IMPORTAÇÃO/VISUALIZAÇÃO DE ARQUIVOS XML DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA. Na Tela [0866], no campo ARQUIVO NFe, clique no botão , no canto direito do campo, acessando uma tela auxiliar para a localização do arquivo XML na máquina: localize o arquivo e clique em Abrir.

Figura 043 – Tela [0866] IMPORTAÇÃO / VISUALIZAÇÃO DE ARQUIVOS XML DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA.

Ao selecionar o arquivo XML, a tela será automaticamente carregada com as informações presentes no arquivo, preenchendo os diferentes campos da Tela [0866] IMPORTAÇÃO / VISUALIZAÇÃO DE ARQUIVOS XML DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA. Após o carregamento, serão habilitados os botões do cabeçalho da Tela, permitindo algumas opções.

  • Caso seja selecionado um arquivo XML com informações diferentes das informadas na Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCAIS (número da nota e/ou fornecedor), será exibida uma mensagem informando que há informações divergentes entre o digitado e a nota selecionada, não permitindo continuar o processo.
  • Na inclusão da nota de entrada, o número da nota fiscal que deve ser digitado no campo NR NOTA corresponde à tag <nNF> do arquivo XML que será importado. Para localizar corretamente o fornecedor a ser selecionado no campo FORNECEDOR, clique no campo FORNECEDOR e tecle F2, será aberta a Tela [0584] PESQUISA AVANÇADA, marque a opção CPF/CNPJ (já vem marcada, por padrão), digite o número do CNPJ do fornecedor, que deve corresponder à tag <CNPJ> do arquivo XML e dê Enter. Caso o fornecedor não esteja cadastrado no sistema, deverá ser incluso através do Cadastro de Fornecedores.

Com a Nota Fiscal Eletrônica corretamente selecionada, clique no botão Prod. Relac. , acessando a Tela [0074] PROCURA PRODUTOS. Nessa Tela, os produtos presentes na nota fiscal do Fornecedor deverão ser relacionados com os produtos presentes em seu cadastro de produtos – em (Cadastros >> Produtos >> Produtos >> Tela [0293] CADASTRO DE PRODUTOS). Caso deseje, é possível também clicar sobre o item desejado na grid de exibição de resultados da Aba PRODUTOS da Tela [0866] IMPORTAÇÃO/VISUALIZAÇÃO DE ARQUIVOS XML DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA e atribuir-lhe o código de barras que lhe corresponde, para isto selecione o produto e dê Enter, dessa forma será aberta uma tela auxiliar permitindo digitar o código do produto.

Figura 044 – Relacionamento de itens

  • Não é possível importar a nota sem antes realizar o relacionamento dos seus itens com aqueles constantes no Sistema. Sendo que o relacionamento pode ser realizado selecionando o produto correspondente na Tela de Produtos ou digitando o seu código direto na aba Produtos.

Dadas essas informações, clique no botão Importar NFe , para finalizar a importação para a Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCAIS. Ao voltar à Tela [0497], os itens poderão ser alterados, caso seja necessário.

Visualize todas as abas da Tela [0497] e verifique se as informações estão corretas. Caso estejam, clique então no botão Confirmar Preços , na Aba CUSTOS E PREÇOS e depois no botão Gravar , registrando assim a nota no sistema.

  • Recomendamos manter as informações da nota como estão no arquivo XML enviado pelo fornecedor, evitando possíveis inconsistências.
  • O botão Gravar só ficará habilitado, após clicar no botão Confirmar Preços .

Outros botões da Tela [0866] IMPORTAÇÃO/VISUALIZAÇÃO DE ARQUIVOS XML DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA:

  • Pedidos de Compra : Quando importamos um arquivo XML para a Tela de Nota de Entrada e o fornecedor tem o Pedido de Compra cadastrado no sistema, precisamos associar para dar a baixa dos produtos atendidos no Pedido de Compra . Sendo assim, após relacionar os itens, clique em Pedido de Compra, será aberta a Tela [0588] PEDIDOS DE COMPRA com o fornecedor da Nota selecionado no campo Fornecedor. Selecione o Pedido de Compra que corresponde à nota, dando um duplo clique sobre ele. Os itens do Pedido serão mostrados na Tela [0866], na aba Produtos. Após salvar a nota, tal pedido de compra não será mais mostrado na Tela de Pedidos de Compra.
  • Unidades de Medida : Abre a Tela [0909] ATUALIZAÇÃO DAS DESCRIÇÕES DAS UNIDADES DE MEDIDA, que exibirá as unidades de medida cadastradas no sistema e sua descrição respectivamente. A partir desta Tela, pode-se informar uma descrição para cada unidade de medida informada no cadastro de produtos. Para isso, clique na coluna Descrição e digite a descrição completa para a unidade de medida desejada.
  • Por determinação da Secretaria da Fazenda, a descrição na coluna Unidade de Medida não poderá ser a mesma da coluna Descrição. Por exemplo, em ambos os campos informar o conteúdo UN. Assim, deve-se atentar para o correto preenchimento das unidades e suas descrições (veja a figura abaixo).

Figura 045 – Tela [0909] ATUALIZAÇÃO DAS DESCRIÇÕES DAS UNIDADES DE MEDIDA

  • Reiniciar : Zera a distribuição feita através do botão Distribuir.
  • Distribuir : Distribui as quantidades dos itens da Nota no Pedido de Compra associado, ou seja, para habilitar este botão, um pedido deve ter sido importado.

Continuando as observações relativas ao preenchimento da Nota Fiscal de Entrada, observe que mesmo utilizando qualquer uma dessas opções de importação ou incluindo manualmente, ainda será necessário confirmar/configurar os demais dados nas diferentes Abas da Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCAIS.

Figura 046 – Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCAIS – Aba OUTRAS INFORMAÇÕES.

  • Procura de Produto (ALT + T): Abre a Tela [0074] PROCURA PRODUTOS, permitindo localizar, visualizar, ou consultar o histórico, produtos similares ou correlatos de algum produto.
  • Complemento do produto: Abre a Tela [0026] COMPLEMENTO, que permite informar um complemento para o produto selecionado, de modo que este complemento possa ser visualizado na Nota Fiscal, abaixo da descrição do produto. Esta mesma Tela é aberta ao clicar F10 com o produto selecionado. Após digitar o complemento, tecle F10 novamente para a Tela fechar e retornar à inclusão da Nota.
  • Zerar ICMS dos itens: Esta opção zera a alíquota e o valor de ICMS de todos os itens da Nota de uma só vez, zerando consequentemente o valor total de ICMS da Nota.

Aba Outras Informações

  1. Campo OBSERVAÇÃO: Neste campo poderá ser digitada uma observação a ser impressa no espelho da nota fiscal; caso a nota tenha sido preenchida através da importação de um arquivo XML, este campo trará a observação presente no arquivo XML.
  2. Neste agrupamento, temos campos referentes à transportadora responsável pelo transporte dos itens da nota fiscal. Preencha-os caso necessário.
  3. Campo CHAVE NF-E: Exibe o número da chave de acesso da nota fiscal. Caso a nota tenha sido preenchida através da importação de um arquivo XML, este campo será automaticamente preenchido com o número da chave. Caso a nota tenha sido preenchida manualmente, deverá ser digitado o número da chave neste campo.
  4. Campo CHAVE CT-E: Em notas de Conhecimento de Transporte Eletrônico, o número da chave de acesso da CT-e deverá ser digitado neste campo. Tal campo deverá ser preenchido, uma vez que os dados relativos ao Conhecimento de Transporte Eletrônico deverão ser informados nas Notas Fiscais de Entrada. Lembramos que a Chave CT-e é um elemento obrigatório para a geração do arquivo de SPED Fiscal.

Figura 047 – Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCAIS – Chave CT-e

Desse modo, informe os campos PLACA e UF PLACA, identificando o veículo responsável pelo transporte, bem como a CHAVE CT-E (ou Chave de Conhecimento de Transporte Eletrônica) daquela entrega. Tal Chave CT-e deverá acompanhar o arquivo enviado por seu Fornecedor; sendo assim, deverá ser solicitado junto a ele essa informação.

  1. Agrupamento SPED – PIS / COFINS: neste agrupamento, temos os campos:
  • Campo NATUREZA DO FRETE: Caso a empresa seja obrigada a transmitir o arquivo SPED Contribuições, informe neste campo a natureza da geração de valor do frete, ou seja, o indicador para a natureza do frete existente na nota fiscal de entrada. Caso não haja valor de frete, não há a necessidade de preencher este campo. As opções para a natureza do frete estão listadas no Guia Prático da EFD Contribuições.
  • Campo CONTA CONTÁBIL: Caso a empresa seja obrigada a transmitir o arquivo SPED Contribuições, informe neste campo, caso haja, uma conta contábil para aplicação do valor do frete. Este conteúdo deve ser verificado com o contador da empresa.
  1. Campo ALMOXARIFADO: Caso a empresa trabalhe com múltiplos almoxarifados, selecione o almoxarifado de entrada dos produtos da nota. Por padrão, a tela será aberta trazendo o almoxarifado padrão da empresa, configurado em (Utilitários >> Configurações >> Sistema >> Tela [0030] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA – CADASTRO DE EMPRESAS >> Alterar >> Tela [0444] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA >> 5. PRODUTOS/PREÇOS >> Agrupamento 3. OUTRAS INFORMAÇÕES >> opção selecionada no campo 3.1 ALMOXARIFADO PADRÃO). Há uma configuração que obriga o preenchimento deste campo, a mesma localiza-se em
  2. Neste agrupamento, temos campos referentes ao frete envolvido no transporte dos itens da nota fiscal. Preencha-os caso necessário.
  • Agrupamento CALCULAR O CUSTO DO FRETE POR: Informe se o frete deve ser calculado por Valor ou por Peso (será tomado como referência o PESO presente na Tela [0324] INCLUSÃO/ALTERAÇÃO DE PRODUTOS). Se o fornecedor rateou o frete por valor, deverá ser escolhida a opção Valor – uma vez que o frete acompanha a tributação do produto. Caso o rateio do frete seja feito por peso, então a opção deverá ser Peso. Se for escolhida a opção Peso, por exemplo, e a nota não possuir peso informado, o frete não será calculado.
  • Campo FRETE: Selecione quem será o responsável pelo pagamento do FRETE, informando se será: 0 – Emitente, 1 – Destinatário, 2 – Terceiros ou 9 – Sem frete.
  • Campo FRETE RED: Selecione quem será o responsável pelo pagamento do FRETE de redespacho, informando se será: 0 – Emitente, 1 – Destinatário, 2 – Terceiros ou 9 – Sem frete.
  • Campo VOLUMES: Informe o número de volumes da Nota Fiscal.
  • Campo ESPÉCIE: Pode ser informada a espécie da embalagem dos itens da nota. Exemplo: caixa, baú, etc
  • Campo NUMERAÇÃO: Informe alguma numeração presente na Nota de Entrada, que deverá ser impressa na Nota Vinculada.
  • Campo MARCA: Digite a marca da espécie.
  • Campo PESO BRUTO NF: Informe o peso bruto da Nota Fiscal.

Estas informações serão impressas na Nota Vinculada.

  • Em algumas notas vinculadas, como Notas de Importação, há a necessidade de preenchimento destes campos. Se os mesmos não forem preenchidos, há uma possibilidade de alterá-los na nota vinculada gerada, através do caminho (Vendas >> Notas Fiscais >> Dados de Saída da Nota Fiscal >> Tela [0420] SAÍDA DE NOTA FISCAL >> localize a nota vinculada >> Alterar >> Tela [0106] ALTERA DADOS DA NOTA FISCAL).
  1. Agrupamento PEDIDO(S) IMPORTADO(S): Caso a nota fiscal de entrada tenha sido inclusa a partir da importação de pedidos de compra (pela opção Importar pedido de compra do botão Funções ), o(s) número(s) e a data do pedido(s) serão mostrados neste campo, permitindo rastrear quais foram os pedidos que compõe a nota fiscal de entrada.

Aba Condição de Pagamento

Figura 048 – Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCAIS – Aba CONDIÇÃO DE PAGAMENTO.

