1 INTRODUÇÃO 4

2 HABILITAÇÃO DO MÓDULO 5

3 CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA 6

4 PERMISSÕES DE USUÁRIO 7

5 CONFIGURAÇÕES GERAIS 9

5.1 Cadastro de Produtos 9

5.2 Cadastro de Fórmulas 10

5.3 Tipos de Pedido 12

6 INCLUSÃO ORDEM DE PRODUÇÃO 14

7 INCLUSÃO PLANO DE PRODUÇÃO 21

7.1 Manualmente 21

7.2 Importação de Pedido de Venda 21

7.3 Relatórios 22

7.3.1 Relatórios customizados da O.P. 22

7.4 APONTAMENTOS 23

7.4.1 APONTAMENTO DE HORAS 23

7.5 CONSULTA DE APONTAMENTO DE HORAS 26

7.6. CANCELAMENTO DE APONTAMENTOS 26

8 REQUISIÇÕES DE ENTRADA E SAÍDA 28

9 CUSTOS DO PLANO DE PRODUÇÃO 29

10 ORDEM DE PRODUÇÃO POR NÍVEL 30

10.1 Configurações 30

10.2 Tela Ordem de Produção 30

11.1 Configurações 32

12 ADEQUAÇÕES DO IPI (Imposto sobre Produto Industrializado) 37

12.1 Configurações 37

12.2 Novos cálculos 38

Fórmula Base de Cálculo 39

Grupo de Tributos 39

Matriz de Impostos 40

1 INTRODUÇÃO

O produto ONIND da ONCLICK disponibiliza meios de controle para a produção dos produtos finais necessários para o atendimento da demanda de vendas da empresa. Tal controle é baseado na geração de Ordens de Produção (OP) que podem ser inclusas manualmente ou através de pedidos de venda. Como complemento aos recursos deste produto, há mais duas formas de controle de produção, através de Planos de Produção e através da Ordem de Produção por Nível, assim o produto ONIND é formado pelos módulos:

Indústria: módulo principal, necessário para o cadastro das configurações básicas. Com ele já é possível realizar o controle da produção através de ordens de produção.

Planos de Produção: módulo complementar ao módulo Indústria. O Plano de Produção se dá em um processo de produção baseado na ficha técnica dos produtos, oferecendo o controle de ordens de produção individuais para cada item necessário para a fabricação de um produto acabado. Este recurso viabiliza a emissão de relatórios de ordem de produção baseados em dados de fichas técnicas de produtos, lista de materiais necessários para a execução de ordens de produção e de pedidos de venda utilizados como base para a abertura de ordens de produção. Disponibiliza o controle de horas trabalhadas e relatórios gerenciais a partir do apontamento de horas baseados nas execuções de fases da produção.

Ordem de Produção por Nível: módulo complementar ao módulo Indústria. Utilizado por clientes que emitem o SPED Fiscal e tem a obrigatoriedade de emissão do bloco K (livro de registro de controle da produção e do estoque). Para facilitar a recuperação dos dados da produção, somente quando o módulo do bloco K estiver habilitado será trabalhado com Ordens de Produção em 1 nível, assim será gerada uma Ordem de Produção para cada produto de nível 1 da fórmula a produzir.

Beneficiamento: módulo de controle de estoque através de OPs geradas a partir do beneficiamento de produtos, que seria o ato de transformar um produto primário em um produto industrializado de maior valor. O beneficiamento é um módulo a parte e pode ser utilizado sem o módulo 3.Indústria estar habilitado e sem a utilização de fórmulas de produtos.

 

2 HABILITAÇÃO DO MÓDULO

Utilitários >> Configurações >> Sistema >> Alterar >> Tela [0444] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA >> 17. Módulos Habilitados

Para a utilização do produto deve estar habilitado o módulo 3. INDÚSTRIA.

Caso queira utilizar o Plano de Produção, deve ser marcada, além da opção 3., também a opção 3.1 Plano de Produção. Se o item 3.1 for habilitado, as ordens de produção já cadastradas serão adaptadas à utilização do novo recurso automaticamente, nas telas em que há a descrição Ordem de Produção haverá a substituição para Plano de Produção.

Caso queira utilizar a Ordem de Produção por Nível, deve ser marcada, além da opção 3., também a opção 3.2 Ordem de Produção por Nível, caso seja marcado o item 3.2, uma nova tela será habilitada para a inclusão das ordens de produção. Para utilizar o módulo Bloco K do SPED Fiscal, obrigatoriamente deve ser habilitado o módulo 3.2 Ordem de Produção por Nível.

Para utilizar o Beneficiamento, deve estar habilitado o módulo 21. BENEFICIAMENTO DE PRODUTOS. Neste caso, o módulo 3. Indústria não precisa ser habilitado.

3 CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA

Utilitários >> Configurações >> Sistema >> Alterar >> Tela [0444] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA >> 10. INDÚSTRIA

Aqui serão informadas todas as parametrizações necessárias para o controle do módulo de Indústria, independentemente de ser somente indústria, plano de produção ou ordem de produção por nível. Para o beneficiamento não há configuração.

C:\Users\carolina.rodrigues\AppData\Local\Microsoft\Windows\INetCache\Content.Word\Capturar.png

4 PERMISSÕES DE USUÁRIO

Utilitários >> Perfil e Usuários >> Perfil >> Tela [0984] CADASTRO DE PERFIL >> Permissões >> Tela [0645] PERFIL-PERMISSÃO DE ACESSO >> 8. INDÚSTRIA

Aqui serão configuradas as permissões de acesso ao módulo Indústria.

    1. Cadastro: Nesta permissão são disponibilizados os recursos básicos de utilização do módulo de indústria considerando tanto ordens de produção como o plano de produção, sendo estes recursos Consultar, Incluir, Alterar, Excluir e Relatórios.
      1. Ordem de Produção: Deve estar marcada para o usuário ter acesso à tela de Ordem de Produção.
      2. Ordem de Produção por nível: Deve estar marcada para que a Ordem de Produção por Nível possa ser utilizada por esse usuário.