  1. Temos os seguintes campos possíveis para configuração na Aba CONDIÇÃO DE PAGAMENTO:
  • Campo VR NOTA FISCAL: Apresenta o valor total da nota fiscal, digitado na Aba DADOS DA NOTA, campo TOTAL NF.
  • Campo FORMA DE PAGAMENTO: Permite selecionar a forma de pagamento para a nota. Será apresentada por padrão as opções Dinheiro, Cheque e Carteira; caso o fornecedor possua crédito na empresa, será apresentada também a opção Adiantamento, permitindo utilizar o crédito como forma de pagamento.
  • Campo TIPO DE PAGAMENTO: Selecione um tipo de pagamento para classificar a Nota Fiscal de Entrada. Tipos de pagamento são cadastrados em (Financeiro >> Tabelas Financeiras >> Tabelas Diversas >> Tipos de Pagamento (Contas a Pagar) >> Tela [0160] TIPOS DE PAGAMENTO – CONTAS A PAGAR).
  • Campo PRAZO (0/30/60): Digite o prazo de vencimento para a(s) parcela(s) da nota. Exemplo 30/60 (primeira parcela com vencimento em 30 dias a partir da data de emissão e segunda parcela com vencimento em 60 dias).
  • Campo OUTROS DESCONTOS e Campo OUTROS ACRÉSCIMOS: Referem-se a descontos somente do financeiro, que não interferem no valor total da Nota.
  1. Nesse agrupamento, teremos os seguintes campos:
  • Campo OBSERVAÇÕES CONTAS A PAGAR: Poderá ser digitada uma observação livre que irá ser exibida no registro desta nota na tela do Contas a Pagar – acessada em (Financeiro >> Contas a pagar >> Contas a Pagar >> Tela [0475] CONTAS A PAGAR).
  • Campo CRÉDITO COM O FORNECEDOR: Exibe o valor do crédito existente com o fornecedor da nota, caso haja, permitindo que possa ser escolhido a utilização deste crédito ou não para o pagamento da nota. Os créditos com os fornecedores podem ser consultados também em (Cadastros >> Fornecedores >> Fornecedores >> Tela [0053] CADASTRO DE FORNECEDORES >> Alterar >> Tela [0065] ALTERAÇÃO DE FORNECEDORES >> Aba DADOS CADASTRAIS >> campo VALOR DE ADIANTAMENTO / DEVOLUÇÕES). A manutenção dos créditos de fornecedores (adiantamento ou devolução), pode ser realizada em (Financeiro >> Adiantamentos >> Adiantamento a Fornecedores >> Tela [0396] ADIANTAMENTO A FORNECEDORES).
  • Campo CRÉDITO UTILIZADO NESTA NOTA: Caso tenha sido utilizado algum crédito junto ao fornecedor para o pagamento da nota em questão, será exibido neste campo o valor utilizado. Para utilizar o crédito como forma de pagamento, na Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCAIS, Aba CONDIÇÃO DE PAGAMENTO, informe no campo FORMA DE PAGAMENTO a opção 5 – ADIANTAMENTO. A opção 5 – ADIANTAMENTO só estará disponível para seleção no campo FORMA DE PAGAMENTO, caso o fornecedor tenha crédito disponível para ser utilizado.
  • Campo TOTAL DIGITADO: Será exibido o valor total digitado na condição de pagamento. Caso tente gravar a nota com o valor total digitado diferente do valor total da nota, será apresentada mensagem informando que o total das parcelas não confere com o valor da nota fiscal.
  1. As parcelas também podem ser configuradas nessa grid de exibição de resultados. Para realizar tal operação, informe o número da primeira parcela a ser paga (número 1), ou o número da parcela que deseja alterar as informações e dê Enter; os demais campos serão habilitados para edição e seleção. Caso digite o valor 1, por exemplo, será habilitado o pagamento para a primeira parcela; caso digite 2, o pagamento para a segunda parcela, e assim por diante; proceda ao cadastro ou a alteração das parcelas sucessivamente até que seja contemplado o valor total da Nota Fiscal de Entrada.

Figura 049 – Aba Condição de Pagamento

  1. Se for o caso, e se essa opção estiver habilitada para o usuário, cadastre o(s) CENTRO(S) DE CUSTO para realizar o débito. Para isso, informe qual será o recurso número 1; os demais campos serão habilitados para escolha do Centro de Custo, bem como para a informação do valor que será oferecido pelo Centro de Custo. Proceda assim sucessivamente até que seja contemplado o valor total da Nota Fiscal de Entrada. O box Centro de Custo é habilitado quando for selecionada uma despesa no cabeçalho da Nota.

Aba Custos e Preços

Figura 050 – Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCAIS – Aba CUSTOS E PREÇOS.

  1. No Agrupamento OUTROS CUSTOS, será possível atribuir valores relativos ao frete, outras despesas, bem como informar algum acréscimo no custo do produto:
  • Campo FRETE TRANSPORTADORA: Informe nesse campo o valor do frete pago à transportadora para a entrega dos itens da Nota Fiscal de Entrada.
  • Campo FRETE REDESPACHO: Informe nesse campo o valor do redespacho pago a uma segunda transportadora para a entrega dos itens da Nota Fiscal de Entrada.
  • Campo VR OUTRAS DESPESAS: Informe nesse campo o valor desejado relativo a outras despesas que não foram consideradas nos demais campos dessa Tela.
  • Campo % ACRESCIMO NO CUSTO: Informe nesse campo algum percentual para acréscimo no valor dos produtos. Tal acréscimo é informado automaticamente em todos os produtos constantes na grid de exibição de resultados dessa Aba.
  1. Confira se os itens inseridos nessa grid de exibição de resultados estão corretos (código, descrição, preços de custo, etc.). Alguns valores são passíveis de correção ainda nessa Tela. Com um item selecionado nessa grid e clicando em Enter, é possível acessar a Tela [0405] ATUALIZAÇÃO DE PREÇOS para consultar parte da formação de preços do produto selecionado, e realizar alterações que influenciarão no valor de margem do produto.
  2. É possível através desses botões, definir os preços de venda e de custo dos produtos presentes na Nota, sendo que cada botão irá configurar os preços dos produtos da Nota de acordo com sua descrição: Atualizar pela Margem Padrão, Manter a Margem anterior ou Manter o Preço de Venda anterior. A opção Atualizar pela Margem Padrão atualiza o preço de venda do item, baseando-se na Margem Padrão informada no Cadastro deste produto. A opção Manter a Margem anterior atualiza o preço de venda do item, calculando-o com base na margem de venda anterior, a da última compra. Na opção Manter o Preço de Venda anterior o custo fica de acordo com a nota de entrada atual, porém o preço de venda do produto mantem-se como era anteriormente à inclusão desta nota de entrada.

Após gravar a Nota de Entrada, as informações do custo do produto, seu preço de venda, o percentual de margem e também a margem padrão, caso haja, podem ser visualizadas em seu Cadastro, em (Cadastros >> Produtos >> Produtos >> Tela [0293] CADASTRO DE PRODUTOS >> Alterar >> Tela [0324] ALTERAÇÃO DE PRODUTOS >> aba Custos e Preços).

  1. Após todas as configurações e modificações realizadas, clique no botão Confirmar Preços para que o botão Gravar (no cabeçalho dessa Tela) seja habilitado.

Após a inclusão da Nota Fiscal de Entrada, retornando à Tela [0563] NOTA FISCAL DE ENTRADA, há os seguintes botões:

  • Série : botão que permite o lançamento dos números de série dos itens da nota.
  • ATENÇÃO: Para que sejam aplicadas as regras de controle de número de série para um produto determinado, é necessário que em seu cadastro, em (Cadastro >> Produtos >> Produtos >> Tela [0293] CADASTRO DE PRODUTOS >> Incluir / Alterar >> Tela [0324] INCLUSÃO / ALTERAÇÃO DE PRODUTOS >> Aba OUTRAS INFORMAÇÕES >> Agrupamento OUTRAS CONFIGURAÇÕES >> opção □ 1.8 CONTROLAR NÚMERO DE SÉRIE), a opção 1.8 esteja marcada.
  • Número de série: Número que identifica produtos, atribuindo-lhe um número único de identificação. Útil para o controle de qualidade.

É possível na Tela de Notas Fiscal de Entrada informar o Número de Série dos produtos; ou seja, no momento de sua inclusão no Sistema. Na Nota Fiscal de Entrada, Tela [0563] NOTA FISCAL DE ENTRADA, selecione uma Nota Fiscal já registrada (a partir da Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCAIS – veja acima), na grid de exibição de resultados, que tenha produtos que realizem o controle do número de série e clique no botão Série . Será aberta a Tela [0498] LANÇAMENTO DOS NÚMEROS DE SÉRIE. Os produtos que não realizam controle de número de série não serão exibidos nessa Tela.

Figura 051 – Tela [0498] LANÇAMENTO DOS NÚMEROS DE SÉRIE.

Nesta Tela serão exibidos todos os itens da Nota Fiscal que controlam número de série, por exemplo, caso haja na nota um produto com 10 unidades, será mostrado 10 vezes o código deste produto, referindo-se a todos os produtos presentes na Nota.

Para digitar o número de série para o produto, na Tela [0498] LANÇAMENTO DOS NÚMEROS DE SÉRIE, selecione o item e digite Enter, será aberta a Tela [0491] DIGITAÇÃO DO NÚMERO DE SERIE/LOTE DO PRODUTO. Nesta Tela, informações como lote, data de validade do lote e número de série poderão ser digitadas. Para fechar a Tela, digite Enter novamente, onde retornará à Tela [0498].

Figura 052 – Tela [0491] DIGITAÇÃO DO NÚMERO DE SÉRIE / LOTE DO PRODUTO.

Ainda na Tela [0498] LANÇAMENTO DOS NÚMEROS DE SÉRIE, clicando no Botão Série , serão gerados números de série automaticamente para os produtos exibidos na Tela, que ainda não tenham número. Assim, cada item adquirido terá um número de série atribuído – de modo que não seja necessário informar um número de série manualmente para cada produto.

Figura 053 – Tela [0498] LANÇAMENTO DOS NÚMEROS DE SÉRIE.

Se desejar cancelar a operação, clique em Cancelar ; caso queira gravar as informações inseridas manualmente ou pelo sistema, clique em Gravar .

  • Lote : Botão que permite o lançamento dos números de lote dos itens da nota.
  • Para que sejam aplicadas as regras de controle de lote para um produto determinado, é necessário que esteja habilitado o módulo 15. CONTROLE DE ESTOQUE POR LOTE. No cadastro do produto – em (Cadastros >> Produtos >> Produtos >> Tela [0293] CADASTRO DE PRODUTOS >> Incluir / Alterar >> Tela [0324] INCLUSÃO / ALTERAÇÃO DE PRODUTOS >> Aba OUTRAS INFORMAÇÕES >> Agrupamento OUTRAS CONFIGURAÇÕES >> opção 1.10 CONTROLAR LOTES), a opção 1.10 deve estar marcada.
  • Lote: Remessa composta por várias unidades de um mesmo item. Os itens de um lote são todos fabricados em série, sob as mesmas condições, em um determinado período, e suas características são idênticas. Um lote é identificado e individualizado por um número denominado número de lote. Este número também serve para identificar todos os itens que fazem parte de um mesmo lote.

No momento da inclusão da Nota Fiscal de Entrada, na Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCAIS, um produto que esteja configurado para realizar o controle de lote, teremos um campo extra na Tela auxiliar INCLUINDO e que deverá ser preenchido para validar a inclusão do lote do produto. Assim, ao inserir o CÓDIGO do Produto na Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCAIS, será possível informar, no campo LOTE da Tela auxiliar INCLUINDO, a identificação do lote daquele produto. Além de informar o LOTE, será necessário informar a data de VALIDADE e de FABRICAÇÃO deste lote.

Figura 054 – Detalhe da Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCAIS: Tela auxiliar INCLUINDO.

  • Caso o lote tenha sido informado errado ou o usuário deseje modificar as informações do lote do produto, é possível seguir a rotina abaixo, utilizando o botão Lote da Tela [0563] NOTA FISCAL DE ENTRADA.

Além desse cadastro, será possível visualizar os produtos que controlam lote e que estão presentes em uma determinada Nota Fiscal de Entrada. Para isso, na Tela [0563] NOTA FISCAL DE ENTRADA, utilize o botão Lote ; com uma nota selecionada na grid de exibição de resultados dessa tela, clique nesse botão para abrir a Tela [0723] LOTES. Serão apresentados, nessa Tela, os lotes dos produtos inclusos na Nota Fiscal de Entrada de modo que seja possível visualizá-los. Caso tenha um único lote do produto, teremos uma única entrada nessa Tela. Caso tenha mais de um lote do mesmo produto, teremos tais lotes discriminados na Tela (atente para a coluna Lote). As colunas Validade, Fabricação e Obs Lote podem ser editadas, basta dar um duplo clique no campo e alterar o valor desejado.

Figura 055 – Tela [0723] LOTES.

Realizadas modificações ou não, clique no botão Cancelar ou Gravar para retornar à Tela anterior. As alterações serão realizadas também na Nota Fiscal de Entrada, sem a necessidade de alterar a Nota Fiscal de Entrada – com o Produto selecionado na Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCAIS, dê um duplo clique sobre o produto na Aba DADOS DA NOTA para visualizar as alterações realizadas na Tela [0723] LOTES.

  • Documentos : O sistema permite a vinculação de documentos às notas fiscais – por exemplo, imagens, documentos relativos ao fornecedor da nota, a nota digitalizada, etc.
  • Para vincular documentos à Nota de Compra, é necessário ao usuário, possuir permissão de acesso, localizada em (Utilitários >> Perfil e Usuários >> Perfil >> Tela [0984] CADASTRO DE PERFIL >> Permissões >> Tela [0645] PERFIL – PERMISSÃO DE ACESSO >> 5. COMPRAS >> Agrupamento 5. Nota Fiscal de Compra >> 5.1 Cadastro >> marcar a opção DOCUMENTOS).

Assim, será habilitado o botão Documentos na Tela [0563] NOTA FISCAL DE ENTRADA.

Figura 056 – Tela [0563] NOTA FISCAL DE ENTRADA.

Na Tela [0563] NOTA FISCAL DE ENTRADA, selecione a nota à qual deseja vincular um documento e clique no botão Documentos , abrindo a Tela [0805] CADASTRO DE DOCUMENTOS, permitindo incluir os documentos digitais desejados.

Clique em Incluir para habilitar os campos CAMINHO DO ARQUIVO (a partir desse campo, informe a localização do arquivo no computador) e DESCRIÇÃO DO ARQUIVO (insira uma descrição do documento anexado). Após esses procedimentos, clique em Gravar para registrar a operação. Os arquivos anexados passarão a constar no banco de dados do Sistema.

  • Manifestação : A Manifestação do Destinatário tem como função principal permitir que o destinatário da Nota Fiscal Eletrônica se manifeste em relação a uma NF-e emitida para o seu CNPJ.
  • O uso desta função depende da correta instalação e funcionamento de um certificado digital na máquina que irá emitir a manifestação; tal instalação não é de responsabilidade da ONCLICK, devendo ser providenciada pelo usuário.
  • É necessário também possuir permissão de acesso habilitada em (Utilitários >> Perfil e Usuários >> Perfil >> Tela [0984] CADASTRO DE PERFIL >> Permissões >> Tela [0645] PERFIL – PERMISSÃO DE ACESSO >> 5. COMPRAS >> Agrupamento 6. Manifestação do Destinatário >> 6.1 PERMITE ACESSO A MANIFESTAÇÃO DO DESTINATÁRIO).

– Com essa permissão o usuário poderá TOMAR AÇÃO e MANIFESTAR.

– Sem essa permissão o usuário poderá apenas SUGERIR UMA AÇÃO A SER TOMADA, mas não efetivá-la. A coluna de SUGESTÃO DA AÇÃO ficará habilitada na grid dos registros a serem manifestados e o usuário escolhe uma possível ação, essa sugestão ficará salva para que um outro usuário, que tenha permissão, efetive a manifestação utilizando ou não essa sugestão.

– Todas as ações tomadas e transmitidas serão gravadas no LOG DE PROCESSOS do ONCLICK (Utilitários >> Utilitários >> Log de Processos >> Tela [1123] LOG DE PROCESSOS), acessado somente com permissão de usuário (10. UTILITÁRIOS >> 5.8 PERMITE VISUALIZAR LOG DE PROCESSOS).

A Manifestação do Destinatário é um evento que é desencadeado pelo destinatário/receptor da Nota Fiscal Eletrônica, confirmando o recebimento da Nota Fiscal Eletrônica emitida para seu CNPJ (dando ciência do recebimento).

Para utilizar esta função, clique no botão Manifesto , abrindo a Tela [0960] MANIFESTAÇÃO DE DESTINATÁRIO.

Figura 058 – Tela [0960] MANIFESTAÇÃO DESTINATÁRIO

Na Tela [0960] MANIFESTAÇÃO DE DESTINATÁRIO, após selecionar o certificado digital, são exibidas as notas fiscais presentes na SEFAZ, cujo CNPJ do destinatário coincida com o CNPJ da empresa. Clique no botão Verificar Notas para acionar uma consulta no SEFAZ, trazendo as notas destinadas ao cliente. Tal botão pesquisa as notas do site da SEFAZ e as armazena no banco de dados do sistema.

Após selecionar as notas desejadas, clique no botão Manifestar-se para que a Manifestação do Destinatário seja emitida para a SEFAZ, registrando tal documento no Sistema.

Para auxiliar na verificação de quais destas notas estão lançadas no sistema, há o botão Verificar NFs gravadas. Ao clicar neste botão, será comparada a chave de acesso presente na SEFAZ com a chave de acesso salva no sistema, caso coincidam, automaticamente será marcada a coluna NF GRAVADA, indicando que essa nota está presente no sistema e que as demais precisam ser inclusas.

Figura 059 – Tela [0960] MANIFESTAÇÃO DESTINATÁRIO

Atualmente só é possível fazer consultas de Manifestações de Destinatário no site da SEFAZ, que disponibiliza apenas as Notas Fiscais com data de emissão dos últimos 15 dias.

Devido a isto, existe em nosso sistema a tabela NFE_MANIFESTACAO_DESTINATARIO que armazena as notas pesquisadas no site; assim ao consultar uma nota no site da SEFAZ, esta nota ficará salva na tabela NFE_MANIFESTACAO_DESTINATARIO, possibilitando pesquisar no sistema ONCLICK notas com data de emissão anteriores a 15 dias.

Há uma configuração do sistema que permitirá padronizar uma data de filtro para a Tela [0960] MANIFESTAÇÃO DO DESTINATÁRIO, onde será exibida a data de acordo com a quantidade de dias informadas neste campo, partindo da data atual. Esta configuração localiza-se em (Utilitários >> Configurações >> Sistema >> Tela [0030] CONFIGURAÇOES DO SISTEMA >> Alterar >> 9. Fornecedor/Compra >> Agrupamento 8. Manifestação de Destinatário >> 8.1 MOSTRAR NOTAS DOS ÚLTIMOS ____ DIAS.)

145

No campo de filtro por data (DATA DE EMISSÃO DE) da Tela [0960] MANIFESTAÇÃO DO DESTINATÁRIO, será retornado por padrão a quantidade de dias inseridos na Configuração do Sistema, e a pesquisa exibirá as notas por data de emissão.

  • Esta data pode ser alterada direto na Tela [0960].
  • Não há o botão Pesquisar, é só informar a data e dar enter.

A consulta pela data será efetuada direto do banco de dados, pesquisando da tabela NFE_MANIFESTACAO_DESTINATARIO, e retornando as notas com data de emissão compreendida dentro do período informado.

  • NF Saída : Este botão permite a geração e a exclusão de uma Nota Fiscal vinculada à Nota de Entrada selecionada. A Nota Vinculada é uma cópia da Nota de Entrada disponibilizada na tela de Nota de Saída, de modo que torne possível sua transmissão à SEFAZ. A Nota Fiscal Vinculada deverá ser criada em dois casos:
  1. Para Fornecedor Rural, quando esse precisa, por exemplo, dar baixa em uma perda de estoque (produtos perecíveis);
  2. No caso da uma Nota de Importação, visando adequar o Produto importado à legislação fiscal nacional.

Para criar essa Nota Fiscal de Saída Vinculada, é necessário, na Tela [0563] NOTA FISCAL DE ENTRADA, selecionar a nota de entrada na grid de exibição de resultados e clicar no botão NF Saída : selecionando a opção Gerar NF Vinculada, será aberta a Tela [0517] NOTA FISCAL DE SAÍDA VINCULADA. Esse tipo de Nota Fiscal não gera financeiro nem atualiza estoque. As notas geradas dessa forma ficarão marcadas, na cor verde, na grid de exibição de resultados da Tela [0565] NOTA FISCAL.

Figura 060 – Tela [0517] NOTA FISCAL DE SAÍDA VINCULADA.

  1. Campo SÉRIE: Informe a Série de NF-e para a qual a Nota Fiscal Vinculada será gerada. Neste campo, deve ser informada a série de Notas Fiscais de Venda.
  2. Campo NR NOTA: Deixe o campo NR NOTA em branco, de forma que o sistema atribuirá a essa nota fiscal vinculada a numeração da sequência da série informada no campo SÉRIE.
  3. Campo DT EMISSÃO: Informe a data de emissão desta nota.
  4. Campos OBSERVAÇÃO A SER IMPRESSA e OBSERVAÇÃO PARA O CORPO DA NOTA: O preenchimento de tais campos é optativo, sendo que constarão nas observações no corpo e nos Dados Adicionais da Nota Fiscal de Venda gerada.

Ainda na Tela [0517] NOTA FISCAL DE SAÍDA VINCULADA, para dar continuidade ao processo, clique no botão Processar ; será mostrada a seguinte mensagem:

Figura 061 – Confirmação de geração da NF vinculada.

Após a confirmação da mensagem, será gerada uma Nota idêntica à Nota de Entrada na Tela [0565] NOTA FISCAL – acessada em (Vendas >> Notas Fiscais >> Nota Fiscal >> Tela [0565] NOTA FISCAL), porém com a série e numeração de notas de saída (as informadas na geração da Nota)

Para a transmissão da nota, acesse a Tela [0565] NOTA FISCAL; a nota vinculada será mostrada na grid de exibição de resultados, com a cor verde indicando que trata-se de uma Nota Fiscal de Entrada, além de que na coluna da grid de exibição de resultados, a coluna Tipodoc terá a informação NE (Nota de Entrada). Essa nota, por estar vinculada à nota de entrada, não poderá ser alterada nem excluída; portanto, ao selecioná-la, os botões Alterar e Excluir ficarão desabilitados. A função da nota vinculada na tela de nota de saída é somente realizar sua transmissão à SEFAZ.

Figura 062 – Tela [0565] NOTA FISCAL – discriminação da Nota Vinculada.

Caso seja necessário alterar alguma informação da nota, será necessário retornar à tela de Nota de Entrada, em (Compras >> Nota de Compra >> Nota Fiscal de Entrada >> Tela [0563] NOTA FISCAL DE ENTRADA), selecionar a nota, clicar no botão NF Saída novamente e selecionar a opção Excluir NF Vinculada: assim a nota vinculada será excluída e a Nota de Entrada estará habilitada para edição. Depois das alterações realizadas, realize o processo de geração de NF vinculada novamente, caso seja necessário.

  • Para maiores informações sobre a geração de Notas de Importação, consulte o último capítulo deste manual.
  • Relatórios: A opção Relatórios da Tela [0563] NOTA FISCAL DE ENTRADA, apresenta as seguintes opções: Espelho da Nota, Espelho da Nota (Gráfico), Etiquetas, Comparativo de Preços e Pagamento de Fornecedor:
  • Espelho da Nota: Exibe a impressão do espelho da Nota Fiscal selecionada, permitindo sua impressão;
  • Espelho da Nota (Gráfico): Exibe a impressão em um modelo gráfico do espelho da Nota Fiscal selecionada, permitindo sua impressão;
  • Etiquetas: Abre a Tela [0277] ETIQUETAS PARA PRODUTO, possibilitando a impressão de etiquetas para os produtos. Esta Tela não é aberta com nenhum produto selecionado, sendo necessário realizar a pesquisa dos produtos para os quais deseja gerar a etiqueta.
  • Comparativo de Preços: Exibe um relatório que apresenta uma comparação entre os valores de compra de todos os itens de todas as Notas Fiscais apresentadas (filtradas) na grid de exibição de resultados.
  • Pagamento do Fornecedor: Apresenta um romaneio específico para beneficiamento.
  • NF-e: Este botão só é habilitado caso haja um arquivo XML associado à Nota Fiscal selecionada, ou seja, caso a Nota Fiscal tenha sido incluída através da importação do arquivo XML enviado pelo fornecedor. É possível neste botão visualizar este arquivo XML, com a opção Visualizar XML da Nota Fiscal Eletrônica de Entrada, ou adicionar o arquivo XML na tabela NFE_ARQUIVOSNFE, com a opção Adicionar XML do Disco.

HISTÓRICO DE COMPRAS B.I. (BUSINESS INTELLIGENCE)

(Compras >> Nota de Compra >> Relatórios >> Histórico de Compras (BI) >> Tela [0037] HISTÓRICO DE COMPRAS).

A partir desta Tela será possível consultar vários tipos de Históricos diferentes, obedecendo às configurações informadas. Não é possível realizar nenhuma alteração a partir dela, mas sim visualizar os resultados das operações realizadas anteriormente. As opções de históricos trazem dados referentes às notas fiscais de entrada.

  • A sigla B. I. significa Business Intelligence; em português, Inteligência Empresarial, e refere-se ao processo de coleta, organização, análise, compartilhamento e monitoramento de informações que oferecem suporte para a gestão de negócios. É um conjunto de técnicas e ferramentas para auxiliar na transformação de dados brutos em informações significativas e úteis a fim de analisar o negócio e auxiliar na tomada de decisão.
  • O objetivo dos históricos B.I. é permitir uma fácil interpretação de um grande volume de dados.

Figura 063 – Tela [0037] HISTÓRICO DE COMPRAS.

No campo HISTÓRICO do cabeçalho dessa Tela, é possível escolher dentre as seguintes opções: Histórico por produto, Histórico por nota, Giro de Compra, Resumo por grupo/ subgrupo, Resumo por tipo produto, Ranking de fornecedores (p/ valor), Ranking de fornecedores (p/ qtde), Comparativo de Custos, Comparativo anual de compras (fornec.), Resumo de operações e Ranking dos produtos. Ao selecionar algum desses históricos, a terceira Aba, indicada na imagem como Histórico selecionado, será modificada, oferecendo o histórico desejado. Já na Aba SQL, estarão disponíveis os campos consultados no Banco de Dados e a forma como foram relacionados.

  • As colunas que referem-se à impostos não registram necessariamente os valores que devem ser pagos, mas sim uma visualização possível; além disso, o imposto digitado na Nota Fiscal de Entrada não deve ser confundido com o crédito proveniente de impostos.