1.2 Permite a Importação de Pedidos em Produção: Permite ao usuário, além da inclusão manual dos itens no plano de produção, também a importação de pedidos de venda para a ordem/plano de produção.

1.3 Permite Atualização do Cadastro de Fórmula Através do Comparativo de Fórmula: Permite ao usuário acessar e atualizar a estrutura de fórmulas de produtos diretamente pela tela de Plano de Produção, como se estivesse efetivamente na tela de Fórmulas.

1.4 Permite Visualizar os Custos da Produção: Permite ao usuário acessar a tela de custos diretamente na tela de Plano de Produção ao selecionar o plano desejado.

1.6 Permite impressão da ficha técnica do produto: Permite a este usuário imprimir a ficha técnica do produto.

Para o beneficiamento, há somente uma permissão:

5 CONFIGURAÇÕES GERAIS

5.1 Cadastro de Produtos

Cadastros >> Produtos >> Tela [0293] CADASTRO DE PRODUTOS >> Alterar >> Tela [0324] ALTERAÇÃO DE PRODUTOS

Na aba DADOS GERAIS, campo TIPO, é selecionado o tipo do produto que está sendo incluso. Os produtos podem ser dos tipos:

P.A. = Produto Acabado. Produto já finalizado e pronto para venda.

KIT DE PRODUTOS = um kit contém vários produtos que estão reunidos para uma venda específica. Um kit não sofre processo de produção.

M.P. = Matéria Prima. Material que serve de entrada para um sistema de produção, a matéria prima é aquele produto que não é necessária a produção.

S.A. = Semi Acabado. Produto que vai compor o produto acabado e que também tem um processo de produção a ser realizado.

COMPONENTE = tem a mesma função da M.P., ele faz parte do P.A. e é um produto pronto.

EMBALAGEM = tem a mesma função da M.P., ela faz parte do P.A. e é um produto pronto.

OUTROS = Outros produtos que não se encaixam em nenhuma das outras categorias. Não sofre processo de produção.

M.O. = Mão de obra. Mão de obra necessária para a fabricação do produto, é cadastrada no sistema como um produto pois poderá ser inclusa na Ordem de Produção.

ATIVO FIXO = Ativo da empresa. Não sofre processo de produção.

Obrigatoriamente todos os produtos inclusos no sistema devem ter um tipo selecionado.

Na inclusão de Ordens de Produção podem ser inclusos somente produtos dos tipos Semi-Acabado (S.A.) e Produto Acabado (P.A.) já que somente estes são passíveis de produção.

5.2 Cadastro de Fórmulas

Cadastros >> Produtos >> Fórmula >> Tela [0281] FÓRMULA E KIT DE PRODUTOS

As fórmulas de produtos são estruturas contendo os itens necessários para a obtenção de um determinado produto final. Nesta tela são realizados os cadastros das fórmulas dos produtos a serem produzidos, ou seja, é elaborada a receita com o que deve ser utilizado para a fabricação de determinado produto.

De acordo com os produtos e as quantidades aqui informadas, ao realizar as movimentações na ordem de produção, serão geradas as movimentações de estoque.

Na imagem acima temos o exemplo da fórmula de um P.A. (produto acabado). Este é composto pela embalagem, pela mão de obra e por um produto semi-acabado, que por sua vez é composto da matéria prima e do componente. Para o cadastro da fórmula não se pode utilizar dentro de uma estrutura um produto classificado com o tipo Produto Acabado. Caso haja uma situação em que um determinado Produto Acabado utilize outros produtos acabados em sua estrutura, deve-se alterar o tipo destes produtos para Semi Acabados.

Para incluir a fórmula, selecione o produto para o qual deseja montar a fórmula e dê enter. Feito isso o produto será exibido na parte inferior da grid.

Selecione novamente o produto e clique em Incluir, será aberta uma nova tela para a inclusão do item que compõem essa fórmula.

Será incluso o produto para o item que estiver selecionado, assim se desejar incluir um produto na fórmula do Produto Acabado, o Produto Acabado deve estar selecionado, já se desejar incluir um produto na fórmula do Semi Acabado, o produto Semi Acabado deve ser selecionado.

Ainda na tela de fórmulas, temos:

Custo: Exibe a formação do custo do produto.

Substituir: Através deste botão é possível alterar os produtos utilizados nas fórmulas. Exemplo, o produto X não será mais comprado, porem será substituído pelo produto Y.

Variação: podemos cadastrar as modificações de cada item utilizado na fórmula. Exemplo: Embalagem azul, embalagem amarela.

Em menu Cadastros >> Produtos >> Fórmula >> Ficha Técnica >> Tela [0318] FICHA TÉCNICA DO PRODUTO.

No cadastro da ficha técnica do produto são determinados os processos de produção do mesmo, onde são definidos o setor onde o produto é utilizado, quais os equipamentos envolvidos para sua execução e qual a operação aplicada no processo dele.

Apenas devem ser cadastrados dados na ficha técnica de produtos classificados com o tipo Produto Acabado ou Semi Acabados.

Para as questões de execução dos processos de produção, ainda se define nesta tela o tempo de execução das operações, podendo ser a Hora Máquina, que é o tempo de produção aplicado quanto à utilização apenas da máquina/equipamento, ou o Tempo Homem, que é o tempo de produção aplicado à execução de todo o trabalho executado apenas pelo homem sem o auxílio de máquinas. O tempo de start da operação é o tempo que leva para a máquina começar a produzir.

Tem-se também a opção Setor Finaliza a Ordem de Produção, onde apenas será realizada a movimentação dos estoques e o cálculo dos custos quando o passo da ficha técnica com esta opção marcada for executado.