Abaixo, seguem algumas observações sobre alguns dos Históricos disponíveis:

  1. Histórico por Produto e Histórico por Nota: Estes históricos organizam e disponibilizam dados provenientes da Nota Fiscal de Entrada. No histórico por produto, serão exibidos os dados dos itens presentes nas notas de entradas, como código de barra, valores unitários, despesa do item, descontos, etc; a visualização é por item. Já no histórico por nota, é exibido os dados gerais da nota fiscal de entrada, como valor total, valor de frete, CFOP do cabeçalho, etc.
  2. Giro de compra: O sistema faz uma análise daquilo que foi comprado e vendido, indicando o giro de compras; é possível visualizar nas colunas da terceira aba, separado por item, as quantidades da última compra e da venda realizadas no período selecionado, além da data da última compra, dias em relação a última compra, quantidade comprada, quantidade vendida, etc.
  3. Resumo por grupo/subgrupo: Apresenta as compras efetuadas ordenadas por grupo e subgrupo de produto.
  4. Resumo por tipo de produto: Apresenta as compras efetuadas ordenadas por tipo de produto (produto acabado, matéria prima, semi-acabados, etc).
  5. Ranking de Fornecedores (p/valor): Apresenta as compras ordenadas por fornecedor, totalizando a quantidade de notas e o valor total das notas para aquele fornecedor, exibe também um percentual para o fornecedor em relação ao valor total das compras realizadas no período.
  6. Ranking de Fornecedores (p/ qtde): Apresenta as compras ordenadas por fornecedor, totalizando a quantidade de notas e o valor total das notas para aquele fornecedor, apresenta também um percentual para o fornecedor em relação à quantidade total de notas inclusas no período.
  7. Comparativos de custo: Relaciona os dados de custo que estão na compra e os que estão no cadastro do produto (OBSERVAÇÃO: o produto pode ter um custo em seu cadastro e um outro valor registrado pela Nota Fiscal de Entrada).
  8. Comparativo anual de compra (fornec.): Realiza o comparativo, mês a mês, do quanto foi adquirido de cada fornecedor, listando-os de modo a acompanhar as principais aquisições da empresa.
  9. Resumo das operações: Permite visualizar as naturezas de operação e valores mobilizados nas compras, de modo que seja possível consultar quais são as naturezas de operação mais praticadas por sua empresa, bem como os valores que lhes são correspondentes. Permite visualizar as compras realizadas no período informado no filtro, ordenadas por tipo de operação (visualizável em (Fiscal >> Tabelas Fiscais >> Tabelas Fiscais >> Natureza de Operação >> Tela [0134] NATUREZA DE OPERAÇÃO), coluna Tipo de Operação), por forma de pagamento (dinheiro, cartão, cheque, etc.), e ainda um resumo por data onde é exibido o total de notas e o valor total por data de entrada no sistema.
  10. Ranking por produto: Com essa opção de histórico, é possível visualizar o quanto cada produto é responsável, em percentuais, pelas suas operações de compra.

3 GERENCIAMENTO DOS PEDIDOS DE COMPRA

(Compras >> Nota de Compra >> Relatórios >> Gerenciamento de Pedido de Compra >> Tela [0812] GERENCIAMENTO DOS PEDIDOS DE COMPRA).

Essa Tela oferece relatórios semelhantes aos anteriores, porém traz somente dados relativos aos pedidos de compra inclusos no sistema e não às notas fiscais de entrada. A partir dessa tela, é possível consultar informações relativas a produtos e fornecedores, bem como a relação estabelecida por ambos.

Figura 064 – Tela [0812] GERENCIAMENTO DOS PEDIDOS DE COMPRA.

No campo HISTÓRICO do cabeçalho dessa Tela, é possível escolher dentre as seguintes opções: Lista por produto, Lista por pedido, Resumo por grupo/subgrupo, Ranking de fornecedores (p/ valor), Ranking de fornecedores (p/ qtde), Ranking por produto, Ranking por cod fabricante e Follow-up de compras. Do mesmo modo que a Tela anterior, a terceira Aba, indicada na imagem como Histórico Selecionado, será modificada, oferecendo o histórico desejado, assim como na Aba SQL estarão disponíveis os campos consultados no Banco de Dados e a forma como foram relacionados.

As opções disponíveis apresentam as mesmas informações dos relatórios correspondentes do Histórico BI de Compras. Destacamos, no Gerenciamento do Pedido de Compra, a opção de Histórico Follow-up de Compras, onde é possível fazer um acompanhamento dos pedidos de compra e consultar os pedidos resíduo gerados – compare, no resulta da pesquisa, as colunas Pedido, Recebido e Falta. Por exemplo, é possível importar para a nota fiscal de entrada somente uma parte do pedido de compra, permanecendo o restante do pedido de compra à espera do faturamento, neste caso, para um pedido de compra com 30 itens, por exemplo, onde foram importados somente 10 itens, restando 20 no pedido de compra; no histórico Follow-up de compras, esta situação seria apresentada da seguinte forma, pedido = 30, recebido = 10 e falta = 20.

 

4 PREÇOS E OFERTAS DOS FORNECEDORES

(Compras >> Sugestão e Cotações de Preço >> Preços e Ofertas dos Fornecedores >> Tela [0558] PREÇOS E OFERTAS DOS FORNECEDORES).

É possível registrar no sistema quais são as ofertas e preços praticados pelos Fornecedores da empresa. A Tela [0558] PREÇOS E OFERTAS DOS FORNECEDORES permite incluir, alterar ou excluir preços e ofertas que o Fornecedor tenha informado, cadastrando-as no sistema, de modo a fornecer um registro dessas informações e possibilitando comparações. Para incluir informações nessa Tela, clique no botão Incluir , abrindo a Tela [0417] CADASTRO DE PREÇOS E OFERTAS, onde será possível informar o Fornecedor, preços e valores relativos aos Produtos (que já devem estar cadastrados no Sistema).

Figura 065 – Tela [0417] CADASTRO DE PREÇOS E OFERTAS.

  1. Campo FORNECEDOR: Selecione um dos fornecedores já cadastrados no sistema para registrar seu preço e oferta para o produto selecionado (veja abaixo).
  2. Campo CÓDIGO: Informe o código do produto que se deseja registrar. Para facilitar a consulta, utilize o botão Pesquisa produto para abrir a Tela [0074] PROCURA PRODUTOS; caso deseje incluir ou alterar um produto que esteja sendo cadastrado, clique no botão Cadastra Produtos , acessando a Tela [0293] CADASTRO DE PRODUTOS. Após informar o Código do Produto, o Campo DESCRIÇÃO será preenchido com os dados daquele produto.
  3. Campo MARCA: Selecione uma das marcas cadastradas no Sistema. Marcas são cadastradas em (Cadastros >> Produtos >> Tabelas Diversas >> Marca >> Tela [0308] CADASTRO DE MARCA).
  4. Campo VR UNITÁRIO: Informe o valor unitário oferecido pelo fornecedor para o produto informado.
  5. Campos % DESCONTO, % IPI, % ICMS e % FRETE: Informe o percentual de desconto oferecido pelo fornecedor, o percentual do IPI, ICMS e o percentual de acréscimo derivado do frete.
  6. Campo VALIDADE: Caso se aplique, informe um prazo de validade da oferta para o produto informado. Tal campo não é de preenchimento obrigatório.
  7. Campo PRAZO DE ENTREGA (DIAS): Informe nesse campo o prazo de entrega do produto informado pelo seu fornecedor.
  8. Campo CONDIÇÃO DE PAGAMENTO: Informe a condição de pagamento oferecida pelo seu fornecedor em relação ao produto em oferta. Assim, por exemplo, se o fornecedor oferecer 3 (três) parcelas em até 90 (noventa) dias, informe nesse campo “30/60/90”.

Assim, o usuário do sistema passa a ter praticamente um novo tipo de cotação ao consultar as Telas citadas anteriormente, sabendo quais os valores e condições para os Produtos que estão sendo adquiridos, abrindo na Tela [0572] INCLUINDO/ALTERANDO PEDIDO DE COMPRA, ao digitar o item, na Aba PREÇOS E OFERTAS, consultando os itens cadastrados do modo citado acima.

Figura 066 – Aba Preços e Ofertas de Fornecedores

5 CADASTRO DOS TIPOS DE SOLICITAÇÃO DE COMPRA

(Compras >> Sugestão e Cotações de Preço >> Tipos de Solicitação de Compra >> Tela [0898] CADASTRO DOS TIPOS DE SOLICITAÇÃO).

Para realizar a Solicitação de Compra, será necessário informar os diferentes tipos de solicitações de compra que são possíveis de serem utilizados pela empresa. As informações constantes na Tela [0898] CADASTRO DOS TIPOS DE SOLICITAÇÃO DE COMPRA serão utilizadas para organizar as solicitações de compra na Tela [0511] SOLICITAÇÃO DE COMPRA – campo TIPO –, sendo que as configurações de cores (veja abaixo) dos tipos de solicitações de compra serão utilizadas na grid de exibição de resultados dessa mesma tela. Os campos no rodapé dessa Tela só se tornarão habilitados para edição clicando no botão Incluir , sendo que serão gravados após clicar no botão Gravar .

Figura 067 – Tela [0898] CADASTRO DOS TIPOS DE SOLICITAÇÃO.

  1. Campo DESCRIÇÃO: Informe uma descrição sucinta – limitada a s 20 caracteres – para ser utilizada como identificação para o tipo de solicitação cadastrada.
  2. Campo COR DA FONTE: Informe a cor da fonte que será utilizada para identificar esse tipo de solicitação de compra – tal cor será utilizada na Tela [0511] SOLICITAÇÃO DE COMPRA.
  3. Campo COR DE FUNDO: Informe a cor de fundo que será utilizada para identificar esse tipo de solicitação de compra – idem campo anterior.
  4. Botão Limpar cores selecionadas : Clicando nesse botão, os campos COR DA FONTE e COR DE FUNDO voltarão a ter sua configuração padrão (cor da fonte em preto e cor de fundo em branco).
  • Uma vez que os tipos de solicitação não estão vinculados a nenhuma função do Sistema em específico além da classificação dos tipos de solicitação de compra, utilize cores que informem a urgência desses pedidos ou mesmo o usuário que originalmente realizou tal solicitação.

Exemplo:

Figura 068 – Tela [0898] CADASTRO DOS TIPOS DE SOLICITAÇÃO

Figura 069 – Tela [0511] SOLICITAÇÃO DE COMPRA

6 NOTA DE IMPORTAÇÃO

Sempre que ocorre a compra de produtos oriundos do exterior, é necessário enviar à Secretaria da Fazenda (SEFAZ) a nota fiscal de entrada correspondente a essa compra. No sistema ONCLICK, para o lançamento de notas fiscais deste tipo, é necessário habilitar o módulo específico referente às notas de importação e exportação. Para habilitá-lo, acesse (Utilitários >> Configurações >> Sistema >> Tela [0030] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA – CADASTRO DE EMPRESAS >> Módulos >> Tela [0967] MÓDULOS), selecionando a opção 14. NOTAS FISCAIS DE IMPORTAÇÃO/EXPORTAÇÃO.

Figura 070 – Habilitação do módulo 14. NOTAS FISCAIS DE IMPORTAÇÃO / EXPORTAÇÃO.

  • A habilitação do módulo de Notas Fiscais de Importação/Exportação poderá ser realizada apenas pelo pessoal autorizado da ONCLICK. Sendo assim, deve-se entrar em contato com o Suporte Técnico para maiores informações.

6.1 Configuração

6.1.1 Fornecedores

Após habilitar o módulo, cadastre o Fornecedor na Tela [0065] INCLUSÃO / ALTERAÇÃO DE FORNECEDORES, em (Cadastros >> Fornecedores >> Tela [0053] CADASTRO DE FORNECEDORES >> Incluir/Alterar >> Tela [0065] INCLUSÃO/ALTERAÇÃO DE FORNECEDORES). Realize o cadastro do fornecedor do mesmo modo que realiza o cadastro dos demais fornecedores, atentando-se para que seja selecionado no campo PAÍS o país de origem do Fornecedor em questão. Assim, o campo UF será preenchido automaticamente com a sigla EX (ou seja, Unidade Federativa Exterior). Excepcionalmente no caso de Fornecedor estrangeiro, não será necessária a inclusão do CPF ou CNPJ.

Figura 071 – Cadastro de Fornecedor: detalhes para o Fornecedor estrangeiro.

No campo DOC ESTRANGEIRO, é possível informar um documento estrangeiro para o fornecedor, tal documento poderá ser o número do passaporte ou outro documento legal que o identifique como estrangeiro, esta informação é opcional e caso seja preenchida será enviada na tag <idEstrangeiro>, do arquivo XML da Nota de Saída. Caso não seja preenchido, a tag irá em branco.

O campo DOC ESTRANGEIRO será habilitado somente se o país for diferente de Brasil, e seu tamanho é de 5 a 20 caracteres.

6.1.2 CFOP (Código Fiscal de Operações e Prestações)

É necessário realizar a configuração do CFOP (Código Fiscal de Operações e Prestações) ou Natureza de Operação que será utilizado na nota de importação. As naturezas de operações relativas às compras do exterior (importação) são as iniciadas por 3 e as relativas às saídas para o exterior (exportação) são as iniciadas por 7. Neste manual, adotaremos a Natureza 3.102 como exemplo; entretanto, verifique com o Contador da empresa qual será a natureza de operação que deverá ser utilizada.

Para Incluir ou Alterar uma CFOP, acesse (Fiscal >> Tabelas Fiscais >> Natureza de Operação >> Tela [0134] NATUREZA DE OPERAÇÃO >> Incluir/Alterar >> Tela [0155] INCLUSÃO / ALTERAÇÃO DE NATUREZA DE OPERAÇÃO). Na configuração da natureza de operação, atente-se aos seguintes campos:

Figura 072 – Configurações da Natureza de Operação para Importação.

  • Campo 1. CÓDIGO FISCAL: Informe o código fiscal a ser utilizado, o qual deverá ser informado pelo Contador.
  • Campo 2. DESCRIÇÃO INTERNA: A descrição da natureza de operação; por exemplo, Importação.
  • Campo 3. DESCRIÇÃO P/ NOTA FISCAL: A descrição da natureza de operação que será impressa na nota fiscal. Veja com a contabilidade qual é a descrição que deverá ser utilizada.
  • Campo 6.1 TIPO DE OPERAÇÃO: Informe Compra.
  • Campo 6.2 TIPO DE NOTA FISCAL: Informe Entrada.
  • Campo 6.3 NATUREZA ESPECÍFICA PARA: Informe Importação.
  • Campo 6.5 MOVIMENTA ESTOQUE: Informe Entrada.
  • Agrupamento 7. INCIDÊNCIA DE IMPOSTOS:

Figura 073 – Configuração da Incidência de Impostos para uma Natureza de Operação.

  • Todos os campos do agrupamento 7. INCIDÊNCIA DE IMPOSTOS deverão ser configurados com o auxílio do Contador da empresa, já que ele obtém as informações sobre quais são os impostos que a empresa deverá se creditar, ou não, relativo às notas de importação.

Após configurar as informações, clique no botão Gravar – no rodapé da Tela.

6.1.3 INCOTERM (International Commercial Terms)[2]

Para a configuração do INCOTERM, acesse (Fiscal >>Tabelas Fiscais >> Lista de Incoterms (Termos do Comércio Internacional) >> Tela [0966] INCOTERM (TERMOS DE COMÉRCIO INTERNACIONAL)). Esta tela mostrará a lista dos INCOTERMs já inclusos, bem como a configuração do cálculo que compõe cada um deles.

Para incluir um INCOTERM, na Tela [0966] INCOTERM (TERMOS DE COMÉRCIO INTERNACIONAL) clique em Incluir , serão habilitados os campos:

Figura 074 – Tela [0966] INCOTERM (Termos do Comércio Internacional)

  • DESCRIÇÃO: Campo para digitação da sigla ou o nome do INCOTERM.
  • TIPO TRANSPORTE: Onde de acordo com o INCOTERM presente na DI (Declaração de Importação), deverá ser selecionado um tipo de transporte dentre os definidos pela SEFAZ (1 ao 10), sendo eles:
  1. Marítima (via de transporte em mares);
  2. Fluvial (via de transporte em rios);
  3. Lacustre (via de transporte em lagos e lagoas);
  4. Aérea (via de transporte que utiliza aviões e helicópteros);
  5. Postal (via de transporte realizado por meio dos Correios, cartas e correspondências);
  6. Ferroviária (via de transporte realizado por meio de trens);
  7. Rodoviária (via de transporte realizado em estradas, rodovias, ruas);
  8. Conduto / Rede Transmissão (transporte por meio de tubos ou redes de transmissão);
  9. Meios Próprios;
  10. Entrada / Saída Ficta (ocorre quando uma empresa, domiciliada no Brasil, promove a venda de produto nacional para uma empresa sediada no exterior sem que tenha ocorrido a saída física do território brasileiro. Ainda que não haja a saída física do produto do território nacional, tal receita será considerada de exportação, produzindo os efeitos fiscais e cambiais decorrentes da exportação, desde que seu pagamento seja efetuado em moeda nacional ou estrangeira de livre conversibilidade).
  • TIPO INTERMÉDIO: listará as 3 formas de importação quanto à intermediação disponibilizadas pela SEFAZ. São elas:
  1. Importação por conta própria: Consiste na operação em que a empresa importadora adquire mercadorias do exterior, fazendo-a em seu nome e sendo responsável pelo fechamento e liquidação do contrato de câmbio com recursos próprios, para, em seguida, vendê-las no mercado interno.
  2. Importação por conta e ordem: Nesse tipo de operação, uma empresa – a adquirente –, interessada em uma determinada mercadoria, contrata uma prestadora de serviços – a importadora por conta e ordem – para que esta, utilizando os recursos originários da contratante, providencie, entre outros, o despacho de importação da mercadoria em nome da empresa adquirente.
  3. Importação por encomenda: Nesse tipo de operação, uma empresa – a encomendante predeterminada –, interessada em uma certa mercadoria, contrata uma outra empresa – a importadora – para que esta, com seus próprios recursos, providencie a importação dessa mercadoria e a revenda posteriormente para a empresa encomendante.

(Extraído de http://www.receita.fazenda.gov.br/aduana/contaordemencomenda/default.htm).

  • E também os três Agrupamentos: PARA CALCULAR O IMPOSTO DE IMPORTAÇÃO, CONSIDERAR OS SEGUINTES VALORES; PARA CALCULAR A BASE DO ICMS, CONSIDERAR OS SEGUINTES VALORES e PARA GERAR O FINANCEIRO, CONSIDERAR OS SEGUINTES VALORES – por padrão, todas as opções estarão habilitadas, mas poderão ser editadas.

Para saber qual INCOTERM deverá ser utilizado no lançamento da nota de importação, observe a sua DI (Declaração de Importação): a INCOTERM é mostrada no início de cada ADIÇÃO da nota, geralmente em Condição de Venda. Atente-se para o fato de que haverá casos onde cada adição possui um INCOTERM diferente; nestes casos, deverão ser inclusos todos os INCOTERMs apresentados na DI.

  • A configuração errada do INCOTERM poderá acarretar em valores incorretos na nota, não condizentes com os valores da DI. Portanto, as especificidades dos impostos de cada INCOTERM deverão ser consultadas junto ao Despachante Aduaneiro; ele estará apto para informar os dados relativos a cada uma das siglas.

Para maiores informações acerca de cada INCOTERM, poderá ser consultado o site: http://www.aprendendoaexportar.gov.br/sitio/paginas/comExportar/incCategorias.html

Ao gerar a nota vinculada, em (Compras >> Nota de Compra >> Nota Fiscal de Entrada>> Tela [0563] NOTA FISCAL DE ENTRADA >> Incluir >> Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCAIS >> NF Saída >> Gerar NF Vinculada >> Tela [0517] NOTA FISCAL DE SAÍDA VINCULADA), algumas informações do INCOTRM serão geradas na Nota de Saída e poderão ser visualizadas na aba NF de Importação da mesma.

Untitled16

Figura 075 – Tela [0566] MANUTENÇÃO DA NOTA FISCAL – Aba NF de Importação

6.2 Nota de Entrada

O lançamento de notas de importação e sua posterior validação é realizado com base na Declaração de Importação (DI)[3]. Portanto, antes de iniciar o lançamento da nota, tenha em mãos a DI correspondente à nota a ser lançada.

Como a maioria das DIs possuem uma quantidade grande de informações, recomenda-se ler atentamente a DI antes de iniciar o lançamento da nota afim de ter uma visão global dos dados e evitar descobrir informações necessárias ao lançamento após ter iniciado sua inclusão no sistema. Na leitura da DI, observe dados como o Peso Líquido, as taxas da moeda utilizada, o valor de frete e os valores de taxas como SISCOMEX e Capatazia; atente-se também para as informações que indiquem redução ou isenção de algum imposto.

  • Caso ocorram dúvidas para identificar os campos citados no extrato da DI, consultar os exemplos presentes no item 7.3 deste manual.

Para lançar uma nota de importação, será necessário incluir primeiramente uma Nota de Entrada – mesmo que a nota deva ser transmitida à SEFAZ. Para isso, acesse (Compras >> Nota Fiscal de Entrada >> Tela [0563] NOTA FISCAL DE ENTRADA >> Incluir >> Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCAIS). Digite a série utilizada para notas de entrada, o número da nota (o qual poderá ser o número da DI; porém, o número que terá validade perante a Receita será o da nota vinculada gerada ao final do processo) e selecione o fornecedor estrangeiro previamente cadastrado.

Na Aba DADOS DA NOTA, selecione a data de EMISSÃO, a data de ENTRADA e informe o valor do peso líquido no campo TOTAL PESO LIQUIDO. O valor do peso líquido geralmente localiza-se na primeira página da DI.

Figura 076 – Detalhe da Inclusão de Nota de Entrada.

  • Não existe a possibilidade de importar um arquivo XML para as notas de importação.
  • O número da DI é mostrado na parte superior de todas as páginas do extrato da DI, antecedido pela palavra “Declaração”. Ele é composto de 10 (dez) dígitos, sendo os 2 (dois) primeiros algarismos para o ano, 7 (sete) algarismos para o número da DI e 1 (um) algarismo, o último, como dígito de controle.

No campo NATUREZA DE OPERAÇÃO, informe a natureza cadastrada, específica para a operação de importação; ao informá-la, automaticamente será habilitada a Aba DADOS DE IMPORTAÇÃO, na qual será necessário informar a taxa da moeda utilizada na DI bem como os demais dados relevantes para importação (veja abaixo – Figura 077).

Figura 077 – Aba DADOS DE IMPORTAÇÃO na Entrada de Notas Fiscais.

  • Todos os campos desta Aba deverão ser preenchidos de acordo com a DI.

Agrupamento DADOS DE IMPORTAÇÃO:

  • Campos MOEDA/COTAÇÃO FRETE e MOEDA/COTAÇÃO ITEM: Informe qual a moeda que será utilizada para o lançamento da nota (dólar, euro, etc.). Caso seja necessário incluir alguma moeda, as mesmas poderão ser cadastradas na Tela [0012] CADASTRO DE MOEDAS, localizada em (Financeiro >> Tabelas Financeiras >> Moedas >> Tela [0012] CADASTRO DE MOEDAS). Nos campos à frente dos campos citados, digite o valor da cotação que será utilizada.
  • Algumas DIs trazem uma moeda e/ou uma cotação para os itens e outra para o frete; nestes casos, haverão 2 (dois) campos que poderão ser preenchidos com seus respectivos valores. Caso não seja esse o caso, utilize as mesmas informações em ambos os campos. Tanto a moeda como seu valor geralmente encontram-se na parte Dados Complementares da DI, a partir da segunda página.
  • Botão Recalcula todos os produtos pela nova cotação : O botão tem a função de recalcular o valor dos produtos ou dos impostos. Utilize-o quando, depois de lançado os itens, for alterado o valor da cotação, algum valor de capatazia, de outras despesas ou ainda a configuração de cálculo do INCOTERM. Clicando neste botão, não há a necessidade de repassar todos os itens, recalculando-os.
  • Campo INCOTERM: Informe o INCOTERM (veja acima sua definição), para a presente nota de importação, que deverá basear o cálculo do financeiro. Há a possibilidade de ser lançado um INCORTERM para cada adição da nota; assim, neste campo informe o INCOTERM base para o cálculo do financeiro. O botão Tabela de INCOTERM , ao lado desse campo, abre a Tela [0966] INCOTERM (TERMOS DE COMÉRCIO INTERNACIONAL), possibilitando a alteração de um código já existente – ou a inclusão de um novo.

Ao selecionar um INCOTERM neste campo, automaticamente será atribuído o TIPO DE TRANSPORTE e o TIPO DE INTERMEDIO para a Nota de acordo com o configurado no INCOTERM selecionado.

Se for selecionado um INCOTERM cujo Tipo de Intermédio seja POR CONTA E ORDEM ou POR ENCOMENDA, os campos CNPJ ADQUIRENTE e UF DO ADQUIRENTE da mesma Tela serão obrigatórios, não sendo permitido gravar a nota com tais campos em branco:

Figura 078 – Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCAIS

  • As informações referentes ao TIPO DE TRANSPORTE e ao TIPO DE INTERMEDIO referem-se ao INCOTERM selecionado na aba Dados de Importação e não ao INCOTERM dos itens da Nota.
  • Campo INVOICE: Refere-se ao número do documento, emitido pelo exportador, que formaliza a transferência das mercadorias. Informe neste campo o número do INVOICE (a tradução de invoice é “despacho”, “fatura” ou mesmo “nota”). Verifique com o despachante aduaneiro qual é o número correspondente.
  • Marcação NOTA FISCAL DE AMOSTRA: Ao marcar esta opção, o valor dos produtos passa a não compor o valor total da nota fiscal, sendo o valor total da nota fiscal composto somente pelos valores dos impostos. Se a opção for desmarcada, o valor dos produtos passa a compor o valor total da nota; neste caso, o valor do campo TOTAL NF da Aba DADOS DA NOTA deverá ser digitado novamente (OBSERVAÇÃO: Utilize esta opção com um CFOP específico para notas de amostras de importação).
  • Campo CAPATAZIA: É o serviço utilizado geralmente em portos e estações/terminais ferroviários, onde profissionais autônomos, ligados a sindicatos ou empresas particulares, executam o trabalho de carregamento/ descarregamento, movimentação e armazenagem de cargas. (Extraído de http://www.portosempapel.gov.br/sep/glossario-portuario/termo54). Em algumas situações, este serviço é cobrado e incluso no valor das mercadorias; em tais situações, essa informação estará descrita na DI, bem como o seu valor, o qual deverá ser preenchido neste campo.
  • Opção REALIZAR O RATEIO DE CAPATAZIA POR PESO: Caso essa opção não esteja marcada, o valor do campo CAPATAZIA será rateado pelo valor dos itens inclusos na nota proporcionalmente a tal valor (por exemplo, um item que vale 1.000 em uma nota que vale 10.000 terá um valor de 1/10 da capatazia; um item que custa 2.000 terá um valor de 2/10, e assim sucessivamente). Marcando essa opção, o rateio da capatazia se dará ignorando o valor dos itens mas considerando o peso destes (por exemplo, um item que pese 11 kg em uma nota que tenha 100 kg corresponderá a 11% do valor da capatazia, independentemente de seu valor; um item que pese 35 kg corresponderá 35% do valor da capatazia, e assim sucessivamente).
  • Campo OUTRAS DESPESAS: Caso haja outras despesas informadas na DI, informe seu(s) valor(es) neste campo.
  • Marcação □ REALIZAR O RATEIO DE OUTRAS DESPESAS POR PESO: Caso essa marcação não esteja ticada, o valor do campo OUTRAS DESPESAS será rateado pelo valor dos itens inclusos na nota, proporcionalmente a tal valor (aplicam-se exemplos semelhantes à marcação □ REALIZAR O RATEIO DE CAPATAZIA POR PESO). Marcando essa opção, o rateio das outras despesas se dará ignorando o valor dos itens, mas considerando o peso destes (idem).
  • Campo VALOR AFRMM (MARINHA MERCANTE): Informe o valor para Marinha Mercante presente na DI, caso haja.
  • Marcação REALIZAR O RATEIO DO AFRMM POR PESO: Marque se o valor para Marinha Mercante for rateado por peso.
  • Campo DOC. DE IMPORTAÇÃO: Informe o número da DI. Esse número localiza-se na parte superior de todas as páginas do extrato da DI, geralmente antecedido pela palavra “Declaração”.
  • Campo DATA DE REGISTRO DO DI: A data de registro localiza-se ao lado do número da DI, na parte superior de todas as páginas.
  • Campo LOCAL DE DESEMBARAÇO[4]: Informe o local de desembarque da mercadoria; por exemplo, Porto de Santos.
  • Campo UF DO DESEMBARAÇO: Informe a sigla do estado brasileiro em que a mercadoria foi desembarcada; por exemplo, SP.
  • Campo DATA DO DESEMBARAÇAO: Data em que a mercadoria foi desembarcada; essa data consta na DI, geralmente em seus Dados Complementares.
  • Campo LOCAL DO EMBARQUE: Informe o local de embarque da mercadoria. Essa informação consta na DI, geralmente em Dados Complementares.
  • Campo UF DO EMBARQUE: Informe a sigla do estado de embarque. No caso, como é um local estrangeiro, preencher com EX (exterior).
  • Campo CNPJ DO ADQUIRENTE: Informe o CNPJ do adquirente. Campo obrigatório se for utilizada na Nota um INCOTERM cujo Tipo de Intermédio seja POR CONTA E ORDEM ou POR ENCOMENDA.
  • Campo UF DO ADQUIRENTE: Informe a sigla do estado do adquirente. Campo obrigatório se for utilizada na Nota um INCOTERM cujo Tipo de Intermédio seja POR CONTA E ORDEM ou POR ENCOMENDA.

Agrupamento CALCULAR O CUSTO DO FRETE DE IMPORTAÇÃO POR:

  • Opção ADIÇÃO: Com essa marcação selecionada, o custo do frete será dividido por cada adição presente na Nota de Importação, de modo que seu valor seja rateado entre as diferentes adições – desconsiderando a quantidade de itens que cada adição possui.
  • Opção PESO ITEM: Com essa marcação selecionada, o custo do frete ignorará as adições constantes na Nota de Importação, passando a considerar o peso de cada um dos itens – desconsiderando as adições e os valores dos itens.

Após preencher as informações da Aba DADOS DE IMPORTAÇÃO, volte à Aba DADOS DA NOTA e preencha o valor do frete no campo FRETE. Haverá 2 (dois) campos para o preenchimento do frete neste Aba: um campo para o frete em Reais (R$) e outro para o frete na moeda citada na DI (veja a Figura 008, abaixo). O valor do frete localiza-se na primeira página da DI: digite o valor no primeiro campo FRETE mostrado e tecle Enter: automaticamente será calculado o valor do frete em real, convertido com base na cotação informada no campo MOEDA/COTAÇÃO FRETE da Aba DADOS DE IMPORTAÇÃO; consequentemente, o campo FRETE – R$ será preenchido após essa operação.

Figura 079 – Campos para informação do Frete.

Após informar o FRETE e teclar Enter, o cursor automaticamente irá para o campo CÓDIGO, possibilitando que comecem a ser lançados os produtos constantes da nota.

  • A digitação dos itens na Nota de Entrada requer muita atenção, uma vez que os valores errados poderão comprometer o valor total da nota.
  • Os valores da nota são calculados por Adição; desta forma, para facilitar a inclusão dos itens, recomenda-se iniciar a inclusão pelo primeiro item da primeira adição.

Digite o código do produto ou localize-o pela botão Pesquisar Produto , ao lado do campo CÓDIGO, e tecle Enter, abrindo a Tela auxiliar INCLUINDO.

Figura 080 – Tela auxiliar de inclusão de item na nota de entrada.

Abaixo citaremos os campos da Tela auxiliar INCLUINDO que são relativos às notas de importação:

  • Campo NAT. OPERAÇÃO: Confirme se natureza de operação da mercadoria é específica para importação.
  • Campo CLASS. FISCAL: Preencha a classificação fiscal (NCM) correspondente ao item.
  • Campos CST e CST PARA ESCRITURAÇÃO: Levando-se em conta de que a mercadoria é de origem estrangeira, atentar-se para o preenchimento correto do CST, sendo que o primeiro dígito deve identificar esta situação. Informe-se com o contador da empresa qual CST será utilizado. O CST (Código de Situação Tributária), é composto por 3 (três) números, onde o primeiro número corresponde à origem da mercadoria e os outros 2 (dois) números correspondem à situação tributária do item. Por exemplo, CST 100, onde: 1 = Estrangeira-importação direta; 00 = Tributada Integralmente.
  • Campo QUANTIDADE: Em notas de importação, temos uma forma diferente de ser lançada a quantidade dos itens. No campo QUANTIDADE, digite 0 e tecle Enter: será aberta uma nova tela auxiliar com as informações a serem preenchidas (veja a Figura 010, abaixo).

Figura 081 – Tela auxiliar para inclusão de produtos importados.

 

Nesta tela auxiliar, serão informados os dados do(s) item(ns) presente(s) na DI:

  • Campo QUANTIDADE DA NOTA: Digite a quantidade deste item na nota. A quantidade estará na DI, abaixo da descrição do item, iniciada pela abreviação “Qtde”.
  • Campo VR UNITARIO – US$: Informe o valor unitário do item na moeda de origem (no exemplo, em dólares). O valor unitário na moeda de origem está presente na DI, abaixo da descrição do item, geralmente desta forma: “VUCV: 0,00 dólar dos EUA”, onde VUCV significa Valor Unitário na Condição de Venda.
  • Campo VR TOTAL – US$: Ao teclar Enter, o valor total será calculado automaticamente com base nas informações dos campos anteriores.
  • Campo BASE UNIT ICMS – US$: Refere-se à base de ICMS em dólar. Preencha com a mesma informação do campo acima, VR TOTAL US$.

Ao teclar Enter neste último campo, o cursor voltará à tela inicial de inclusão, onde será mostrado o valor total já convertido em Reais. Continue então o lançamento do item:

Figura 082 – Tela auxiliar Incluindo.

  • Campo VALOR TOTAL: Mostra o valor já convertido em Reais. No nosso exemplo, como a taxa da moeda informada foi de 3,03: 100 X 30,00 = 3.000,00. 3000 x 3,03 = 9.090,00.
  • Campo BASE ICMS – R$: Automaticamente preenchido com o valor total, este campo poderá ser editado, caso, por exemplo, o produto tenha redução na base de cálculo.
  • Campo % ICMS: Preencha com a alíquota de ICMS da adição que corresponde ao item. O percentual estará na DI, geralmente localizado ao final da adição na separação por impostos.
  • Campo % I.I.: Preencha com a alíquota do Imposto de Importação da adição que corresponde ao item. O percentual estará na DI, geralmente localizado ao final da adição na separação por impostos.
  • Campo % IPI: Preencha com a alíquota de IPI (Imposto sobre Produto Industrializado) da adição que corresponde ao item. O percentual estará na DI, geralmente localizado ao final da adição na separação por impostos.
  • Campo % PIS: Preencha com a alíquota de PIS (Programa de Integração Social) da adição que corresponde ao item. O percentual estará na DI, geralmente localizado ao final da adição na separação por impostos.
  • Campo % COFINS: Preencha com a alíquota de COFINS (Contribuição para Financiamento da Seguridade Social) da adição que corresponde ao item. O percentual estará na DI, geralmente localizado ao final da adição na separação por impostos
  • Campo BASE IPI – R$: Campo referente à base de IPI. Pode ser deixado em branco.
  • Campo INCOTERM: Preencha com o INCOTERM correspondente. Cada adição pode ou não ter um INCOTERM diferente, porém todos os produtos da mesma adição possuirão o mesmo INCOTERM. Verificar no início da adição na DI qual é o INCOTERM correspondente àquela adição.
  • Campo NR ADIÇÃO: Informe o número da adição correspondente ao item lançado. Exemplo, se o item faz parte da primeira adição da nota, informe 1; se faz parte da segunda adição da nota, informe 2, e assim sucessivamente. Atenção ao lançar o número da adição, pois o preenchimento incorreto acarreta na alteração de seus valores.
  • Campo SEQ ADIÇÃO: Informe a sequência do item dentro da adição. Exemplo: se o item que está lançando é o primeiro item da primeira adição, informe 1; se é o segundo item da primeira adição, informe 2, e assim sucessivamente; assim, se é o primeiro item da segunda adição, informe 1.
  • Campo PESO: Deixe o campo zerado, uma vez que o peso será informado em etapa posterior.
  • Foram listados somente os campos que possuem maior relevância para o lançamento de notas de importação, cujo preenchimento influencia em toda a nota fiscal. Os campos não citados não possuem preenchimento obrigatório, salvo exceções particulares de algumas DIs como os campos % IR SOFTWARE e VR ANTIDUMPING (consulte seu contador para maiores informações quando à necessidade de utilizar tais campos específicos).

Proceda da mesma forma ao lançar os demais itens da nota, atentando-se aos valores corretos de impostos, ao INCOTERM e ao número correto da adição. Depois do término do lançamento de todos os itens da DI, acesse a Aba DADOS DE IMPORTAÇÃO, na qual será lançado o peso e conferidos os valores de cada adição (veja a Figura 083, abaixo).

Figura 083 – Agrupamento Valores da Adição.

Cada adição da nota tem o seu PESO LÍQUIDO: esse peso estará descrito no início de cada adição, com a descrição: “Peso Líquido da Adição”. Desta forma, digitaremos no sistema o peso também separado por adição. No campo ADIÇÃO, digite o número da adição e tecle Enter; no campo PESO, à sua frente, informe o peso total liquido da adição. Tecle Enter novamente para que os valores da adição sejam recalculados de acordo com o PESO. Informe também as despesas aduaneiras, caso venham discriminadas por adição (veja a Figura 013, abaixo).

Figura 084 – Informação do Peso por Adição.

  • A soma dos Pesos das adições deve coincidir com o Peso Líquido total da nota – o qual foi digitado na Aba DADOS DA NOTA.
  • A primeira configuração a ser observada, caso os valores de impostos não coincidam com a DI, é se o peso está informado corretamente.
  • Campo SISCOMEX[5]: Preencha nesse campo o valor total da taxa de utilização do SISCOMEX. Os valores mostrados nos extratos de DI geralmente correspondem à nota inteira e não a determinada adição; neste caso, o valor total da taxa de SISCOMEX poderá ser lançado em uma única adição, deixando este campo em branco nas outras adições.

Após lançar os pesos de todas as adições e a taxa de SISCOMEX, confira se todos os valores estão corretos na Aba DADOS DE IMPORTAÇÃO. Caso os valores estejam corretos, volte à Aba DADOS DAS NOTA e preencha o campo TOTAL NF com o valor total da nota fiscal. Caso não exista redução de base de cálculo de ICMS, o valor total da nota fiscal será igual ao valor da BASE de ICMS.

Na Aba OUTRAS INFORMAÇÕES, preencha as informações relativas aos VOLUMES, ESPÉCIE, MARCA, etc., que deverão ser impressos no DANFE, na parte “Transportador/ Volume Transportado”.

Figura 085 – Dados do Transportador

  • Caso esqueça de fazer o preenchimento dos dados relativos ao transporte ou mesmo necessite modificá-los, é possível informar tais dados depois da geração da nota vinculada. Para isto, acesse (Vendas >> Notas Fiscais >> Dados de Saída da Nota Fiscal >> Tela [0420] SAÍDA DE NOTA FISCAL). Selecione a nota de venda vinculada (veja abaixo sobre a geração da nota vinculada) e clique no botão Alterar . Preencha as informações necessárias e grave. Depois dessa operação, transmita a nota normalmente.

Figura 086 – Campos para alteração dos dados de transporte da Nota Fiscal.