5.3 Tipos de Pedido

Vendas >> Tabelas Diversas >> Tipos de Pedido >> Tela [0756] CADASTRO DOS TIPOS DE PEDIDO

Para permitir que o Pedido de Venda seja importado para a Ordem de Produção ou Plano de Produção é necessário que seu tipo esteja configurado para tal, assim a opção Permite Importação para o Ordem/Plano de Produção deve estar marcada.

C:\Users\carolina.rodrigues\AppData\Local\Microsoft\Windows\INetCache\Content.Word\Capturar.png

Além de permitir a importação dos pedidos, esta opção marcada também destaca os Pedidos de Venda que podem ser importados, em meio aos demais na grid de listagem dos Pedidos. Todos os pedidos que puderem ser importados e que ainda não tiveram a produção realizada, estarão com a coluna PRODUÇÃO em branco e ao selecionar tal pedido, na barra inferior da grid será apresentada a mensagem AGUARDANDO PRODUÇÃO.

6 INCLUSÃO ORDEM DE PRODUÇÃO

Indústria >> Produção >> Tela [0216] ORDENS DE PRODUÇÃO >> Incluir >> Tela [0218] ORDEM DE PRODUÇÃO

Há duas formas de incluir uma ordem de produção no sistema. Uma se dá através do botão INCLUIR, onde são inclusos um ou mais produtos a serem fabricados, outra forma se dá através da importação de um PEDIDO DE VENDA pelo botão PEDIDOS (imagem abaixo). Lembrando que só aparecerão os pedidos de venda que ainda não estão inclusos em uma ordem.

C:\Users\carolina.rodrigues\AppData\Local\Microsoft\Windows\INetCache\Content.Word\Capturar.png

Após incluir o produto a ser produzido ou importar o pedido, clique no botão CALCULAR e depois em GRAVAR, desta forma a ordem de produção aparecerá na tela [0216].

C:\Users\carolina.rodrigues\AppData\Local\Microsoft\Windows\INetCache\Content.Word\Capturar.png

C:\Users\carolina.rodrigues\AppData\Local\Microsoft\Windows\INetCache\Content.Word\Capturar.png

Perdas

Durante o processo de produção podem ocorrer perdas de material e essas perdas podem ser lançadas no sistema. Na inclusão da ordem, há o botão PERDAS, onde informamos o material perdido, a quantidade perdida e o motivo da perda.

C:\Users\carolina.rodrigues\AppData\Local\Microsoft\Windows\INetCache\Content.Word\Capturar.png

Encerramento da O.P.

O encerramento de uma ordem de produção pode ser total ou parcial, para realizar esta operação clique no botão ENCERRAR. Na tela de encerramento, será definido se o mesmo será total ou parcial.

C:\Users\carolina.rodrigues\AppData\Local\Microsoft\Windows\INetCache\Content.Word\Capturar.png

C:\Users\carolina.rodrigues\AppData\Local\Microsoft\Windows\INetCache\Content.Word\Capturar.png

Exemplo: O cliente solicitou que fossem produzidas duas unidades de um determinado produto, sendo assim, foi aberta uma ordem de produção com duas quantidades deste produto (coluna “qtde a fabricar” na imagem acima). Após um certo período, uma unidade deste pedido foi finalizada, sendo assim vamos “dar baixa” nesta primeira peça.

Para realizar este procedimento, selecione o produto e aperte a tecla ENTER. A tela a seguir aparecerá para confirmarmos a quantidade que foi produzida (a que será encerrada)

C:\Users\carolina.rodrigues\AppData\Local\Microsoft\Windows\INetCache\Content.Word\Capturar.png Digite a quantidade e clique em CONFIRMAR.

Note que a coluna “qtde a encerrar” passa a exibir a quantidade que foi digitada para o encerramento.

C:\Users\carolina.rodrigues\AppData\Local\Microsoft\Windows\INetCache\Content.Word\Capturar.png Clique então no botão GRAVAR e a ordem estará parcialmente encerrada.

Voltando ao exemplo: Passado algum tempo, o cliente desistiu de comprar a segunda unidade.

Neste caso, selecione a ordem e clique em ENCERRAR e depois em FINALIZAR OP para que não seja necessária a produção da segunda unidade.

C:\Users\carolina.rodrigues\AppData\Local\Microsoft\Windows\INetCache\Content.Word\Capturar.png

Agora a sua ordem estará com encerramento total.

C:\Users\carolina.rodrigues\AppData\Local\Microsoft\Windows\INetCache\Content.Word\Capturar.png

Caso queira reabrir esta ordem de produção, clique no botão CANCELAR.

C:\Users\carolina.rodrigues\AppData\Local\Microsoft\Windows\INetCache\Content.Word\Capturar.png

Agora que a ordem já foi finalizada poderá ser emitido um relatório exibindo os custos dessa produção para a empresa. Para isso utilize o botão CUSTOS.

C:\Users\carolina.rodrigues\AppData\Local\Microsoft\Windows\INetCache\Content.Word\Capturar.png

Também pela tela de ordem de produção, podemos comparar a fórmula utilizada na ordem de produção, com a fórmula cadastrada do produto, para isso utilize o botão COMPARAR, esta comparação é utilizada quando no meio da produção é necessário substituir alguma peça por exemplo. Desta mesma tela é possível atualizar o cadastro da fórmula, pelo botão ATUALIZAR CADASTRO.

C:\Users\carolina.rodrigues\AppData\Local\Microsoft\Windows\INetCache\Content.Word\Capturar.png

7 INCLUSÃO PLANO DE PRODUÇÃO

Indústria >> Produção >> Plano de Produção >> Incluir >> Tela [0216] PLANO DE PRODUÇÃO.

O cadastro do plano de produção pode ser realizado de duas maneiras:

7.1 Manualmente

Na inclusão manual do plano de produção são inclusos manualmente os produtos que desejar produzir.

Após a inclusão dos produtos deve-se clicar no botão Calcular. Neste momento serão geradas as ordens de produção para cada item necessário para a fabricação dos produtos informados.

7.2 Importação de Pedido de Venda

Na inclusão por importação de pedido de venda são incluídos os produtos pertinentes à produção que se encontrem em um ou mais pedidos de venda selecionados.

Para isso, deve-se clicar no botão Pedidos que será aberta uma tela para a pesquisa dos pedidos de venda.

Nesta tela deve-se pesquisar pelos pedidos de venda que possuam produtos a serem produzidos. Para isso tem-se a opção de informar o número do Pedido ou então buscar pelo Cliente.

Com a inclusão de todos os pedidos selecionados no quadro Escolhidos, deve-se clicar no botão Importar Pedido. A tela de Importação de pedidos será fechada. Na tela [0218] PLANO DE PRODUÇÃO serão listados os produtos a serem produzidos e na aba Pedidos serão listados os pedidos de venda importados.

Clique no botão Calcular para que sejam geradas as ordens de produção.

Nas abas Prod Acabado, Semi Acabado, Matéria Prima, Embalagens, Componentes e Mão-de-Obra serão listados todos os produtos necessários para a produção dos produtos principais com seus respectivos números de ordem de produção (Apenas para Prod Acabado)

O número da ordem de produção é determinado de forma que a primeira sequência é o número do plano de produção e a segunda é a sequência de itens a serem fabricados formando a numeração, por exemplo: 701.00000001.

A consideração das quantidades em estoque para a realização do plano de produção será determinada com as configurações definidas em menu Utilitários >> Configurações >> Sistema >> Alterar >> Tela [0444] CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA >> 10. Indústria.

Todo o cálculo das quantidades e dos itens a serem utilizados é baseado no cadastro da fórmula do produto a ser produzido. Pode ser verificada e até modificada a fórmula do produto acessando o botão Fórmula na tela de Plano de Produção.

7.3 Relatórios

A utilização do recurso de Plano de Produção disponibiliza algumas diversificações em relatórios também disponíveis para a utilização de ordens de produção.

7.3.1 Relatórios customizados da O.P.

Indústria >> Produção >> Plano de Produção >> Relatórios >> Relatórios Customizados da O.P. >> Cadastro de Relatórios >> Tela [0761] PLANO DE PRODUÇÃO – CADASTRO DE RELATÓRIOS CUSTOMIZADOS.

Nesta tela é possível criar relatório com informações inerentes às produções realizadas pela empresa.

Clicando no botão Incluir devem ser informados os campos:

Título do Relatório – Neste campo informe o título a ser utilizado para o relatório em criação.

Modelo do Relatório – Neste campo informe o modelo de exibição do relatório a ser criado. Por padrão o sistema OnClick disponibiliza os modelos 1 e 2, porém também é possível utilizar um relatório já cadastrado nesta tela como modelo.

Emitir Relatório Por – Neste quadro deve ser informado com base em quais dados os relatórios terá os campos preenchidos, podendo ser pelo Pedido (Informações do Pedido e Clientes Disponíveis) ou pela Ordem de Produção (Apenas Informações da Ordem de Produção).

Após cadastrar o relatório deve-se moldar o layout de emissão do mesmo bem como determinar quais os dados que serão listados na sua emissão. Para isso basta clicar no botão Alterar e será disponibilizada a tela para o manuseio do layout.

Nesta tela, na lateral direita, tem-se os campos que podem ser utilizados para a geração do relatório. A maior parte dos dados disponíveis são baseados nas informações das ordens de produção e nas fichas técnicas dos produtos.

7.3.2. ENTREGA DE MATERIAIS A SETOR

Indústria >> Produção >> Plano de Produção >> Relatórios >> Entrega de Materiais a Setor >> Tela [0228] ENTREGA DE MATERIAIS A SETOR.

A partir deste relatório são emitidas as listagens dos produtos a serem utilizados para a execução de cada ordem de produção constante do plano de produção em questão.

Para a emissão deste relatório é possível faze-lo com mais de um plano de produção de uma única vez, permite-se a emissão de ordens de produção em páginas separadas e também é possível emitir apenas os itens que ainda estão pendentes para produção, não listando assim os produtos já encerrados.

Clicando no botão Imprimir será gerado o seguinte relatório:

Na emissão do relatório serão trazidos dados como o número do plano de produção, o número de cada ordem de produção a ser realizada e os produtos a serem entregues com suas devidas quantidades.

7.4 APONTAMENTOS

Os apontamentos determinam o tempo de execução de processos do plano de produção e também as quantidades produzidas dentro destes processos.

7.4.1 APONTAMENTO DE HORAS

Indústria >> Produção >> Plano de Produção >> Apontamentos >> Tela [0970] PLANO DE PRODUÇÃO – APONTAMENTO DE HORAS.

O apontamento de horas permite o lançamento das horas de execução dos processos da ficha técnica dos produtos inerentes ao plano de produção, bem como a determinação das movimentações de estoque e encerramento das ordens de produção.

Os seguintes dados devem ser informados:

Plano Prod. – Neste campo deve ser informado o número do plano de produção ao qual será feito o apontamento.

Ordem Prod. – Neste campo deve ser informado o número da ordem de produção. Como já foi informado o número do plano de produção, apenas deve ser informada a sequência da ordem de produção. Exemplo: Se for informada a ordem de produção 701.00000001, apenas será necessário informar o número 1.

Seq. Ficha Téc. – Neste campo deve ser informada a sequência da ficha técnica do produto em questão. A sequência da ficha é solicitada, pois pode acontecer de um produto ter mais de um processo em sua ficha técnica, determinando assim a sequência para cada processo a ser executado.

Data – Neste campo deve ser informada a data de execução do processo de produção a ser apontado.

Início e Hora Término – Nestes campos devem ser informadas as horas de início e finalização do processo a ser apontado.

Usuário – Neste campo deve ser informado o usuário que executou a operação de produção, sendo que este deve ser idêntico a um usuário com cadastro no sistema. Caso seja informado um usuário sem cadastro no sistema, será exibida mensagem de notificação impedindo a continuidade do processo.