Depois das informações de volume preenchidas, na Aba CONDIÇÃO DE PAGAMENTO da Nota de Entrada, confira a forma de pagamento do mesmo modo que em outras notas de entrada. Na Aba CUSTOS E PREÇOS, confirme os preços, clicando no botão Confirmar os Preços (localizado no canto inferior direito) e grave a nota – botão Gravar , no cabeçalho da Tela.

  • Se o valor da BASE de ICMS estiver diferente do valor TOTAL da nota, ao gravá-la será apresentada uma mensagem informando esta situação. A mensagem é somente informativa, podendo a nota ser salva da mesma forma.
  • Caso ocorra a mensagem “Quantidade Total de Produtos não confere”, acesse a Aba DADOS DA NOTA e apague a informação constante no campo QTDE TOTAL DE ITENS, localizado ao lado do campo TOTAL PESO LIQUIDO. Deixando o campo QTDE TOTAL DE ITENS zerado, tente gravar novamente a nota

Para a transmissão da nota à SEFAZ, será necessário gerar uma Nota Fiscal Vinculada. A Nota Vinculada é uma cópia da Nota de Entrada disponibilizada na tela de Nota de Saída, de modo que torne possível sua transmissão. Para gerar esse tipo de nota, em (Compras >> Nota de Compra >> Nota Fiscal de Entrada >> Tela [0563] NOTA FISCAL DE ENTRADA) selecione a Nota de Entrada na grid de exibição de resultados e clique no botão NF Saída : selecionando a opção Gerar NF Vinculada, será aberta a Tela [0517] NOTA FISCAL DE SAÍDA VINCULADA.

Figura 087 – Tela de Nota Fiscal de Saída Vinculada.

Nesta Tela, informe a série de NF-e (uma vez que a nota será transmitida) e sua data de emissão (DT EMISSÃO). Deixe o campo NR NOTA em branco, de forma que o sistema atribuirá à essa nota vinculada a numeração da sequência de notas eletrônicas. No campo OBSERVAÇÃO A SER IMPRESSA já estarão preenchidas, por padrão, algumas informações referentes à Nota de Entrada. Tais informações poderão ser editadas caso seja necessário. As observações desta caixa serão impressas na Aba DADOS ADICIONAIS do DANFE. Há também a caixa OBSERVAÇÕES PARA O CORPO DA NOTA, onde poderão ser digitadas informações a serem impressas no corpo do DANFE.

  • Há a obrigatoriedade da nota de importação ser impressa com algumas informações, como o número da DI e INVOICE; verifique com o despachante aduaneiro quais são as informações necessárias para sua empresa.

Ainda na Tela [0517] NOTA FISCAL DE SAÍDA VINCULADA, para dar continuidade ao processo, clique no botão Processar ; será mostrada a seguinte mensagem:

Figura 088 – Confirmação de geração da NF vinculada.

Após a confirmação de mensagem, será gerada uma Nota idêntica à Nota de Entrada na Tela [0565] NOTA FISCAL – acessada em (Vendas >> Notas Fiscais >> Nota Fiscal >> Tela [0565] NOTA FISCAL), porém com a série e numeração de notas de saída (de venda)

Para a transmissão da nota, acesse a Tela de Nota de Venda, Tela [0565] NOTA FISCAL; a nota vinculada será mostrada na grid de exibição de resultados com a cor verde, indicando que trata-se de uma Nota Fiscal de Entrada. Esta nota, por estar vinculada à nota de entrada, não poderá ser alterada nem excluída; portanto, ao selecioná-la, os botões Alterar e Excluir ficarão desabilitados. A função da nota vinculada na tela de nota de saída é somente possibilitar sua transmissão à SEFAZ.

Figura 089 – NF vinculada na Tela de Notas de Saída.

Caso seja necessário alterar alguma informação da nota, será necessário retornar à tela de Nota de Entrada, em (Compras >> Nota de Compra >> Nota Fiscal de Entrada >> Tela [0563] NOTA FISCAL DE ENTRADA), selecionar a nota, clicar no botão NF Saída novamente e selecionar a opção Excluir NF Vinculada: assim a nota vinculada será excluída e a Nota de Entrada estará habilitada para edição. Depois das alterações realizadas, realize o processo de geração de NF vinculada novamente.

Após a geração da NF Vinculada, também não é possível alterar a Nota de Entrada. Caso seja preciso alterá-la, a nota vinculada deverá ser excluída.

  • Caso seja utilizada na Nota de Entrada um INCOTERM cujo Tipo de Intermédio seja POR CONTA E ORDEM ou POR ENCOMENDA, os campos CNPJ ADQUIRENTE e UF DO ADQUIRENTE serão obrigatórios, como já citado acima. Nestes casos, ao gerar a nota vinculada, estas informações serão geradas na Nota de Saída e poderão ser visualizadas na aba NF de Importação da mesma:

Untitled16

Figura 090 – Tela [0566] MANUTENÇÃO DA NOTA FISCAL

Para prosseguir à emissão da Nota Fiscal, na Tela [0565] NOTA FISCAL, selecione a nota vinculada e clique no botão Imprimir , abrindo a Tela [0771] NOTA FISCAL ELETRÔNICA, comum à impressão de todas as notas fiscais eletrônicas. Recomenda-se, antes de enviá-la, clicar no botão Visualizar e salvar a visualização. De posse desse arquivo, envie a visualização da nota por e-mail ao despachante aduaneiro para conferência dos valores e observações, evitando assim o cancelamento da nota após o envio.

Caso a nota esteja correta, basta realizar sua transmissão à SEFAZ e imprimi-la (conforme descrito no parágrafo anterior).

Feito esse processo, a mercadoria estará liberada para retirada.

  • Não é permitido incluir notas de importação diretamente pela Tela de Nota de Venda, através da aba NF de Importação. A forma correta de inclusão é através da Tela de Nota de Entrada, desta forma a aba NF de Importação na Nota de Venda é bloqueada para edição.
  • A atualização do sistema (ADB) não configura automaticamente nenhum dos campos relativos à Nota de Importação.

6.3 Declaração de Importação (DI)

Para facilitar o lançamento da Nota de Entrada, é necessário familiarizar-se com a Declaração de Importação, já que esta é a base para o lançamento da nota. Deste modo, exemplificaremos em imagens os campos mais importantes a serem observados.

As diferentes DIs possuem suas particularidades, mas a maioria segue o mesmo padrão. As informações constantes abaixo, quando se referirem a uma Aba ou campo, estarão fazendo referência às Abas constantes na Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCAIS.

A DI é identificada pelo subtítulo “Extrato da Declaração de Importação” no alto da página e pelo título “Secretaria da Receita Federal do Brasil – RFB” (veja a imagem abaixo):

Figura 091 – Exemplo de DI.

Declaração: Refere-se ao número da DI. Será no formato 11/1111111-1, onde os 2 (dois) primeiros algarismos referem-se ao ano, os 7 (sete) algarismos sequentes ao número da DI e o último algarismo ao dígito de controle.

Data do Registro: Data de registro da DI, que deverá ser lançada na Aba DADOS DE IMPORTAÇÃO da Nota Fiscal de Entrada.

Quantidade de adições: Informa o número de adições da DI; por exemplo, a DI da Figura 019 contém 3 (três) adições.

Peso Líquido: Informa o peso líquido total da nota que deverá ser lançado na Aba DADOS DA NOTA.

Ainda na primeira página, temos os seguintes campos:

Figura 092 – Exemplo de DI (tributos).

Frete: Apresenta o valor do frete e a moeda utilizada.

VMLE: Valor da Mercadoria no Local de Embarque. Refere-se ao preço unitário do item X sua quantidade. Também chamado de FOB.

VMLD: Valor da Mercadoria no local de descarga.

Os campos VMLE e VMLD não são digitados na nota, sendo apenas informativos.

Os valores dos Tributos são utilizados para conferência após a nota ser lançada. Após o lançamento de todos os itens, retorne à página 1 da DI para verificar se o valor dos impostos está correto.

Além desses dados, teremos os seguintes Dados Complementares:

Figura 093 – Exemplo de DI (Dados Complementares).

A página de Dados Complementares da DI traz todas as informações necessárias para o preenchimento da Aba DADOS DE IMPORTAÇÃO da Nota Fiscal de Entrada. Na imagem acima, os campos Data de Embarque, Porto de embarque, Taxa de moeda e valor de Capatazia estão destacados. Se houver SISCOMEX ou outra taxa a ser inclusa, será destacada nesse local também.

  • Quando a DI trouxer 2 (duas) taxas de moedas, como destacado na imagem, provavelmente estará sendo utilizada uma para o frete e outra taxa para os itens.

No lançamento dos itens, temos os seguintes dados:

Figura 094 – Exemplo de DI (Dados Complementares).

Adição: Dados específicos das mercadorias. É identificada pela barra após o número da DI, por exemplo, 11/1111111-1 / 000, onde os 3 (três) dígitos após a barra referem-se ao número da adição. No exemplo da imagem acima, a adição mostrada é a 2.

INCOTERM: Mostra o INCOTERM da adição; no exemplo, é FOB (Free on Board).

VMCV: Valor da Mercadoria na Condição de Venda. Refere-se ao VMLE na moeda do país de origem. É o valor total das mercadorias da adição na moeda do país de origem.

Peso Líquido da Adição: Informa o peso total da adição que será lançado na Aba DADOS DE IMPORTAÇÃO, campo PESO.

A partir da Descrição Detalhada da Mercadoria, serão mostrados os itens que compõe a adição. Abaixo de cada descrição, constará as seguintes informações:

Qtde: Quantidade do item, deve ser informada ao lançar o item.

VCUV: Valor Unitário da mercadoria na Condição de Venda. Refere-se ao valor unitário do item na moeda do país de origem; lance este valor no campo VR UNITÁRIO-US$ ao lançar o item.

Após a descrição de todos os itens da adição, serão mostrados os impostos correspondentes a ela:

Figura 095 – Exemplo de DI (Dados Complementares).

Na DI, serão listadas todas as alíquotas de todos os impostos necessários ao preenchimento no sistema: ICMS, II, IPI, PIS e COFINS. Observe que logo abaixo das informações dos impostos já inicia-se outra adição, a de número 3; portanto os impostos acima da linha divisória correspondem à adição 2.

  • Atente-se para, no lançamento dos valores, estar visualizando a adição correta, pois cada uma poderá possuir alíquotas diferentes para o mesmo imposto.

6.4 Configurações e Observações

O lançamento das notas de importação apresenta uma série de particularidades que podem dificultar seu entendimento. Neste capítulo citaremos algumas observações em relação ao seu lançamento no ONCLICK.

Configurações

  • De acordo com a Lei Complementar 123 de 14/12/2006, capítulo IV, Art.13, § 1º, item II, mesmo empresas optantes pelo regime do Simples Nacional deverão destacar a base de ICMS e o valor de ICMS em notas vinculadas à nota de importação. Portanto, caso a empresa for optante pelo Regime do Simples Nacional e o CFOP utilizado na nota fiscal for específico para importação, os valores BASE CALCULO ICMS e VALOR ICMS serão destacados em campo próprio no DANFE.

A configuração 4.17 COMPOSIÇÃO DA BASE DE CÁLCULO DO PIS/COFINS NAS NOTAS DE IMPORTAÇÃO (LEI 12.865), em (Utilitários >> Sistema >> [0030] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA CADASTRO DE EMPRESAS >> Alterar >> Tela [0444] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA) no item 9. FORNECEDOR/COMPRA, no Agrupamento 4. NOTA FISCAL DE COMPRA, adequa o sistema à Lei 12.865/13, que exclui o valor de ICMS da base de cálculo do PIS e da COFINS para importações. Com esta configuração marcada, o sistema passará a calcular o PIS e a COFINS nas notas de entrada de importação, utilizando como base o valor aduaneiro da nota fiscal.

  • Caso tenha que adequar a configuração de alguma nota ao novo cálculo, indicado no parágrafo anterior, marque a opção, citada ainda no item anterior, na configuração do sistema e, na nota de entrada, clique no botão Recalcula todos os produtos pela nova cotação , na Aba DADOS DE IMPORTAÇÃO, da Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCIAS, para que os valores sejam recalculados.

Dicas

Se após o término do lançamento de todos os itens da nota for observado que os valores dos impostos estão errados, deve-se verificar as seguintes informações:

  • Na Aba DADOS DE IMPORTAÇÃO, da Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCIAS, se o peso de cada adição está correto. O peso líquido de cada adição deve ser o mesmo informado no início de cada adição na DI. A soma dos pesos das adições deverá ser o mesmo valor do peso total líquido digitado na Aba DADOS DA NOTA – na mesma Tela.
  • Ainda na Aba DADOS DE IMPORTAÇÃO, se a taxa da moeda digitada está correta. Atentar-se para o fato da DI, as vezes, trazer taxas diferentes para frete e produtos.
  • Observar atentamente o INCOTERM utilizado na DI, bem como sua configuração (o despachante aduaneiro poderá auxiliar na configuração). Em alguns casos, os impostos ficam incorretos porque a configuração do INCOTERM está errada. Exemplo, o INCOTERM CPT (Carriage Paid To), cujo exportador deverá pagar as despesas de embarque da mercadoria e seu frete internacional até o local de destino designado, indica que o transporte já foi pago; portanto, o frete não entraria no cálculo dos impostos e teria que estar desmarcado na configuração do INCOTERM. Neste caso, deve-se acessar a Tela [0966] INCOTERM (TERMOS DO COMÉRCIO INTERNACIONAL), através do botão Tabela de INCOTERM , ao lado do campo INCOTERM, na aba DADOS DE IMPORTAÇÃO da Tela [0497] ENTRADA DE NOTASFISCAIS, e conferir se a configuração do(s) INCOTERM(s) utilizado(s) está(ão) correta(s). Caso tenha sido alterada alguma configuração, clicar no botão Recalcula todos os produtos pela nova cotação , na Aba DADOS DE IMPORTAÇÃO, da Tela [0497] ENTRADA DE NOTAS FISCIAS, para que o valor seja recalculado.
  • Observar se as alíquotas dos impostos foram digitadas corretamente em todos os itens: cada adição pode possuir uma alíquota diferente para o mesmo imposto.