Observação – Neste campo podem ser atribuídas quaisquer informações condizentes com o processo de produção apontado.

Setor, Máquina e Operação – Estes campos serão carregados automaticamente do processo da sequência da ficha técnica informada.

Após informar todos os campos solicitados clique no botão Confirmar. É possível realizar todos os cadastros de apontamentos sem que sejam executados os processos de movimentação do estoque e encerramento de ordens de produção, basta incluir os apontamentos e apenas confirmar a inclusão de cada um, ficando estes listados na grid de exibição dos dados.

Com a finalização dos lançamentos de apontamentos, pode-se executar o processamento das ordens de produção. Para isso basta clicar no botão Processar.

Com a realização do processamento não mais é possível realizar alterações e cancelamentos dos apontamentos.

As seguintes regras são consideradas para o apontamento e encerramento de ordens de produção:

– As informações da Ficha Técnica são obrigatórias para identificação do momento em que o estoque será movimentado. No cadastro da Ficha Técnica existe um parâmetro que determina que a operação conclua o processo produtivo do produto acabado/semiacabado.

– As informações da ficha técnica possibilitam a geração de relatórios comparativos entre o tempo previsto (ficha técnica) para produção e o tempo realizado (lançado no apontamento).

– O sistema alertará quando for informado um apontamento semelhante ao que já está lançado no sistema, considerando: ordem de produção, data, hora início e hora término da produção e usuário. Não será bloqueado o lançamento, e apenas será emitida a mensagem de alerta: “EXISTE UM APONTAMENTO SEMELHANTE A ESTE JÁ LANÇADO. ”

– Será possível apontar somente a última operação de fabricação para efeito de movimentação de estoque, ou seja, utilizar a sequência da ficha técnica que possui a informação marcada SETOR FINALIZA ORDEM DE PRODUÇÃO.

– No formulário ilustrado, a grid conterá informações temporárias para os apontamentos que estão sendo realizados. A efetivação dos lançamentos será concretizada somente após clicar no botão Processar. O botão Cancelar aborta o processo de apontamentos, limpando os lançamentos já realizados da tabela temporária.

Confirmando ou abortando o apontamento, as informações contidas na grid tela [0970] PLANO DE PRODUÇÃO – APONTAMENTO DE HORAS serão desprezadas, habilitando para novos apontamentos.

– É permitido o lançamento de diferentes ordens de produção e diferentes planos de produção. Quando acionada a gravação dos apontamentos, o processo ordenará os lançamentos por ordem de produção e fará a atualização de estoque e custos por plano de produção.

– É permitido o lançamento no apontamento de quantidade superior a quantidade solicitada na produção, porém ao clicar no botão Processar, os lançamentos que não tiverem inconsistências serão efetivados e os que tiverem inconsistências permanecerão na tela e será exibida a mensagem de alerta “Existem Lançamentos com Erro, Verifique!”. Logo, os lançamentos com inconsistências terão uma linha baixo informando o motivo da inconsistência.

7.5 CONSULTA DE APONTAMENTO DE HORAS

Indústria >> Produção >> Plano de Produção >> Relatórios >> Consulta de Apontamentos >> Tela [0969] PLANO DE PRODUÇÃO – CONSULTA DE APONTAMENTO DE HORAS.

A consulta de apontamentos permite que sejam verificados todos os apontamentos já realizados para um determinado plano de produção.

Para a realização de consultas são disponibilizados diversos filtros, como o número do plano de produção, da ordem de produção, o setor, máquina, equipamento, dentre outros, os quais podem ser associados permitindo mais flexibilidade na realização das consultas.

Após a realização de consultas é possível gerar arquivos do Excel, em HTML, em TXT, e até mesmo Imprimir os dados listados na grid de consulta dos dados.

7.6. CANCELAMENTO DE APONTAMENTOS

Indústria >> Produção >> Plano de Produção >> Canc. Apontamentos >> Tela [0971] PLANO DE PRODUÇÃO – CANCELAMENTO DE APONTAMENTOS.

O cancelamento de apontamentos permite que sejam desfeitos apontamentos inclusos para um plano de produção de forma indevida ou incorreta.

Nesta tela é possível realizar o cancelamento de apontamento de forma única ou múltipla, onde pressionando a tecla CTRL e clicando sobre os registros de apontamento será possível selecionar mais de um apontamento para cancelamento.

Após selecionar todos os apontamentos a serem cancelados deve-se clicar no botão Processar. Este processamento realizará o estorno de todas as quantidades movimentadas do estoque mantendo-o como antes do apontamento.

Não é possível realizar o cancelamento parcial de um apontamento, sendo então que ao realizar o apontamento todas as quantidades neste apontadas serão estornadas.

8 REQUISIÇÕES DE ENTRADA E SAÍDA

Indústria >> Produção >> Plano de Produção >> Requisição >> Tela [0315] ITENS DA REQUISIÇÃO.

Através da tela de requisições é possível realizar a requisição de entrada ou de saída de produtos necessários para a execução da ordem/plano de produção.

As seguintes regras são consideradas para a execução de requisições de entrada e saída:

– O sistema permitirá lançamento de Requisição para um Plano de Produção já encerrado, mas emitirá um aviso alertando sobre o status atual: “O PLANO DE PRODUÇÃO SELECIONADO ESTÁ ENCERRADO”.

– A exclusão de um Plano de Produção não será permitida se existirem Requisições associadas.

– Será permitido o lançamento de qualquer insumo para o Plano de Produção, mesmo que este não faça parte das estruturas de produtos em produção.

– Os processos de encerramento e cancelamento do encerramento do Plano de Produção não realizarão modificações nos lançamentos de requisições, sendo estes processos desvinculados.

9 CUSTOS DO PLANO DE PRODUÇÃO

Indústria >> Produção >> Plano de Produção >> Custo >> Tela [0683] CUSTO DO PLANO DE PRODUÇÃO.

O custo do plano de produção apresenta os valores dos produtos envolvidos no plano de produção determinando assim os valores totais da execução deste.

As informações de custos são divididas para exibição em abas, Produtos e Semiacabados.

Na aba Perdas, serão disponibilizados os custos em relação às perdas lançadas para a execução do plano de produção em questão.

Na aba Requisições são disponibilizados os produtos constantes de requisições de entrada e saída lançadas para o plano de produção em questão, bem como as informações de custos da movimentação destes.

No campo Utilizar é possível determinar qual o custo a ser considerado para a determinação dos valores do plano de produção. Ao realizar a alteração desta informação, é necessário clicar no botão Atualizar para que os custos do plano de produção sejam processados conforme a nova opção selecionada.

Na parte inferior da tela são disponibilizados os Totais de custos do plano de produção, sendo apresentadas as informações inicialmente uma linha para os dados de cada aba e posteriormente uma linha com o total geral do plano de produção.

10 ORDEM DE PRODUÇÃO POR NÍVEL

Para facilitar a recuperação dos dados da produção, somente para clientes que enviam o bloco K no SPED Fiscal, será trabalhado com Ordens de Produção (OP) em 1 nível, assim será gerada uma OP para cada produto de nível 1 da fórmula.

10.1 Configurações

  • O módulo 3.2 ORDEM DE PRODUÇÃO POR NÍVEL deve estar habilitado.
  • A permissão de usuário ORDEM DE PRODUÇÃO POR NÍVEL em 8. Indústria >> 1.1.2 ORDEM DE PRODUÇÃO POR NÍVEL deve estar marcada.

10.2 Tela Ordem de Produção

Para incluir ordens de produção por nível, acesse o caminho: Indústria >> Produção por Nível >> Tela [1176] ORDENS DE PRODUÇÃO.

C:\Users\carolina.rodrigues\AppData\Local\Microsoft\Windows\INetCache\Content.Word\Capturar.png

C:\Users\carolina.rodrigues\AppData\Local\Microsoft\Windows\INetCache\Content.Word\Capturar.png

Esta tela apresenta a mesma estrutura da Tela [0216] ORDENS DE PRODUÇÃO, porém está configurada para inclusão por nível através de botões específicos, e será exibida somente quando o módulo 3.2 estiver habilitado.

Ao incluir um produto acabado ou semi-acabado na OP por nível, será gerada uma OP para cada nível 1 presente na fórmula, por exemplo:

C:\Users\carolina.rodrigues\AppData\Local\Microsoft\Windows\INetCache\Content.Word\Capturar.png

No exemplo acima, o produto acabado 1 possui 2 níveis (produto acabado e semi acabado), ao incluir uma OP por nível para o produto acabado 1 serão inclusas 2 ordens de produção, uma para cada nível. Ao gravar OPs por nível, estas serão identificada com o número de Planejamento. Ao excluir uma OP por nível, será exibida uma mensagem perguntando se deseja excluir também as outras OPs do mesmo planejamento. Caso clique em SIM, todas serão excluídas, caso clique em NÃO, somente a selecionada será excluída.

11 BENEFICIAMENTO

O beneficiamento faz parte do produto ONIND, porém é um módulo separado. Consiste no desmembramento de um produto, ideia contrária à ordem de produção.

Exemplo: amendoim com casca –> beneficiamento –> amendoim sem casca, amendoim torrado, etc.

Existem 2 conceitos importantes no beneficiamento:

Linha de produção: o beneficiamento não tem fórmula. Utiliza-se a linha de produção que é formada por máquinas, turnos e produtos. As máquinas são as máquinas que compõem a linha de produção. Os turnos são os turnos dos operadores da linha. E os produtos, são os produtos de entrada e saída do beneficiamento.

Ordem de produção: a Ordem de Produção (O.P.) é a linha de produção em funcionamento. Na O.P. (linha de produção) temos:

– o abastecimento do produto bruto. Exemplo: amendoim com casca e embalagem, de onde será debitado do estoque;

– o processo de beneficiamento;

– a saída do produto beneficiado. Exemplo: amendoim tipo I, amendoim tipo II.

Outro exemplo é em relação à quantidade, por exemplo entra 500 kg de amendoim e a quantidade que sair diferente disso é considerado perda.

11.1 Configurações

  • O módulo 21. Beneficiamento de Produtos deve estar habilitado.
  • Turnos de Produção: Indústria >> Tabelas Diversas >> Turnos de Produção >> Tela [0234] TURNOS, nesta tela, cadastre os turnos dos operadores das máquinas: diurno, noturno.
  • Máquinas e Equipamentos: Indústria >> Tabelas Diversas >> Máquinas e Equipamentos >> Tela [0215] EQUIPAMENTOS INDUSTRIAIS, inclua as máquinas que serão utilizadas nas linhas de produção.
  • Linhas de Produção: Indústria >> Tabelas Diversas >> Linhas de Produção >> Tela [1187] LINHAS DE PRODUÇÃO, aqui serão inclusas as linhas de produção. Inclua o nome da linha, as máquinas desta linha, os turnos e os produtos correspondentes a esta linha:

C:\Users\carolina.rodrigues\AppData\Local\Microsoft\Windows\INetCache\Content.Word\Capturar.png

Aba Linha de Produção: escreva o nome da linha e informe a unidade padrão da mesma. Caso a linha seja produzida em um fornecedor, selecione a opção “linha de produção em terceiro” e selecione o fornecedor desta linha.

Aba Máquinas: inclua as máquinas utilizadas na linha de produção

Aba Turnos: escolha o turno utilizado nesta linha

Aba Produtos: selecione os produtos que irão compor essa linha, tantos os de entrada, quanto os de saída. Quando selecionado um fornecedor na linha de produção, serão exibidos para seleção os almoxarifados deste fornecedor.