7 DEVOLUÇÃO DE COMPRA

(Vendas >> Notas Fiscais >> Nota Fiscal >> Tela [0565] NOTA FISCAL >> Funções e Relatórios >> Devolução de Compra >> Tela [0489] DEVOLUÇÃO DE COMPRA).

Há casos em que após a compra e lançamento da Nota de Entrada no sistema é necessário devolver a mercadoria comprada para o fornecedor, por exemplo quando as mercadorias compradas estão em desacordo com o solicitado, ou com defeitos, etc.

Nestas situações é necessária a emissão de uma Nota Fiscal de Devolução de Compra que acompanhará a mercadoria devolvida e atualizará o financeiro e estoque da empresa. Contabilmente, esta devolução de compra anulará a operação originária, no caso, uma operação de entrada de mercadorias.

Para incluir uma nota de devolução de compras no sistema, acesse a Tela [0489] DEVOLUÇÃO DE COMPRA através do caminho citado acima.

Figura 096 – Tela [0489] DEVOLUÇÃO DE COMPRA

  1. SÉRIE: Informe a série utilizada para as notas de venda. A devolução de compra deverá ser transmitida a SEFAZ, deste modo, ela deve seguir a sequência de numeração de notas de venda.
  2. NOTA: Neste campo poderá ser informado o número da Nota de Devolução de Compra; ou ser deixado em branco, neste caso, será atribuída para a Nota de Devolução o número sequencial da série informada no campo Série.
  3. FORNECEDOR: Selecione neste campo o fornecedor da Nota de Entrada que será devolvida.
  4. DT EMISSÃO E DT SAÍDA: Informe as datas de emissão e de saída da Nota de Devolução que está sendo inclusa.
  5. NAT OPERAÇÃO: Selecione a Natureza de Operação (CFOP), que corresponda ao CFOP de Devolução de Compras. A Natureza de Operação utilizada deve possuir a finalidade de emissão NF-E DEVOLUÇÃO DE MERCADORIA – (Fiscal >> Tabelas Fiscais >> Natureza de Operação >> Tela [0134] NATUREZA DE OPERAÇÃO >> Alterar >> Tela [0155] ALTERAÇÃO DE NATUREZA DE OPERAÇÃO >> Agrupamento 6.Operações Diversas >> 6.11 FINALIDADE DE EMISSÃO NF-E). Informe-se com seu contador sobre qual CFOP utilizar, bem como as configurações necessárias a ela.
  6. IND. PRES: Este campo refere-se ao indicativo de presença do comprador no estabelecimento comercial no momento da operação, e é uma informação obrigatória na transmissão de notas para a SEFAZ. No caso de Notas de Devolução de Compra, este campo por padrão assume a opção 9-Outros.
  7. Botão COMPRA: Ficará habilitado somente após o preenchimento do campo FORNECEDOR. Abrirá a Tela [0321] PROCURA NOTA FISCAL DE COMPRA, que permitirá escolher a Nota de Entrada a ser devolvida. Nesta Tela serão listadas somente as Notas de Entrada do fornecedor selecionado na Tela anterior. Observe que não há como alterar o fornecedor selecionado no campo FORNECEDOR dessa Tela, sendo necessário retornar à Tela anterior para alterá-lo.

Figura 097 – Tela [0321] PROCURA NOTA FISCAL DE COMPRA

Ao selecionar a nota de Entrada na Tela [0321] PROCURA NOTA FISCAL DE ENTRADA com 2 cliques sobre a nota, será aberta a Tela [1126] ITENS DEVOLUÇÃO DE COMPRA.

Figura 098 – Tela [1126] ITENS DEVOLUÇÃO DE COMPRA

Somente os itens selecionados nesta Tela, através da marcação na coluna DEVOLVER ITEM, serão devolvidos. Por padrão, a Tela abrirá com todos os itens selecionados, porém estes poderão ser desmarcados. Ao clicar em Processar, os itens selecionados serão mostrados na Tela [0489] DEVOLUÇÃO DE COMPRA.

  • ATENÇÃO: Na Tela [1126] ITENS DEVOLUÇÃO DE COMPRA, não há o botão Sair . Caso tenha selecionado a nota errada e seja necessário cancelar o processo por exemplo, deve-se clicar em Processar e posteriormente no botão Cancelar da Tela [0489] DEVOLUÇÃO DE COMPRA.

De volta à Tela [0489] DEVOLUÇÃO DE COMPRA, serão exibidos os itens selecionados na Tela anterior. Estes itens poderão ser excluídos ou ter sua quantidade alterada, caso a devolução seja parcial por exemplo. Para excluir um item desta Tela, basta selecioná-lo e teclar Delete, já para alterar alguma informação do item, dê 2 cliques sobre o mesmo.

Figura 099 – Tela [0489] DEVOLUÇÃO DE COMPRA

Após a confirmação de que todos os itens a serem devolvidos estão corretos, vá na aba Dados Adicionais. Nesta aba os campos não são obrigatórios, porém auxiliam no processo de devolução.

Figura 100 – Tela [0489] DEVOLUÇÃO DE COMPRA – aba Dados Adicionais

  1. TRANSPORTADORA: Informe a transportadora que fará a o transporte da mercadoria caso seja necessário informar. Se a mesma for informada, seu nome será impresso no DANFE.
  2. FRETE POR CONTA: Informe se o valor do frete será por conta do emitente, do destinatário, de terceiros, ou se não haverá frete.
  3. PLACA e UF PLACA: Referem-se à placa e à UF que corresponde ao veículo utilizado para o transporte.
  4. REDESPACHO: Informe a transportadora que será responsável pelo segundo trecho do trajeto.
  5. FRETE POR CONTA: Informe se o valor do frete do redespacho será por conta do emitente, do destinatário, de terceiros, ou se não haverá frete.
  6. FRETE, SEGURO e DESPESAS: Informe o valor desses campos, caso haja. Tais valores serão somados ao valor total da devolução.
  7. VOLUMES: Informe a quantidade de volumes da nota a ser devolvida. Os valores dos campos QUANTIDADE e VOLUME podem ser diferentes: por exemplo, um computador adquirido virá em 2 volumes (um com a CPU e outro com monitor, teclado e mouse), apesar da quantia ser 1.
  8. ESPÉCIE: Informe qual é o armazenamento das mercadorias, por exemplo caixa, baú, etc.
  9. PESO LÍQUIDO: Informe o peso líquido, sem embalagem, que se refere a nota.
  10. PESO BRUTO: Informe o peso bruto da nota.
  11. OUTROS VALORES: Informe um valor que deverá ser acrescido somente ao valor total da nota fiscal de devolução. Este campo é utilizado quando a nota de entrada possui o campo outras despesas, ou outros valores e ao devolvê-la deverá ser devolvido este valor também. Na observação deverá ser justificado o valor dessa observação em relação à nota de entrada.
  12. BASE e VR ICMS: São exibidos os valores de base de ICMS e valor de ICMS. O campo não permite atualização, sendo somente para visualização.
  13. BASE e VR DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA:
  14. Agrupamento FINANCEIRO: Apresenta as opções GERAR CRÉDITO e GERAR CONTAS A RECEBER. A opção GERAR CRÉDITO é utilizada quando há a devolução da compra e decide-se em vez da devolução do dinheiro para o fornecedor, gerar um crédito de igual valor, ficando assim este valor disponível para futuras compras com este fornecedor. A opção GERAR CONTAS A RECEBER, cadastra o fornecedor como um cliente e gera uma parcela no valor da devolução na Tela [0480] CONTAS A RECEBER, permitindo gerar um boleto para o fornecedor.
  15. Agrupamento CLIENTE e VENCIMENTO: Estes campos serão utilizados com a opção GERAR CONTAS A RECEBER marcada. Ao marcar tal opção, o nome do fornecedor será mostrado no campo CLIENTE. O campo VENCIMENTO será habilitado, sendo possível escolher uma data de vencimento para o título que será gerado. Esta opção gera uma parcela no valor da devolução na Tela [0480] CONTAS A RECEBER, permitindo gerar um boleto para o fornecedor.
  16. OBSERVAÇÃO A SER IMPRESSA: Automaticamente será atribuída a observação DEVOLUÇÃO REF NF: 000000000, onde 000000000 corresponde ao número da Nota de Entrada devolvida. As observações cadastradas neste campo serão impressas nos Dados Adicionais da DANFE de devolução de compra.
  17. OBSERVAÇÃO PARA O CORPO DA NOTA: Poderá ser cadastrada uma observação a ser impressa no corpo da nota.
  18. ALMOXARIFADO: Informe o almoxarifado de saída dos itens que serão devolvidos, atente-se para ser o mesmo utilizado na nota de entrada.
  19. TOTAL DE PRODUTOS: Apresenta o valor total dos produtos da nota.
  20. TOTAL DA DEVOLUÇÃO: Apresenta o valor total da devolução, o que inclui acréscimos como seguro, frete, etc.
  21. TOTAL IPI: Caso os itens da nota possuam valor de IPI, será mostrado neste totalizador.

Em transmissões de Notas de Devolução de Compra, Devolução de Venda, Nota a partir do cupom fiscal e Nota vinculada de Produtor Rural à SEFAZ, é obrigatório enviar no grupo <NFref> do arquivo XML da NF-e, as informações sobre a referência da Nota Fiscal enviada. Desta forma, para notas de Devolução de Compra, recomenda-se seu lançamento a partir da Nota de Entrada (como explicado acima), assim as informações da Nota de Entrada são enviadas também referenciando a Nota de Devolução.

Caso não seja possível incluir a Nota de Devolução a partir da Nota de Entrada, como ocorre com clientes novos que não possuem a Nota de Entrada na base de dados por exemplo, é possível referenciar manualmente a Nota de Devolução. Neste caso, inclua a nota de devolução através da Tela de Nota de Saída, em (Vendas >> Notas Fiscais >> Nota Fiscal >> Tela [0565] NOTA FISCAL >> Incluir >> Tela [0566] MANUTENÇÃO DA NOTA FISCAL). Selecione no campo CFOP, o CFOP correspondente à Devolução de Compra, e na aba NF REFERENCIADA da Tela [0566] MANUTENÇÃO DA NOTA FISCAL inclua manualmente a nota que origina a nota de devolução de compra.

  • A inclusão manual de notas referenciadas só é indicada para as situações onde as notas originais da operação não constam no sistema. Para as demais situações, utilize as rotinas específicas do sistema.

  1. O CST (Código de Situação Tributária), é composto por 3 (três) números, onde o primeiro número corresponde à origem da mercadoria e os outros 2 (dois) números correspondem à situação tributária do item. Por exemplo, CST 100, onde: 1 = origem Estrangeira-importação direta; 00 = Tributada Integralmente.
  2. Em 1936 a CCI (Câmara de Comércio Internacional) criou os INCOTERMS, que são regras estabelecidas internacionalmente, uniformes e imparciais, que servem de base para negociação entre países. Representados por meio de siglas (3 letras), os termos Internacionais de Comércio (INCOTERMS) tratam efetivamente de condições de venda, definindo os direitos e as obrigações mínimas do Vendedor e do Comprador quanto a fretes, seguros, movimentação em terminais, liberação em Alfândegas e a obtenção de documentos de um contrato internacional de venda de mercadorias. (Adaptado de http://www.unesp.br/prad/importacao/manual-importacao.pdf)
  3. DI: A declaração de importação é o documento base do despacho de importação, formalizado, pelo importador ou por seu despachante aduaneiro, no SISCOMEX, no momento do desembaraço da mercadoria. A DI é exigida em todas as importações e compreende o conjunto de informações comerciais, cambiais e fiscais necessárias à análise da operação. Permite o início do processo de desembaraço alfandegário, com a consequente liberação da mercadoria importada. (Adaptado de http://www.unesp.br/prad/importacao/manual-importacao.pdf)
  4. Ato ou efeito de legalmente retirar as cargas ou fazer sair os passageiros de uma embarcação ou qualquer outro veículo. (Extraído de http://www.portosempapel.gov.br/sep/glossario-portuario/)
  5. O sistema integrado de comércio exterior-SISCOMEX é a sistemática do comércio exterior brasileiro que integra as atividades afins da Secretaria de Comércio Exterior-SECEX, da Secretaria da Receita Federal-SRF e do Banco Central do Brasil-BACEN no registro, acompanhamento e controle das diferentes etapas das operações de importação e exportação. (Extraído de http://www.unesp.br/prad/importacao/manual-importacao.pdf)