No campo CÓDIGO DE BARRAS, localize o produto e no campo TIPO DO PRODUTO, escolha o tipo entre:

Bruto (produto que entrará na linha de produção, que sofrerá o processo de beneficiamento);

Adicionado (insumo adicionado ao produto bruto, por exemplo, o sal adicionado ao amendoim, que é o bruto)

Embalagem (produto embalagem),

Beneficiado (produto que sairá da linha de produção, será o produto beneficiado, final) e

Retirado (produto que será retirado da linha e alocado em outra linha de produção, ou o produto retirado da linha e colocado novamente na mesma linha para obter um novo resultado)

  • Motivos de Parada: Indústria >> Tabelas Diversas >> Motivos de Parada >> Tela [1194] MOTIVOS DE PARADA, aqui serão inclusos os motivos de parada das máquinas.
  • Conversão de unidades: Indústria >> Tabelas Diversas >> Conversão de unidades >> Tela [1190] CONVERSÃO DE UNIDADES, aqui serão cadastradas as conversões de unidades de medida necessárias entre o produto de entrada e o produto de saída.

11.2 PARADAS DE MÁQUINAS

Indústria >> Paradas >> Tela [1191] LISTA DE PARADAS

Nesta tela serão inclusas as paradas de máquinas que foram necessárias durante o processo de produção.

11.3 BENEFICIAMENTO

Indústria >> Beneficiamento >> Tela [1185] ORDENS DE PRODUÇÃO – BENEFICIAMENTO

Na tela de beneficiamento, são inclusas as linhas de produção que serão produzidas.

C:\Users\carolina.rodrigues\AppData\Local\Microsoft\Windows\INetCache\Content.Word\Capturar.png

Para utilizar:

– Clique em Incluir;

– Digite a data de abertura da OP;

– Selecione a linha cadastrada anteriormente;

– Clique em Gravar.

– Clique em Abastecimento;

– Selecione o operador, o turno, o produto bruto, o almoxarifado e a quantidade deste produto;

– Clique em Gravar.

– Vá na aba Lotes Liberados;

– Selecione o produto beneficiado, informe seu lote e clique em Liberar;

– Clique em Gravar.

– Clique em Produção;

– Selecione o operador, o turno, o produto beneficiado (ao selecioná-lo, o lote será exibido), o almoxarifado e a quantidade deste produto;

– Clique em Gravar, o produto será exibido na aba Produção.

Situação das OP

Aguardando: a OP foi inclusa, porém a linha ainda não foi abastecida com os produtos.

Em execução: A linha já foi abastecida com os produtos.

Encerrada: A OP foi encerrada através do botão Encerrar.

Nesta mesma tela, é possível emitir um Relatório de Ordem de Produção de Beneficiamento, que exibirá o abastecimento, a produção, as paradas relacionadas e os lotes de OP.

12 ADEQUAÇÕES DO IPI (Imposto sobre Produto Industrializado)

12.1 Configurações

– Para o cálculo do IPI ser realizado:

  • Nas Configurações do Sistema >> 1. Dados da Empresa >> campo Tipo de Empresa >> deve estar INDUSTRIA ou INDUSTRIA E COMERCIO.
  • Nas Configurações do Sistema >> 4. Impostos > item 2.8 Contribuinte de IPI deve estar marcado.
  • No Cadastro do Cliente >> aba Dados Complementares > a opção Cliente isento de IPI deve estar desmarcada.
  • Na Configuração do CFOP utilizado na nota, o item 7.4 IPI deve estar como DÉBITO ou CRÉDITO.

– Campos de IPI que foram desabilitados:

No Cadastro do Produto:

C:\Users\carolina.rodrigues\AppData\Local\Microsoft\Windows\INetCache\Content.Word\Capturar.png

No cadastro de Natureza de Operação:

C:\Users\carolina.rodrigues\AppData\Local\Microsoft\Windows\INetCache\Content.Word\Capturar.png

No Cadastros de Tabelas de Preços:

C:\Users\carolina.rodrigues\AppData\Local\Microsoft\Windows\INetCache\Content.Word\Capturar.png

12.2 Novos cálculos

Foi criada a parametrização do IPI em Fiscal >> Tabelas Fiscais >> Parametrização IPI:

C:\Users\carolina.rodrigues\AppData\Local\Microsoft\Windows\INetCache\Content.Word\Capturar.png

Toda o cálculo para o IPI será realizado a partir de configurações realizadas nestas telas.

Fórmula Base de Cálculo

(Fiscal >> Tabelas Fiscais >> Parametrização IPI >> Fórmula Base de Cálculo >> Tela [1142] CADASTRO FORMULA BASE DE CALCULO)

  • Nesta tela, será criada pelo usuário, a fórmula da base de cálculo para o IPI. Portanto, é obrigatório o preenchimento da fórmula para que haja cálculo deste imposto.
  • Poderão ser criadas quantas fórmulas o usuário desejar e estas podem ser diferentes entre si.
  • Para criar a fórmula, clique em Incluir, digite a descrição da fórmula e clique em Editar Formula.
  • Na tela que se abrirá, selecione as variáveis que irão compor a fórmula com dois cliques, todos os operadores matemáticos poderão ser usados.
  • Após informar a fórmula, vá na aba Simular Fórmula, informe valores aleatórios nos campos apresentados (que serão os mesmos das variáveis informadas) e clique em Calcular. A função desta simulação é somente validar se a equação informada resulta em um valor correto.
  • Após simular a fórmula, clique em Gravar.

 

Grupo de Tributos

(Fiscal >> Tabelas Fiscais >> Parametrização IPI >> Grupo de Tributos >> Tela [1137] GRUPO DE TRIBUTO IPI)

  • Poderão ser criados grupos de tributos para diferenciar o cálculo do imposto, por exemplo, para determinado grupo haverá uma fórmula; para outro grupo, outra fórmula, e assim por diante. Estes grupos poderão agrupar produtos da forma que o usuário desejar, por tipo, por marca, e assim por diante; ou agrupar clientes.
  • O preenchimento desta tela não é obrigatório, ela foi criada somente como uma alternativa para a diferenciação dos cálculos.
  • Para incluir um grupo, informe a descrição do grupo e clique em Gravar.
  • No cadastro do produto, há um parâmetro que identifica a qual grupo de tributos tal produto pertence, Alteração de Produtos >> aba Parâmetros Fiscais >> aba IPI-ST >> campo GRUPO DE TRIBUTOS IPI.
  • No cadastro de clientes, também há um parâmetro que identifica a qual grupo de tributos tal cliente pertence, Alteração de Clientes >> aba Dados Complementares >> campo GRUPO DE TRIBUTOS IPI
  • Assim, após criar o grupo de tributos, o mesmo deve ser vinculado aos produtos ou aos clientes correspondentes.

Matriz de Impostos

(Fiscal >> Tabelas Fiscais >> Parametrização IPI >> Matriz de Impostos >> Tela [1136] MATRIZ DE IMPOSTO IPI)

  • Nesta tela serão criadas as regras para o cálculo do IPI.

Regra IPI

Descrição: Informe uma descrição qualquer para esta regra, a descrição é livre, porém para facilitar o dia a dia, poderá ser algo relacionado aos produtos que utilizarão esta regra.

Operação: Define se esta regra se aplicará à operação de entrada ou de saída. Assim, se for selecionada a opção saída, por exemplo, todas as operações de saída do sistema, como pedidos de venda, notas fiscais de saída, ordem de serviço, etc, utilizarão regras com esta opção selecionada; da mesma forma com a opção entrada. Será necessário criar regras para operações de entrada e de saída.

Vigência: Informe o período de vigência desta regra.

Mensagem: Selecione a mensagem que será impressa na DANFE quando esta regra for utilizada. Mensagens são cadastradas em Fiscal >> Tabelas Fiscais >> Mensagens para Nota Fiscal >> Tela [0147] CADASTRO DE MENSAGENS

Cod. enquadramento: Deve ser obtido junto a contabilidade e é obrigatório para emissão de notas fiscais.

Tratamento de exceções

Os campos abaixo referem-se às exceções à regra do IPI. O que define o porquê do cálculo do IPI ser realizado para um determinado produto e para outro não, são as exceções que poderão ser aplicadas à regra deste cálculo.

Se não houver nenhuma regra informada (nada selecionado nos campos abaixo), o cálculo se aplicará a todos os produtos da empresa. Se houver regra informada, o cálculo respeitará tais regras na seguinte ordem:

1º empresa

2º cliente por grupo de tributo

3º cliente por tipo de tributação

4º produto por grupo de tributos

5º produto por ncm

6º natureza de operação

Poderão ser criadas várias regras para diferentes situações.

Exemplo 1 – Se a empresa for multiempresa e possuir uma empresa selecionada no campo empresa, a regra se aplicará somente às operações desta empresa. Para todas as outras empresas, o cálculo do IPI selecionado nesta regra não será efetuado.

Exemplo 2 – Se estiver selecionada uma empresa, e consumidor final no campo “cliente por tipo de tributação”, a regra se aplicará às operações da empresa selecionada efetuadas com clientes do tipo consumidor final. Para todas as outras empresas não haverá cálculo de IPI e para operações com a empresa selecionada e com clientes que não forem consumidor final, também não haverá cálculo.

Exemplo 3 – Se estiver selecionado um NCM no campo “produto por ncm”, o cálculo será efetuado para todos os produtos que contêm esse NCM.

Empresa: Caso a empresa seja multiempresa, selecione para qual empresa a regra se aplicará. Se estiver selecionada a opção 0 – Todos, a regra será aplicada para todas as empresas.

Cliente (por grupo de tributos): Selecione o grupo de tributos que foi cadastrado na Tela [1137] GRUPO DE TRIBUTO IPI. Com esta regra, o cálculo será efetuado para os clientes que tenham tal grupo de tributos selecionado em seu cadastro. Se estiver selecionada a opção 0 – Todos, a regra será aplicada independentemente do grupo de tributos do cliente.

Cliente (por grupo de tributação): Selecione o grupo de tributação dos clientes. Com esta regra, o cálculo será efetuado para clientes que tenha tal grupo selecionado no campo cliente tributado como de seu cadastro. Se estiver selecionada a opção 0 – Todos, a regra será aplicada independentemente da tributação do cliente.

Produto (por grupo de tributos): Selecione o grupo de tributos que foi cadastrado na Tela [1137] GRUPO DE TRIBUTO IPI. Com esta regra, o cálculo será efetuado para os produtos que tenham tal grupo de tributos selecionado em seu cadastro. Se estiver selecionada a opção 0 – Todos, a regra será aplicada independente do grupo de tributos do produto.

Produto (por NCM): Selecione um NCM (classificação fiscal). O cálculo será efetuado para os produtos que tenham tal NCM vinculados em seu cadastro. Se estiver selecionada a opção 0 – Todos, a regra será aplicada independente do NCM dos produtos.

Natureza de Operação (por código): Selecione uma natureza de operação. O cálculo será efetuado nas operações realizadas com esta natureza de operação. Se estiver selecionada a opção 0 – Todos, a regra será aplicada independente do CFOP da operação.

CST: Selecione o CST para as opções tributada e não tributada e para operações de devolução.

Fórmula BC: Selecione a fórmula da base de cálculo do IPI que foi cadastrada anteriormente.

Tipo de Índice: Selecione o tipo de índice que utilizará para o cálculo, entre pauta ou alíquota.

Valor do Índice: Informe o valor do índice utilizado para essa regra, por exemplo, o percentual de alíquota.

Ao incluir notas fiscais, automaticamente o sistema calculará o valor do IPI de acordo com as regras cadastradas e com a fórmula da base de cálculo informada.